Mar 27 2019

Mértola ilumina ponte sobre o Guadiana

Publicado por João Espinho

Mértola ilumina de azul ponte sobre o Guadiana

A Câmara Municipal de Mértola vai aderir ao “Movimento Light it up Blue”, durante todo o mês de abril, de modo a assinalar o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, dia 2 de abril, associando-se ao movimento mundial, que pretende uma maior sensibilização e consciencialização da população para esta problemática, que afeta cada vez mais as crianças de hoje.

O “Movimento Light it up Blue” consiste na iluminação de azul vários monumentos no mundo inteiro, com o intuito de sensibilizar a população para a problemática do Autismo. Em Mértola, a ponte sobre o rio Guadiana estará iluminada com a cor azul, todas as noites, durante o mês de abril.

Share

Mar 26 2019

Sabores no barro 2019

Publicado por João Espinho

Share

Mar 26 2019

Panóplia Leaks? PSD reage

Publicado por João Espinho

Transcrevo, na íntegra, nota de imprensa da CPD Beja do PSD:

Nota de imprensa

A Comissão Política Distrital de Beja do PSD tomou conhecimento da publicação, num órgão de comunicação social, de uma reportagem que refere a existência de negócios de mais de um milhão de euros, entre empresas de familiares diretos de um antigo assessor (mas geridas por este) do deputado, Presidente da Federação do PS de Beja e ex – Presidente da Câmara Municipal de Ourique, Pedro do Carmo, e diversas autarquias socialistas do Baixo Alentejo.
Aguardámos, com serenidade, as explicações que sobre o caso se impunham por parte do Partido Socialista, da sua Federação do Baixo Alentejo, do deputado Pedro do Carmo e das autarquias directamente citadas na referida reportagem.
Passados cinco dias de inqualificável silêncio, torna-se evidente que o Partido Socialista, os seus dirigentes e autarcas não tencionam esclarecer publicamente os factos referidos na reportagem, optando taticamente por aguardar que a notícia caia no esquecimento.
Assim, a Comissão Política Distrital de Beja do PSD, considera estarmos perante uma situação que, mais do que um caso político, é um caso de polícia.
Efetivamente, a provar-se o que foi noticiado, não pode deixar de manifestar a mais profunda repulsa pela atitude de quem, usando a sua influência junto de decisores políticos, engendrou um esquema de negócio através do qual conseguiu arrecadar contratos públicos por ajuste direto superiores a mais de um milhão de euros, recorrendo para o efeito a empresas detidas por “testa de ferro”, seus familiares diretos.
A forma rebuscada como se afigura tudo ter sido montado e gerido, nomeadamente repartindo entre empresas de uma mesma família vários fornecimentos para um mesmo evento, colocam fundadas suspeitas nos reais propósitos dos decisores públicos que, autorizaram a realização desses contratos por ajuste direto.
Perante todas estas dúvidas e o silêncio do Partido Socialista, resta aguardar que as entidades competentes esclareçam os portugueses, através dos meios adequados num Estado do Direito, fazendo-o com a celeridade que a necessária preservação dos meios de prova e a confiança nas instituições que administram dinheiro público exigem.

A Comissão Politica Distrital de Beja do PSD

Beja, 26 de Março de 2019

Share

Mar 25 2019

Panóplia Leaks?

Publicado por João Espinho

Jorge Barnabé não tem nada a esconder. O assunto que encheu recentemente algumas mesas de cafés, e que o próprio Barnabé tem vindo a alimentar, com sucessivos posts no FACEBOOK, não é novo, e há uma ano já havia provocado celeuma, o que levou Jorge Barnabé a apresentar queixas formais no Ministério Público, contra autores de comentários no blog Alvitrando. Não sei como ficou esta demanda judicial.

Agora, a revista “Sábado” (esse exemplo de “jornalismo”) voltou a pegar no assunto. Do que li, não vejo, nem sou entendido no assunto, que haja matéria criminal.
O que interessa saber é se, na realidade, as autarquias socialistas, por ruelas e travessas, favorecem as empresas detidas por Barnabé e/ou por familiares deste.
Conheço o Jorge há anos e não tenho que estar aqui a dizer o que penso ou deixo de pensar.
Incomoda-me vê-lo, muitas vezes, fazer o papel de “voz do dono”, como o fez recentemente num post com o título “UM PAÍS ESQUIZOFRÉNICO” (assim em maiúsculas), onde alinhava e reforçava as críticas de Pedro do Carmo à CNE. Tratando-se de um assunto que beliscava as autarquias (também socialistas), proibindo-as de comunicar/publicitar obras e projectos em período pré- eleitoral, Barnabé, que está “na vanguarda da comunicação”, não terá gostado que algumas janelas de oportunidade pudessem vir a ser encerradas. Não sei quem se insurgiu primeiro, se o deputado se o empresário. Mas estas excessivas “colagens” ao PS demonstram que a desfiliação de Barnabé não significou um corte do cordão umbilical com o partido.
Voltando ao que interessa: É ou não verdade que as autarquias socialistas favorecem a contratação das firmas de Jorge Barnabé para a produção de espectáculos nos concelhos que lideram? Se sim, averigúe-se de que forma.
E depois há aquela questão: quando os comunistas dominavam as autarquias, e eu já cá ando há alguns anos, os socialistas vomitavam ódio por as contratações serem sempre feitas aos amigos do PCP. Ora, agora com o PS dominante, a coisa parece ser é igual. Mas como são socialistas, não gostam de críticas, fazem ameaças e, pior, não tentam esconder que o fazem por vingança.
O que vem dar razão a quem diz que “só mudaram as moscas”.
E eu corroboro: “a merda é a mesma”.

Share

Mar 25 2019

Filme “Raiva” premiado

Publicado por João Espinho

O filme “Raiva”, de Sérgio Tréfaut, conquistou o Prémio Sophia de melhor filme, da Academia Portuguesa de Cinema, e António-Pedro Vasconcelos, o de melhor realizador, na cerimónia realizada na noite de domingo no Casino Estoril .
A longa-metragem de Sérgio Tréfaut, que adapta o romance “Seara de Vento”, de Manuel da Fonseca, num retrato da exploração do trabalho e de injustiça social, liderou a noite ao arrecadar seis prémios, entre os quais o de melhor atriz principal, Isabel Ruth, melhor ator principal, Hugo Bentes, melhor ator secundário, Adriano Luz, e melhor fotografia, Acácio de Almeida.

Filmado no Alentejo, a preto e branco, “Raiva” conquistou ainda o prémio de melhor argumento adaptado, para Sérgio Tréfaut e Fátima Ribeiro, conseguindo assim a vitória na quase totalidade das principais categorias. (ler aqui)

Share

Mar 25 2019

Miguel Araújo no Pax Julia

Publicado por João Espinho

18| ABRIL | 21h30 Compre aqui os bilhetes.

Share

Mar 24 2019

Beja

Publicado por João Espinho


foto: joão espinho

Share

Mar 22 2019

Correio Alentejo

Publicado por João Espinho

Share

Mar 22 2019

Bom fim de semana

Publicado por João Espinho


foto: Alexander Kamakaev

Share

Mar 20 2019

Concurso Árvore Europeia do Ano

Publicado por João Espinho

A Azinheira Secular de Monte Barbeiro, freguesia de Alcaria Ruiva, Mértola, ficou classificada em terceiro lugar no concurso Árvore Europeia do Ano 2019, com 32.630​ votos. A vencedora foi a amendoeira húngara, com 45.132 votos, seguida do carvalho russo, que obteve 39.538 votos.

Share

Mar 18 2019

Democracia? O que é isso?

Publicado por João Espinho

Pergunta a Jerónimo de Sousa: porque é que tem tanta dificuldade em admitir que não há uma democracia na Coreia do Norte? Resposta: “O problema não é esse. O que é a democracia? Primeiro tínhamos de discutir o que é a democracia.”

Share

Mar 15 2019

Bom fim de semana

Publicado por João Espinho

Share