Ago 06 2018

Beja – coisas estranhas

Publicado por João Espinho

Amplamente divulgada nas redes sociais, a notícia:
” Um comboio regional com destino a Vila Nova da Baronia, Beja, avariou, na sexta-feira à noite, na linha do Alentejo, obrigando os passageiros a suportar temperaturas na ordem dos 40 graus e levando a que algumas pessoas decidissem ir a pé até à estação mais próxima (Jornal de Notícias)

Alguns desses passageiros decidiram documentar o momento nas redes sociais após não lhes terem prestado qualquer esclarecimento. Os Bombeiros do Alvito tiveram que se dirigir ao local para recolher alguns dos passageiros que permaneceram no meio de transporte a fim de os levar para Vila Nova da Baronia ou Beja, devido às temperaturas que se faziam sentir. O comboio regional esteve mais de uma hora parado em Casa Branca, às 19h desta sexta-feira, sem ar condicionado. (Correio da Manhã)

Nota do editor do blog: Dando uma vista de olhos pelas rádios locais, verifico que ambas ignoraram este grave acontecimento.
Não compreendo. Quando todos devíamos estar unidos na denúncia da forma como a CP nos trata, os OCS bejenses viram as costas, numa clara manifestação de desprezo pelos baixo-alentejanos.
Beja merece!

Share

Ago 04 2018

Diário do Alentejo

Publicado por João Espinho

Share

Ago 03 2018

Bom fim de semana

Publicado por João Espinho


foto: Martin Zurmühle

Share

Ago 03 2018

Vulgaridades

Publicado por João Espinho

As declarações de Pedro do Carmo eram, já por si, de uma vulgaridade hilariante.
Mas, para ajudar ao circo, faltava a prova de vida da Distrital de Beja do PSD. Calculo que a CPD tenha um alerta no telemóvel, que soa uma vez por mês, a relembrar “hoje tens que dizer uma banalidade qualquer”. São as contigências de quem, tendo muito para dizer, se remete a um constante silêncio.
É que fiquei sem saber o que é que o PSD de Beja tem para oferecer e que não seja substancialmente igual ao que Pedro do Carmo apregoa.
Enfim, é o que temos.

Share

Ago 02 2018

Beja – quem são os vândalos?

Publicado por João Espinho

Escreve Paulo Arsénio (Presidente da Câmara) nas sua página no Facebook:

“Na passada madrugada foram vandalizados os vasos colocados em frente do Pax-Júlia.
Vários foram levantados, foram retiradas as esferas que os suportavam – que nem foram deixadas nem no local nem nas proximidades – e pronto…
Este pequeno vandalismo gratuito de destruir só porque sim, vai fazendo o seu caminho e é difícil combatê-lo/evitá-lo.
Este mobiliário urbano foi especialmente concebido para aquele espaço. Agora há que recorrer ao fabricante espanhol para comprar as ditas esferas e repor tudo, o que demorará algum tempo, ou, em alternativa, pensar em mobiliário urbano mais resistente a atos destes para futuramente ser implantado em substituição do existente.
Não é isso que desejamos mas é triste saber que também nos esforçamos para manter a cidade tão bonita quanto nos seja possível, e depois, em poucas semanas, ora destruíram vasos e flores na zona das Portas de Mértola e agora vandalizaram os equipamentos junto ao Pax-Júlia.
Uma pena mas é o que temos. Há uma minoria que persiste em estragar. E confesso que são bons no que fazem…”

Share

Ago 02 2018

Alemanha – o calor e a crise da cerveja

Publicado por João Espinho

Calor aumentou consumo de cerveja e, agora, faltam garrafas nas fábricas.
Os produtores de cerveja estão a pedir aos alemães que devolvam as garrafas antes de irem de férias para que possam voltar a enchê-las.
Ao contrário de muitos outros países, onde as latas imperam, na Alemanha são as garrafas que têm, tradicionalmente, mais saída. Estas, quando compradas no comércio, têm um pequeno depósito que é devolvido ao consumidor depois de as levar vazias, ou, então a chamada troca por troca: se já pagou uma vez o depósito, basta pagar as cheias e deixar as vazias.

Acontece que o aumento do consumo de cerveja nos últimos dois meses, altura em que as temperaturas estiveram bem acima da média (ontem foi batido o recorde deste ano com 39,2 graus Celsius na cidade de Bernburg), fez com que as cervejeiras estejam a ficar com poucas garrafas em stock para voltar a encher.
(daqui)

Share

Ago 01 2018

Beja recebe a Volta a Portugal

Publicado por João Espinho

Dia 3 de Agosto, Beja será palco da partida da 2ª etapa da Volta a Portugal em bicicleta.
Partida às 12.15 da Avenida do Brasil.
Trânsito condicionado entre as 09H00 e as 13H00 na Avenida do Brasil, Avenida Vasco da Gama e ruas adjacentes.

Share

Jul 31 2018

O Alentejo aqui tão perto

Publicado por João Espinho

Escreve Patrícia Calca no JE:

Um planeamento do território mais igualitário e eficaz implica pensar num quadro nacional que vai além da realidade de Lisboa. O aeroporto de Beja como alternativa não deve ser descartado.

Nas últimas semanas, o aeroporto de Beja tem estado em grande destaque nas notícias. Assim, à primeira vista, o facto de um avião ter aterrado num aeroporto quase nunca usado é o evento que menos de político tem, mas é aquele sobre o qual eu me gostaria de debruçar.

Parece que a empresa que trouxe o Airbus A380 fez uma excelente campanha, já que não se falava de outra coisa nas redes sociais, e a verdade é que os alentejanos que vivem na zona andaram literalmente a “ver aviões”. Eu, enquanto alentejana que sou (é este o meu “registo de interesses”), acompanhei a situação à distância. Interessada, claro. Não só pela minha condição de nascimento, mas sobretudo pelo que este tipo de eventos pode causar em termos de debate.

(…)

O debate sobre o que deve ser o aeroporto de Beja vai de um extremo ao outro: os defensores que não querem saber dos custos porque o desenvolvimento deve ser feito a qualquer preço, e os que não querem considerar esta possibilidade porque querem um outro aeroporto num outro local, que possa, em seu entender, ser mais conveniente como Alcochete, por exemplo.

Claro que autarcas, empresários e outros grupos de cidadãos irão defender a perspectiva que lhes estiver mais em sintonia com os seus próprios interesses. Há estudos de viabilidade a favor e contra, a argumentação “tostão a tostão” pode ser a que se quiser fazer. Portanto, e tendo em consideração os estudos técnicos já existentes, voltemo-nos para aquilo que pode (deve?) reger estas decisões: (continue a ler aqui)

Share

Jul 31 2018

A direita é lixada

Publicado por João Espinho

Anda a atacar a rapaziada do Bloco. Mas, pergunto eu, quem ganha com estas súbitas* descobertas?

* desde que se começou a discutir o OE para 2019

(leia aqui)

Share

Jul 30 2018

Já pode vender o imóvel

Publicado por João Espinho

Ricardo Robles vai deixar o cargo que ocupava na Câmara de Lisboa. A saída do vereador eleito pelo Bloco de Esquerda nas eleições autárquicas de 2017 foi anunciada pelo partido, num comunicado divulgado nesta segunda-feira. O agora ex-vereador explica a decisão com uma “opção privada” que foi “forçada por constrangimentos familiares (…)” e que se revelou “um problema político real”, aludindo assim aos investimentos imobiliários em Lisboa.

Afirmando que considerava estar limitado na intervenção como vereador, Robles comunicou no domingo ao partido que renunciaria ao cargo.

Share

Jul 30 2018

Campeões

Publicado por João Espinho


PORTUGAL É CAMPEÃO EUROPEU DE SUB-19!

Share

Jul 29 2018

Domingo #408

Publicado por João Espinho

Share