Arquivo da Categoria ‘Geral’

Dos orgasmos socialistas

20 de Outubro de 2020

Quando António Costa manifestou a intenção de legislar a obrigatoriedade da instalação da app StayAway Covid, foram muitos que, de uma outra forma, se manifestaram contra este tique de ditador.
Porém, há sempre quem, de olhos tapados, defenda tudo aquilo que emana do grande líder socialista. Vendados e capados de raciocínio, os seguidores socialistas vieram para as redes sociais defender o seu “orierentador espiritual, dizendo e escrevendo que quem se manifestava contra seria um mau português, um ser humano abjecto, e outros adjectivos que me escuso repetir.
Num verdadeiro clima de orgia, os socialistas (os cegos e os outros) em práticas de verdadeiro onanismo, jorraram torrentes de apoio ao grande líder Costa. Mas este cagou-lhes no caminho (Costa é mais esperto que todos eles juntos), ao declarar que o Governo pediu esta segunda-feira a suspensão ao presidente da Assembleia da República do debate da proposta para tornar o seu descarregamento obrigatório.
Calculo que a corte socialista venha agora aplaudir a contradição de Costa. É a politiquice, como costumam dizer quando a coisa não lhes agrada.

Share

Stay away

18 de Outubro de 2020

Share

Cinzeiros em Beringel

12 de Outubro de 2020

A 3 de setembro entrou em vigor a Lei 88/2019 que estabelece uma multa de 25 a 250 euros por descarte de beatas para o chão e de 250 a 1500 euros para os estabelecimentos que não disponibilizem cinzeiros ou não limparem os resíduos deixados pelos fumadores.

Assim, a Junta de Freguesia de Beringel decidiu disponibilizar aos comerciantes da Freguesia, cinzeiros de barro, para colocação nas paredes.

Share

Correio Alentejo

9 de Outubro de 2020

Share

As eleições para a CCDRA – A golpada

4 de Outubro de 2020

Chamei-lhes palhaçada. Explico:

1 – O decreto-lei que regula as eleições para as CCDR foi publicado em Junho deste ano; Determina que o colégio eleitoral é constituído por:

    a) Presidentes das câmaras municipais;

    b) Presidentes das assembleias municipais;

    c) Vereadores eleitos, ainda que sem pelouro atribuído;

    d) Deputados municipais, incluindo os presidentes das juntas de freguesia.

Isto é: os autarcas eleitos em 2017 viram-se reforçados com uma competência que, naquelas eleições, ninguém conhecia. Isto é, quando votámos em 2017, desconhecíamos que estávamos a votar num colégio eleitoral que viria a ter os poderes agora consagrados na lei. Se isto não é uma grande golpada, não sei o que lhe possa chamar.

2 – As eleições vão realizar-se cerca de 1 ano antes das autárquicas de 2021, elegendo Comissões que terão um mandato de 4 anos. Isto é, no próximo ano, poderíamos ter um colégio eleitoral completamente distinto daquele que hoje temos. Mas as CCDR terão a garantia de continuar em funções, mesmo que o voto livre e democrático dos cidadãos seja de cor diferente daquela do colégio eleitoral cessante.

3 – Este processo não poderia esperar por um novo acto eleitoral autárquico, legitimando inquestionavelmente o novo colégio eleitoral? Poderia, mas não seria a mesma coisa. É que, como se sabe, Portugal vai receber muitos milhões de €€€ em fundos europeus. E as CCDR irão gerir, repartir pelos mais chegados, muitos desses milhões. Se isto não é uma golpada, não sei o que lhe chame.

4 – A procuradoria Europeia que vai supervisionar a fraude na distribuição dos fundos foi alvo de uma vergonhosa golpada, onde o governo português deu a vitória ao segundo classificado, preterindo a escolha de um júri internacional nomeado pela Comissão Europeia. Esta é mais uma golpada à moda do do PS.

5 – Alguns Secretários de Estado foram substituídos na última remodelação governamental. Por incompetência? Não! Para poderem concorrer aos cargos nas presidências das CCDR (que vão distribuir os fundos europeus). Isto não é uma golpada?

Meus caros, os alertas estão feitos. Se errei nalgum ponto, corrijam-me.

Ah, e antes que me venham jogar essa à cara, relembro que o PSD, partido que abandonei há uns anos, é conivente nestas golpadas.

PS – se souberem de algum autarca (PS/PSD) que venha a terreiro dizer que a eleição para as CCDRA é uma palhaçada, avisem-me. Quero dar-lhe os parabéns.

Share

CCDRA – PS em campanha

3 de Outubro de 2020

Aproximam-se as eleições para a CCDRA e o PS precisa que o seu candidato seja eleito.
Entre os autarcas, lá está Ceia da Silva, orador, que não perderá a ocasião para anunciar o fim do mundo, caso não seja eleito.

A propósito: algum dos autarcas do Baixo-Alentejo tem tomates para dizer NÃO a esta palhaçada? Pago para ver.

Share

Teletrabalho

28 de Setembro de 2020

Desde 2003 que o Código do Trabalho prevê que o empregador tenha de assegurar o pagamento de todas as despesas aos trabalhadores que se encontrem em regime de teletrabalho. Custos relacionados com o exercício da atividade laboral, como a eletricidade ou comunicações, devem ser imputados à empresa. Mas não é o que acontece. Os trabalhadores não o exigem e, por isso, as empresas não pagam.
Leia mais aqui.

Share

Correio Alentejo

24 de Setembro de 2020

Share

Notícias do dia

23 de Setembro de 2020

1- Rui Rio reúne-se hoje em Beja com a Distrital do PSD;

2- Roberto Grilo oficializou candidatura à presidência da CCDRA;

3 – Paulo Arsénio tomou posse como presidente da concelhia de Beja do PS. Diz ele que é o último mandato.

Share

Ceia da Silva e o polvo socialista

19 de Setembro de 2020

Transcrevo comentário de leitor:

“Querem saber o que Ceia da Silva pensa sobre estas eleições? Vão ao facebook do presidente da Assembleia Municipal de Estremoz, Nuno Rato e vejam o vídeo que este publicou com a intervenção de Ceia no congresso do PS de Portalegre.
O resumo que Nuno Rato fez :
Não foi preciso começar a campanha para as eleições da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA) para o candidato indigitado pelo PS, Ceia da Silva, meter todo o jogo na mesa, que já se conhecia mas não era crível que fosse revelado de forma tão evidente: o PS está a partidarizar de forma ignóbil estas eleições, relegando os interesses do Alentejo para plano secundário. Ceia da Silva disse no Congresso da Federação do PS de Portalegre, este sábado, que deve ganhar as eleições apenas por ser do PS e por ser, disse ele, o candidato do Secretário-geral e primeiro-ministro, António Costa. E que se perder é uma derrota do secretário-geral do PS, numa tentativa de se desresponsabilizar desde já de uma muito provável derrota. “O distrito de Portalegre não está com o Ceia da Silva, está com o PS nesta luta pela CCDRA”. Revelador. E triste. Tenho estima e consideração pelo Ceia da Silva e reconheço o seu trabalho no Turismo do Alentejo, mas esperava mais.
Roberto Grilo, está à espera de quê para anunciar a sua candidatura?”

Share

Incompatibilidade

16 de Setembro de 2020


foto: RVP

Nelson Brito afirmou, no passado domingo, em Beja, que seguirá duas linhas de lealdade, “uma ao partido” e outra “ao território”.
Ora, está comprovada a incompatibilidade entre estas duas linhas. Se for fiel ao território (Baixo-Alentejo), entrará numa espécie de infidelidade ao seu PS. Por isso, seria conveniente que este novo actor esclarecesse a quem quer ser fiel. Quer uma ajuda? Nelson será sempre fiel ao Partido, e só ao Partido. O resto é conversa e só cai no engodo quem ainda acredita em demagogos.
Siga!
(ler aqui)

Share

Correio Alentejo

11 de Setembro de 2020

Share