Arquivo da Categoria ‘A minha cidade’

Concursos

14 de Agosto de 2019

O concurso público para a empreitada de construção do Novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, num investimento superior a 150 milhões de euros, foi lançado pela ARS.

Entretanto, em Beja, o Presidente da Câmara divulga, no sítio do costume, “Na sequência do primeiro concurso deserto para a reabilitação das nossas piscinas municipais descobertas, lançámos novo concurso aumentando o valor base da empreitada de € 1.600.000,00 para € 1.850.000,00.
Hoje foi o dia de abertura das propostas, tendo existido três:
uma acima do valor máximo do concurso e duas abaixo desse valor.
Esta é uma boa notícia.”

De acordo com Paulo Arsénio “a duração previsível da obra é pouco superior a um ano e deverá iniciar-se no início de 2020 (dependendo muito do tempo em apreciação no Tribunal de Contas).”

Na minha opinião, ambas as obras vão dignificar,e muito, as respectivas cidades.

Share

Beja – Festas de Santa Maria

6 de Agosto de 2019


No Largo dos Duques.

Share

Beja vai ter árvores

2 de Agosto de 2019

A promessa foi deixada aqui pelo Presidente da Câmara.
Escreve Paulo Arsénio: ” Estamos a planear, com o Serviço de Zonas Verdes, exatamente por estarmos de acordo com algumas das observações feitas, uma ação “forte” de plantação de árvores para o mês de novembro.
Provavelmente não conseguiremos satisafazer todas as necessidades de árvores na cidade mas será um primeiro forte impulso na reposição de árvores em muitos locais donde foram sendo cortadas por diversos motivos e jamais repostas.
Note-se ainda que muitas das árvores só “darão” sombras adequadas ao fim de alguns anos. É um daqueles serviços que se faz num determinado momento e cujo efeito só se avalia alguns anos mais tarde.
Procuraremos dar o “pontapé de saída” ainda em 2019.”
Para memória futura!

Share

Boas notícias

31 de Julho de 2019

HOSPITAL DE BEJA É PIONEIRO A TRATAR FIBRILHAÇÃO AURICULAR A SUL DO PAÍS

O Serviço de Cardiologia da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo realizou a primeira ablação de fibrilhação auricular pela técnica de crioablação na região sul.

Trata-se de um procedimento minimamente invasivo utilizado para corrigir esta perturbação do ritmo cardíaco através do isolamento elétrico das veias pulmonares na aurícula esquerda.

A Fibrilhação Auricular é a anomalia mais comum do ritmo cardíaco, mais frequente à medida que se envelhece. Estima-se que afete cerca de 1% da população, observando-se em 5% das pessoas com idade superior a 65 anos e em 10% com idade superior a 80 anos. (leia aqui)

Share

Passeio-transgressor

28 de Julho de 2019

Transcrevo do Facebook:”E pronto, já é OFICIAL: dia 24 de agosto, sábado, irei promover o grande passeio-transgressor “Pela auto-estrada do esquecimento”!!! Trata-se de percorrer em bicicleta a ligação fechada há dois anos e esquecida, como nós alentejanos, de Santa Margarida do Sado (vai ser giro passar na ponte!) até à auto-estrada! Programa: 7.00h saída de Serpa; 8.30h na rotunda de Beja; 10.00h rotunda de Ferreira; 11.30 desviamos os cones e passeamos! Em seguida almoço-convívio em Canal Caveira! Agradeço divulgação (ciclistas de Beja, Serpa, Aljustrel e Ferreira do Alentejo) e quem conhecer alguém na tv partilhe o evento! Talvez, com a idade, isto passasse, contudo agravou-se! Vamos divertir-nos e pode ser que alguém nos informe porque é que estamos tão esquecidos aqui no Alentejo!”
DIVULGUEM. PARTILHEM.

Share

Doces em Beja

22 de Julho de 2019


Saiba mais em https://7maravilhas.pt/beja/

O “Porquinho Doce” venceu e avança para as semifinais.

Share

Um comentário

18 de Julho de 2019

“Mas que elas existem, existem.
De todos os tamanhos, e para todos os gostos.
Claro que estamos a falar delas, as ratazonas.
Agora a sério.
Os serviços municipalizados da cidade, que já foram e ainda não há muitos anos a sua imagem de marca. Estão como que “adormecidos”, parecendo mesmo impossivel tirá-los do estado de intensa letargia em que se encontram.
O mote foi dado pelo senhor presidente da autarquia, ao dizer uma vez e outra perante as criticas de que o lixo e os dejectos caninos estão a tomar conta das ruas da cidade, que a situação afinal não é nem tão boa e nem tão má como a pintam.
Fez e faz mal. Muito mal. Isto porque afinal é ele em primeiro lugar que irá pagar esta fatura nas próximas eleições.
E talvez bastasse chamar à responsabilidade as chefias do sector do lixo e uma pequena campanha de sensibilização junto dos trabalhadores camarários e da população em geral.”

Share

As ratazanas em Beja são pontuais

15 de Julho de 2019

A Piscina Municipal de Beja tem sido “visitada”, nos últimos dias, por ratazanas. São vários os utilizadores que denunciam esta situação, que a Câmara Municipal diz ser “um problema pontual” e que ficará resolvido hoje, com a desratização programada para esta segunda-feira, dia de encerramento deste espaço, nas zonas envolventes à Piscina.
(Notícia RVP)
Aproveitando: não se importam de mandar limpar os esgotos? É que, neste caso, os odores não são nada pontuais. Beja agradece.

Share

Estar

14 de Julho de 2019

Share

Deitar lixo para os olhos

11 de Julho de 2019

Paulo Arsénio, com a sua habitual destreza em fazer publicações na página pessoal do Facebook, vem falar-nos do lixo no concelho, do lixo em Beja.
Nesse seu post/relatório, elenca vários números para garantir que “em 2018, primeiro ano completo do nosso mandato, foi aquele em que nos principais indicadores mais lixo se recolheu em Beja.” Ora, esta é daquelas que qualquer pessoa, não precisa ser presidente de uma câmara, poderia afirmar sem contestação. Porquê? Uma breve consulta ao sítio da Agência Portuguesa do Ambiente (aqui dados até 2017), dá-nos a conhecer que estamos a produzir cada vez mais lixo. É portanto óbvio que, se aumentam os quilos de lixo que produzimos, também aumenta o número de quilos recolhidos. Paulo Arsénio, tenta, assim, vangloriar-se através de uma lapaliçada.
Apesar desta tentativa de insuflar a “bolha de felicidade” em que vive, P.A. reconhece que a coisa não está bem. Ora por falta de pessoal (é um problema que a Câmara deve resolver), ora porque uma minoria de munícipes não colabora. Ocorreu-me dizer que estes munícipes tanto são “sujos” agora como o eram no tempo da governação comunista.
Há factos indesmentíveis: a cidade está cada vez mais suja, as sarjetas exalam cheiros que fedem, há ratazanas a passear pelas nossas ruas e as baratas fazem parte do nosso quotidiano. Como habitualmente, Paulo Arsénio coloca os predicados no futuro. Irá, irão, vai fazer-se, está planeado, etc…
No dia em que Arsénio deixar de perder tempo com a sua página no Facebook e começar a olhar a cidade com uma visão estratégica, pode ser que salve o mandato. Por enquanto, e já lá vão quase 2 anos, o balanço nada tem de positivo. E a culpa não é dos munícipes.

Share

A desfiliação de Pires dos Reis

10 de Julho de 2019

Se houver tempo escreverei sobre o que penso relativamente à actual situação do PSD na região.
Porém, será bom esclarecer que o pedido de desfiliação de Pires dos Reis foi feito após a reunião da Distrital. E não antes, como soa por aí. É óbvio, e sei-o por experiência própria, que esta decisão não é tomada de ânimo leve e é assumida após demorada ponderação. No caso de Pires dos Reis, houve uma gota que fez transbordar os limites da paciência. O resto serão especulações.

Share

Pires dos Reis abandona PSD

10 de Julho de 2019

Notícia da Rádio Pax:

Pires dos Reis deixou o partido descontente com a forma como foi gerido todo o processo de selecção dos candidatos às Legislativas de Outubro pelo círculo eleitoral de Beja.

A distrital de Beja do PSD escolheu como cabeça-de-lista Inês Guerreiro. Rui Rio impôs Henrique Silvestre Ferreira.

José Pires dos Reis diz que “não está disponível” para estar num Partido que é conduzido “pelo interesse de ilustres militantes”.

Share