Nov 18 2020

Da coesão

Publicado por as 12:17 em Geral

Cimeira “Amigos da Coesão” | Beja

Da Declaração de Beja saiu uma mensagem fundamental: “a política de coesão não deve sofrer qualquer corte no próximo quadro financeiro plurianual”, afirmou o Primeiro-Ministro António Costa no final da Cimeira que juntou no dia 1 de fevereiro, em Beja, 17 países da União Europeia “Amigos da Coesão”.

António Costa salientou também que “neste primeiro dia sem o Reino Unido na União Europeia tivemos um momento de manifestação da unidade e da coesão de 17 Estados desde o Báltico ao Mediterrâneo, desde o Atlântico ao Mar Negro em torno da afirmação da unidade da União Europeia e da política de coesão.

Entretanto, apareceu a pandemia e as notícias são estas:

“O plano de relançamento da UE para superar a crise da covid-19 está atualmente em suspenso, face a um veto, na terça-feira, da Hungria e Polónia, que contestam a condicionalidade no acesso aos fundos comunitários ao respeito pelo Estado de direito
O primeiro-ministro esloveno, Janez Jansa, apoia o veto da Hungria e da Polónia ao plano de relançamento da União Europeia (UE) face à covid-19 devido à condicionalidade do respeito pelo Estado de direito no acesso aos fundos.”

Não seria bom regressarem a Beja e relançar a coesão? No centro do sul iria repetir-se o sucesso de Fevereiro.

Share

Deixe Uma Resposta