Jul 24 2020

Hoje é o primeiro dia

Publicado por as 11:47 em A minha cidade


foto: daqui

É hoje inaugurada a conhecida como “praia de Beja”.
Calculo que seja uma alavanca para o almejado desenvolvimento da região, atraíndo novos investidores, que criarão alguns postos de trabalho, e que, muito principalmente, seja um factor que leve à fixação dos nativos, travando a progressiva “fuga” de pessoas, principalmente jovens, para fora do concelho.
Poderemos, assim, considerar este como o primeiro dia de um brilhante e risonho futuro para o concelho de Beja.
A inauguração ocorre às 15H00 e conta com a presença da Ministra da Agricultura. Até ao final de Setembro, Beja já tem como combater a canícula.
Viva!

Share

16 Resposta a “Hoje é o primeiro dia”

  1. José Maria P. diz:

    Pode não ser factor para isso tudo, nem tão pouco a razão de um “brilhante e risonho futuro”.
    Provavelmente, vai apenas ser um factor de melhoria da qualidade de vida da população, proporcionando um espaço de lazer digno.
    Causa azedume a quem não teve a ideia? Temos pena…
    É motivo de chacota para os “chamadores do diabo”? Temos pena…
    A inveja é uma coisa lixada e faz mal à saúde.
    Aconselho um mergulhinho na praia dos 5 Reis para refrescar as ideias, baixar o nível de bílis e ter uma noite mais descansadinha.

  2. João Espinho diz:

    @Zé maria- não acha que essa conversa do azedume já fede? Quanto à ideia, calculo, repito, calculo, que ela já teria surgido, mas para outro local.

  3. Zé de Beja diz:

    Já que este é o Blog das vulgaridades vou aqui deixar mais uma.

    Poucos são aqueles que conseguem deixar memórias que perduram no tempo, alguns até fazem tudo bem mas um erro e é por ele que vão ser recordados.

    Não sei o que vai acontecer até ao final do mandato deste executivo, nem sei o que poderá acontecer no próximo se os mesmos ganharem, mas uma coisa eu sei, que para memória futura ficará por muito tempo que foi no mandato do Paulo Arsénio que Beja ganhou uma praia.

    O presidente Carreira Marques fez muita coisa mas o que recordo foi o desastre do programa polis com a destruição de lugares emblemáticos, o P. Valente teve o azar de ser apanhado no meio de uma crise mundial, o J. Rocha ficará lembrado pelo depósito , o F. Santos nem do nome já me lembrava e agora, de repente, sem que lembrasse a ninguém P. Arsénio vai, para já, ficar lembrado pelo presidente que deu uma praia a Beja.

  4. atento diz:

    O presidente que deu uma praia a Beja.
    Acha mesmo que é uma praia fluvial que vai ficar para a história de Beja como a obra de um mandato?
    Muito pobre será esse mandato se assim fôr.

  5. Mira diz:

    ZÉ DE BEJA – – – Para o ano falaremos do sucesso ou incussesso da Praia dos 5 Reis.
    Uma coisa já o Arsénio ganhou, o de Presidente da Cidade mais suja e esburacada do País.

  6. Zé de Beja diz:

    Que pena o sr Atento não ser primo do sr Perspicaz porque tinha concluído que o meu comentário nada tem a ver com uma avaliação politica mas sim com uma banal vulgaridade.

    Ainda há quem se lembre da Benvinda, suponho que mais uma geração e ficará esquecida, isto para dizer que o que perdura na memória popular terá a ver com a sua relevância.

    Deixe-me exagerar os exemplos…, vamos supor que o P. Arsénio era um individuo irascível e nas reuniões com a oposição ameaçava de porrada quando era contrariado, ou que o mesmo P .Arsénio com aquela cara de santo era afinal um galifão que levava o tempo a cortejar as funcionárias da câmara, seria recordado por algum tempo por essas características.
    Se no entanto o humilde do P. Arsénio desse um desfalque no município de 1 ou 2 milhões se calhar era recordado por muito mais tempo.

    Quando falamos na Praia de Beja, vem-me logo à ideia, e suponho que a muitos, a mítica praia de Messejana, pelo improvável da situação, uma praia em pleno Baixo-Alentejo.

    Podia ter sido feita antes, podia ser feita depois, é boa, é má, serve, não serve, é relevante ou não, não é o que está em questão, o que eu estou a dizer é que na memória popular por muito ou pouco tempo, e para já, o P. Arsénio é o presidente da praia….de Beja, não confundir com a de Messejana.

  7. GONÇALO MARQUES diz:

    Fiquei sinceramente emocionado ao ver a fotografia de Família das Arsennettes, enquadradas pela praia.

  8. Zé de Beja diz:

    Mira…espero que não, julgo que há coisas mais importantes que podemos estar a falar para o ano ou próximos anos, a começar pelas restantes obras que estão programadas, o mercado municipal, que bem precisava, ou da piscina que me parece ser uma obra com algum peso orçamental.

    Para dizer verdade o que eu gostaria de estar a falar para o ano era de uma estratégia consertada e se possível unânime de atracão de investimento, criação de emprego, preservação ambiental, diferenciação na saúde com ênfase na 3ª idade e tantas outras coisas.

    Quanto aos buracos e sujidade, eu sei que estamos a evitar deslocações e, se calhar, o senhor não sai de Beja à algum tempo, porque o que eu vejo por todo o lado onde vou é lixo e mais lixo que até dá a ideia das pessoas estarem cada vez mais porcas quando devia ser precisamente o contrário.

    Não me atrevo a falar em acções de boicote consertadas e desinformação planeada porque senão surgem os caça fantasmas.

  9. Mira diz:

    Zé de Beja – a forma incompetente como a CMB tem gerido este assunto concerteza que será um dos motivos pelo quais não teremos os comerciantes/empresários interessados a regressar ao Mercado.

  10. ALVARITO diz:

    E eis o caos na Praia dos 5 Reis.
    Ontem, segundo dia de funcionamento conhecidos Carmistas envolveram-se violentamente a pancada com membros de sucursal de St Vitória.
    Resultado – uma cabeça bem rachada.

  11. João Espinho diz:

    @alvarito – eh pá, muitáfrente. É assim uma espécie de Praia da Oura by night.

  12. Ah pois é! diz:

    @Alvarito – como foi a primeira vez em meio século que me dou conta de violência entre tais indivíduos esclareça lá, foi por causa das bolas?
    Penedo Gordo é considerada aldeia ribeirinha?
    Gostou da praia ou não foi lá ver?
    @Mira, são só 28kms, dê um pulinho a Serpa (sim, já é cidade, mas não vamos por aí)!
    @Zé de Beja o baixo alentejo é o alentejo que tem praias (costa marítima) e os residentes no seu litoral também são baixo alentejanos de plenos direitos.
    Quanto às obras que refere, já abriu o estádio? Mais dum ano para uma obra de 2 meses, não acredite ver muito mais até ao fim do mandato!
    @João Espinho o azedume já fede mas, ouvi dizer que a praia vai ter atividades culturais e isso reduz o fedor.

  13. João Espinho diz:

    @ah – atividades culturais são sempre boas, principalmente em Beja, onde se “confinou” a cultura.

  14. Bejense diz:

    Ora aqui está uma coisa em que ninguém fala. Noutras cidades mesmo com restrições vai-se fazendo qualquer coisa. Aqui em Beja parou quase tudo tirando uns espectáculos do Lendias. Nem com uma chefe nova na cultura a câmara sai da cepa torta em que já estava mesmo antes da pandemia. É um desconsolo.

  15. MuitoAtento diz:

    A chefe da cultura não veio de Évora, a senhora continua em Évora e trabalha a tempo inteiro no facebook e no «insta grande».
    É especialista em touradas, saúde proteção civil.

  16. Sr. Gomes diz:

    Olhem hoje fui à praia ver a coisa e até gostei. E não é que estava com muita malta por lá, mais velhos e muitos jovens?!! Pensava que aquilo tava fraco mas nem com o acesso assim duvidoso a malta se aborrece.
    Não fui à agua porque tenho receio da ecolli e etc, mas nem mesa havia para beber uma jola

Deixe Uma Resposta