Jun 25 2020

E como foi?

Publicado por as 11:59 em A minha cidade

“A Câmara Municipal de Beja [CMB] adjudicou, a uma advogada, a prestação de serviços jurídicos, no âmbito dos contratos de habitação social (rendas em atraso), por ajuste direto, no valor de €17.500,00, com a duração de 180 dias”.
Passado o prazo da prestação de serviços, ocorre-me perguntar: Ficou tudo resolvido? Os 17.500 foram um bom investimento camarário? Calculo que sim.

Share

11 Resposta a “E como foi?”

  1. atento diz:

    Mais este : http://www.base.gov.pt/base2/rest/documentos/533519

  2. João Espinho diz:

    @atento – estou a ver 😂

  3. Antoninho diz:

    A advogada foi viver para o Algarve.

  4. João Espinho diz:

    @antoninho – e acabou o serviço? Ou etam precisos mais meios e tempo?

  5. Matilde diz:

    É assim 17500×0,23=21525.
    São (foram), afinal, 21 525€, mas as dívidas em causa eram, e são, incobráveis.
    A maioria dos processo referem-se a rendas de dezenas de euros, que nem pagam o material das certidões e quando se chega ao fim, há que concluir que o processo está prescrito.
    Chama-se a isto pagar para fazer de conta que se trabalha muito.

  6. João Espinho diz:

    @matilde – e o edil presidente deu alguns esclarecimentos públicos sobre o assunto?

  7. Vargas diz:

    Dá um ordenado mensal superior a um Director de Departamento, nada mau!…Não é para todos, uma prestação de serviços com esse nível salarial!…Falta só saber se foi efectivamente proveitosa, com retorno palpável para a edilidade.

  8. #eutambemnãoqueropagar diz:

    Matilde, prescreveu?? Agora quem deixou prescrever é que devia pagar. Essa técnica de não pagar o que se deve é muito conhecida, quem quizer que enfie a carapuça.

  9. Viriato diz:

    Arranjinhos à moda do PS,.
    No ano seguinte o doce foi para a colega cobrar as dividas da habitação social.
    Cobrou as dividas ou despejou as pessoas? Alguém sabe se a despedida da CPCJ coincidiu com o terminus do contrato?
    A Dr M Céu também esteve na CPCJ há uns anitos, era presidente.
    As Mulheres Socialistas limpam tudo.

  10. valentim diz:

    Caro @viriato- Infelizmente já vai sendo feitio, mais do que defeito (e nenhuma força partidária provou o contrário).
    No fundo é preciso que a rapaziada se sustente na sustentação do sistema (como diz a canção). O resto que se lixe, que a malta que não governa a vida é tola!…Não será politicamente correcto afirmá-lo de modo explícito, mas ainda assim, vamos tendo olhos na cara e miolos para pensar!…Uma porra de status quo, que só serve para alimentar oportunismos mais do que resolver os verdadeiros problemas das populações que pagam impostos para alimentar este bando de chacais!

  11. MaRem diz:

    As advogadas não fizeram só as cobranças das dívidas do mercado e habitação social, fizeram tambem o processo para cobrar uma dívida no parque de campismo em que um senhor esteve acampado e não pagou.
    Só com a intervenção destas juristas a cobrança vai ser feita, concerteza.
    As 2 advogadas contratadas por este executivo vão acabar com os caloteiros da Camara.

Deixe Uma Resposta