Jun 30 2020

Afinal…

Publicado por as 12:10 em A minha cidade

“A Câmara Municipal de Beja revela, em comunicado, que o Parque Fluvial dos Cinco Reis abre ao público a 24 de julho e frisa que até lá o espaço está interdito à utilização pública.”

A cidadã/vereadora não quer saber de interdições. Não resistiu e foi molhar os pezinhos. Os bons exemplos surgem sempre de forma inesperada…

Share

13 Resposta a “Afinal…”

  1. KIKO diz:

    as Arsennettes estão excitadissimas com a abertura da praia dos 5 Reis, encontrando-se já esgotados os bikinis nas melhores boutiques de Beja.
    A expectativa é grande sobre a cor da sunga de Paulo Arsénio,ja existindo apostas entre o salmão e o azul bebé.

  2. bejense diz:

    Mas afinal é parque fluvial ou praia fluvial?
    O presidente e a vereadora escrevem parque, mas os serviços da Câmara chama-lhe praia nos contratos do portal Base :

    Aquisição de Torre de Vigia Tipo I, Painel Informativo e Ecopontos para a Praia Fluvial de Cinco Reis
    Equipamento diversos (fornecimento e montagem no plano de água de um sistema de sinalização de segurança balnear para a praia fluvial de cinco reis
    Aquisição módulos pré-fabricados para criação de área de isolamento Covid-19, para assistente de praia e para arrumos para a Praia Fluvial de Cinco Reis
    Aquisição de Equipamento para o Bar da Praia Fluvial de Cinco Reis

    Entendam-se, porra!

    E há quanto tempo o pessoal vai à praia durante as obras? Só agora é que a câmara a interdita? Esteve distraída?

  3. Vitor Paixão diz:

    Caramba que também pergam por tudo. De certeza que aquela foto foi tirada lá? Aliás, será o pé da Sra. Vereadora? E ainda que seja, repito, foi lá ou noutro local? E ainda que tivesse sido lá, pegar numa situação destas para politizar e dizer mal? É pá, sejamos um pouco mais sérios e foquemo-nos e critiquemos o que realmente importa. Parque? Praia? Quero lá saber, desde que sirva para usufruto dos bejenses e de quem lá for, em condições de salubridade e segurança é concerteza um equipamento bem vindo e que traz uma mais valia ao concelho. Não pode valer tudo. Vá, podem começar a bater.

  4. João Espinho diz:

    @vitor – um olhar atento à fotografia deve desfazer-lhe as dúvidas.
    O que está em causa é a proibição de utilização do espaço, com a qual concordo, e o facto de a vereadora publicitar em post público o desrespeito por esta proibição. Tanto é politiquice o meu post como o é o da vereadora. A não ser que só se olhe para o lado que mais interessa, que parece ser o caso do Vitor. Pronto, pode continuar a bater.

  5. Vitor Paixão diz:

    Como referi, ainda que seja o pé da Sra., ainda que seja na Praia, Parque ou o que lhe queiram chamar, não encontro qualquer violação do que quer que seja e muito menos motivo relevante para a vida politica do concelho; é este o meu lado quanto a esta “matéria”, o da minha opinião. A Sra. até pode, como parece, estar a relevar a (quase) concretização de um equipamento para cujo desenvolvimento contribuiu e do qual se orgulha e não vejo mal nenhum nisso. Aquando da minha passagem pela Junta, se havia coisa que me dava satisfação era a conclusão de obras e matérias importantes para os fregueses (e que pena tenho de não terem sido muitas mais), como tal, independentemente de poder ser criticada não vejo mal nem na foto nem no (eventual) contentamento em estar convicta que fez algo de positivo. Eu tento sempre olhar para o lado do que considero razoável, ainda que por vezes não o consiga e também falhe. Abraço e paz.

  6. João Espinho diz:

    @vitor – cada um com o seu olhar, cada qual com o seu ponto de vista. Amén e abraço.

  7. cuíco diz:

    26 graus? Monte Gordo, já foste.

  8. João Espinho diz:

    @cuíco – Não troco os 20⁰ do Algarve por estes 26.

  9. Almeida diz:

    É uma grande verdade essa da vida dar muitas voltas, até o Paixão volta a estar apaixonado pelo PS e pelo Arsénio. Até fico satisfeito pois tem alguma inteligência para que o PS de Beja tenha alguma lucidez.

  10. Zero diz:

    Por falar em maus exemplos, e os cidadãos/vereadores da CDU dentro do mercado sem máscara, seria aquela a distância de segurança correta? Será mesmo o pezinho de cinderela que vai prejudicar assim tanto as pessoas?
    Já agora praia ou parque. É um parque que tem uma praia, balneários, bares, cafés, lojas dos 300 e o que mais lá quiserem meter… é assim tão difícil?
    O parque da cidade tem um lago, tem um bar, tem um restaurante um parque infantil e por aí a fora!

  11. Vitor Paixão diz:

    @Almeida – olhe que não Almeida, olhe que não, basta acompanhar as minhas publicações facebookeanas. Quando entender que devo criticar fá-lo-ei sem reserva tal como fiz há menos de uma semana relativamente à (ausencia de) politica cultural para a cidade durante este Verão que quando comparado com uma foto de um pé numa poça de água é muito mais importante. Mas nunca tive problemas em também enaltecer o que considero bem feito e principalmente em dar opinião segundo o que a minha consciência dita. Há muitas poucas coisas nesta vida pelas quais estou apaixonado mas essas poucas valem bem a pena.

  12. lição de tango diz:

    Na minha modesta opinião, uma grande lição de lucidez de Vítor Paixão, em todos os aspetos. Muito bem.

  13. Vipax diz:

    Então qual é o problema, não pode molhar o pé?
    Vejo um pé direito normal, não há evidência de qualquer anomalia ao nível do 1.º, 2.º, 3.º, 4.º e 5.º metatarso direito. Logo, pode molhar os pés, se o esquerdo não tiver qualquer lesão.

Deixe Uma Resposta