Abr 09 2020

Arsénio – A terra treme-lhe debaixo dos pés

Publicado por as 15:11 em A minha cidade

Já aqui o referi diversas vezes: Paulo Arsénio, Presidente da Câmara de Beja, vive enclausurado numa “bolha de felicidade”, onde só consegue ver o que lhe está confinado nessa bolha, respirando do oxigénio que alguns lhe vão insuflando para dentro da bolha. Só que, dado que a bolha vai ficando cada vez mais opaca, Arsénio já não vê nada mais do que aquilo que a sua cegueira política/partidária vai ocasionalmente permitindo. De vez em quando sai da bolha e os disparates são consonantes com o seu distanciamento da vida real. Enquanto somos nós, cidadãos interventivos, a apontar-lhe erros, ele ignora, ou faz que ignora, mandando os serviçais saltar em sua defesa.
Porém, quando as críticas partem de um “peso-pesado” da sociedade bejense, o edil fica fulo e sente a terra a tremer-lhe debaixo dos pés.
Deve ter sido por isso que reagiu de forma tão assertiva, mas inócua, ao que João Paulo Ramôa disse em programa de opinião na Radio Pax.
E o que é que JPR disse?
1 – Que o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil (PMEPC) foi acionado tardiamente.
2 – Dando como exemplo a situação dos lares, que têm vindo a ser cada vez mais afetados com o novo Coronavírus e porque se trata de uma população mais vulnerável, João Paulo Ramôa não acredita que exista uma estratégia da CMB que, deveria estar descrita no Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, para os lares e IPSS-Instituições Particulares de Solidariedade Social regionais.
3 – Em relação à desinfecção dos espaços públicos por parte da autarquia, o comentador lamenta “a falta de higienização junto aos locais que as pessoas ainda frequentam, com os produtos à base de lixívia que permitem matar o vírus. Não é higienizar as ruas, os passeios ou as fachadas dos edifícios, isso não faz qualquer sentido (…), devem-se higienizar os espaços que as pessoas ainda frequentam, como as farmácias e os supermercados.
4 – O Bairro das Pedreiras, em Beja, local onde existe uma comunidade de etnia cigana “muitíssimo vasta JPR diz ”Não acredito que exista algum plano para que no dia em que apareça um infetado naquele bairro se possa acionar algo com pés e cabeça (…). Era preciso uma abordagem e um plano perfeitamente radical para aquele bairro de modo a evitarmos ao máximo que aquela bomba relógio possa explodir”.

Paulo Arsénio, como habitualmente, recorreu à sua conta pessoal no Facebook, para debitar uma extensa epístola, prontamente aplaudida pelos seus diáconos, onde tenta contrariar os factos apontados por JPR.
Mas há na missiva de Arsénio uma afirmação que me deixou intrigado.
Diz ele: “Pelos vistos a prática de Rui Rio ao longo deste processo não fez escola localmente.”
Como eu o percebo e aos seus apaniguados: quando estão à beira do precipício, e a terra lhes treme sob os pés, agarram-se à bóia de salvação, que julgam ser Rui Rio.
Quem pensa que os socialistas agradecem a postura responsável de Rio, está enganado.
Veja-se o alto nível de Ana Catarina Mendes:

Quando terminar esta situação de emergência, muita coisa se ficará a saber. E aí sim, Paulo Arsénio poderá dizer que é um “saco de porrada” (expressão do próprio).

ADENDA: esqueci-me de referir que Paulo Arsénio tem por hábito bloquear no seu facebook as vozes incómodas. Eu faço parte da lista, o que me dá diversos privilégios.

Share

32 Resposta a “Arsénio – A terra treme-lhe debaixo dos pés”

  1. Viriato diz:

    @€spinho, pelos vistos estamos todos a viver nas nossas bolhas, o PA na da “felicidade” segundo a sua opinião, o Espinho na do “ódio selectivo”, na minha opinião, e o JPRamoa na do oportunismo politico, segundo as próprias declarações.

    Felizmente raros teem sido os aproveitamentos politicos desta situação e, a nível nacional, o posicionamento de todos os partidos tem sido exemplar há excepção do A Ventura que continua na bolha dele.

    A Radio Pax forneceu um palco de opiniões e JPR ao invés de se colocar no lado da solução resolveu retirar dividendos politicos vá se lá saber porquê.

    O Espinho, tão serviçal como aponta aos outros, resolveu focar a resposta de PA ao invés de fazer um olhar critico ao posicionamento de JPR que só pelo facto de fazer um aproveitamento politico era o suficiente para ser criticável.

    No entanto prefiro questionar algumas das considerações do JPR a começar logo quando afirma que se fosse presidente as coisas eram organizadas e comandadas por uma só pessoa….ao bom estilo Trump, quando já se viu que isto é uma situação nova e bastante complexa que precisa de contribuições pluridisciplinares.

    Segundo, quando, tal e qual o seu camarada de Ourique, quer tomar medidas e acções ao mesmo nível do que se passa no resto do pais, até me sinto envergonhado com este tipo de posicionamento, numa região que felizmente não tem sido assolada por um descontrolo pandémico, estar a choramingar e exigir medidas de intensidade idêntica ao que se passa em alguns locais nacionais.

    Por fim, e o mais grave, foi a história da bomba relógio das pedreiras.
    Não sei se JPR pensa que somos todos estúpidos mas para quem minimamente procura estar informado sabe que o virus não é de geração espontânea.
    Ou seja, para o virus entrar nas Pedreiras era preciso que alguém tivesse tido contacto com o mesmo, ora , que eu saiba , os casos existentes em Beja não me parecem de grandes convívios com os habitantes das Pedreiras , seria melhor JPR reflectir e pensar quem seriam os infectados e potenciais bombas relógios se os portadores de Cov 19 de Beja não estivessem recolhidos sob vigilância.

    Se JPR fosse honesto politicamente e quisesse apontar como possíveis locais de perigo, em vez das Pedreiras onde julga poder facturar alguns pontos a seu favor, tinha mencionado os núcleos de trabalhadores rurais espalhados por ai, que , esses sim tem suscitado alguns problemas a acreditar nas noticias que davam conta de casos no Algarve de indivíduos originários de explorações agrícolas do Alentejo.

    Haja saúde….e paciência.

  2. João Espinho diz:

    @viriato – haja saúde… e muita paciência.
    Se tivesse paciência respondia-te. Mas a mesma já me vai faltando para responder a uma arsenete. Boa Páscoa.

  3. Lelia pestana diz:

    Gostei da frase:
    ” mandando os serviçais saltar em sua defesa “.

    Faltou dizer : aqueles que direta ou indiretamente entraram num percurso ascensional que nunca imaginaram.

    Ainda a propósito, li algures num comentário que o PSD nacional parece que acordou agora e decidiu ser um partido sério.
    Que quererá isso dizer já que também o Presidente Paulo Arsenio refere o Presidente do PSD  quando diz que ” pelos vistos a prática de Rui Rio ao longo deste processo não fez escola localmente.” ?

  4. Paulo Arsénio diz:

    Extraordinário… de facto.
    “Muita coisa de ficará a saber”. O quê caro João? O que de tão extraordinário se ficará a saber?
    Diga. Não deixe no ar… diga que trafulhices ou outras coisas acho que cometemos? Seja corajoso homem… liberte-se dessa prisão de ódio de uma vez por todas.
    O que acha “andamos a esconder” afinal?

    De resto sim, tenho 11 bloqueados o que entre 4.000 pessoas que aceitei no meu FB é residual. Alguns perfis falsos e outros por – entre os quais o Sr.Espinho -, por outros motivos.
    Voz incomoda? Não creio. Cada vez que escreve, acho que as pessoas, que são inteligentes, percebem melhor o que norteia cada um de nós.
    E em 48 anos o chão nunca me fugiu debaixo do pés. Porque nunca estive de mal com a vida…
    Boa Páscoa a todos.

  5. João Espinho diz:

    @arsénio – não ponha na minha boca aquilo que eu não disse. Não falei em coisas extraordinárias, não mencionei trafulhices. E não, não é o ódio que me move. Motiva-me, isso sim, detectar, e exteriorizar, uma quase absoluta incompetência para fazer de Beja uma capital de Distrito. Faça um balanço sério e diga, objectivamente, o que já foi feito para que o marasmo que se criticava ( e eu critiquei) nas gestões comunistas, onde só dávamos conta de festas, festejos e… o derrube do depósito, tenha sido alterado. Não basta apregoar o “centro do sul”, que se parece tanto com a alma criativa e outras idiotices do antigamente.
    Aquilo que vamos ficar a saber é tudo aquilo que, desde o aparecimento da pandemia, deveria ter sido logo feito e não foi, sempre na expectativa das directivas emanadas do Politbüro socialista. É nestas ocasiões, de crise grave, que se conhecem os verdadeiros líderes, que se distinguem daqueles que vivem ao sabor dos acontecimentos, não os sabendo, por incapacidade, antecipar e preparar as condições para “evitar o pior”. Louvo-o, pelos milhares de “amigos” seguidores no Facebook. E parabéns por os bloqueios não serem exponenciais. Sinais dos tempos.
    Boa Páscoa para si e todos os seus.
    Adenda: eu disse que a terra lhe tremia sob os pés. Se lhe foge ou não, o tempo o dirá.

  6. Armindo diz:

    Penso que o mandato de Paulo Arsenio tem sido mau , com falta de capacidade de liderança, limitando-se a praticamente apresentar obras no papel , e deixando-se rodear por algumas pessoas indesejáveis.
    Agora o Eng. Ramoa , com tantos telhados de vidro , vir armar-se em “guardião de reino ” numa altura dramática para todos !!???
    Sendo o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Beja , por acaso já pensou em mobilizar esforços e tentar agregar vontades de forma a resolver o problema do gueto do bairro das Pedreiras ?? Só agora é que se lembra das Pedreiras ??

  7. # FIQUE EM CASA diz:

    Discussão das comadres ou compadres e descobrem-se as verdades.

  8. antonio diz:

    Eu trabalho no concelho de Santiago do Cacem e sigo as redes sociais da CM e do Presidenta da Camara, sei todo o que se passa no concelho, aconselho-o a seguir para ver o que é serviço publico. Moro em Beja sigo as redes sociais e a Pagina do presidente, e….., acho ainda que o presidente , como a maior parte das pessoas de bem se questiona todos os dias como ganhou as eleições..!!!, é de uma pequenez atroz, picanino. Moro em beja, e não faço ideia do que aquela duzia de pessoas faz por uma cidade que é sede de distrito, zero. Admiro quem trabalha, não me revejo em qualquer política de esquerda, mas admiro que trabalha para as pessoas, ver CM de Santiago do Cacem, por exemplo. Sor arsenio vá aprender, em vez de se consumir e perder o seu tempo a responder ao sor espinho, vá fazer alguma coisa de util, deixe de ser inutil… um seu munícipe farto de da sua pequenez e de continuar a deixar a Capital do Baixo Alentejo entregue à sua sorte. No mínimo faça por “arranjar” o principal acesso (uma vergonha alem de ser a única capital de distrito sem um AE, chamar aquilo uma estrada é ofender uma vala de enxugo) à sua cidade,. Tenho pena de entregar a CM aos comunistas nas próximas eleições, que naturalmente farão melhor que voce, certo que eu uma pessoa de direita e à falta de alternativas teria que contribuir para essa realidade.
    À falta de melhor desejo ao Sinhor uma Pascoa Feliz e aproveite este tempo para pensar e meditar no que anda cá a fazer.

  9. MARIA FLORES diz:

    Quando diariamente observo as diversas intervenções do Dr. Paulo Arsênio nas redes sociais penso que devemos estar em presença de um Super-Homem. Para um 1 responsável de uma autarquia de uma capital de Distrito , com a brutal carga de trabalho que teoricamente terá , perder ainda horas nas redes sociais a responder , a maior parte das vezes , a alguns/mas patetas que por ali navegam.
    A CMB não tera um Gabinete de Imprensa que se ocupe desses assuntos ??
    Talvez seja preferivel , que nas próximas autarquicas , o PS proponha um outro candidato , mas com a certeza que contratará o Dr. Paulo Arsênio para responsável do Gabinete de Imprensa e Redes Sociais.
    Quanto ao Eng Ramoa nem comento pois é peça velha e bem conhecida.
    Admira-me é o silêncio do sempre interventivo Presidente da Distrital do PSD , ao não aparecer a terreiro a solidarizar-se com essa eminência parda do PSD.

  10. António Simões diz:

    O Sr. João Paulo Ramôa se está tão preocupado com esta comunidade, porque é que não os alberga nas instalações da sua empresa que estão mesmo em frente ao bairro das pedreiras? Ou no terreno que também lhe pertence e que está ao lado destas mesmas instalações? Aproveitando que o Sr. Presidente da CMB comenta o que é aqui escrito, pode-me esclarecer porque é que este terreno que foi cedido pela CMB ao Sr. JPR, para expansão da sua empresa, está à venda por aproximadamente 1 Milhão de Euros? Não seria um caso, entre outros, para solicitar a reversão do mesmo para a CMB? Invocando o motivo que não foi utilizado para o fim a que se destinava? Perde-se muito tempo com politiquices e a mandar a areia para os olhos dos outros.

  11. Pedreiro diz:

    Na sua habitual crónica do Facebook o Sr. Presidente relata que realizou uma rápida visita ao bairro das Pedreiras .
    Provavelmente lembrou-se que aquele amontoado de pessoas existe após aquela troca de bolas com o Eng .Ramoa , o qual como Provedor se tem positivamente borrifado nas Pedreiras.
    Por ultimo o dignissimo Presidente informa que foi acompanhado , na rápida visita ás Pedreiras , pela Vereadora Marisa , Senhora que ainda ninguém percebeu o que efectivamente faz na CMB , a não ser completar o ramalhete nas fotografias.

  12. Áurea Tacho diz:

    Não falem mal do meu amigo, se falarem eu mostro o meu poder de argumentação através de palavrões…

  13. Aquiles diz:

    @Antonio Simoes – está muito mal informado acerca da titularidade desses terrenos/imoveis.
    Actualmente deverão estar registados em nome de algum Banco.

  14. Carlos diz:

    Aí tanta dor de chifre que por aqui anda…. O desespero leva a que se digam as maiores parvoíces. Já não falta muito tempo para levarem outra dose e incharem tipo sapo mais uma vez. Tratem se e fiquem em casa, assim não vão lá.

  15. João Espinho diz:

    @carlos – fala de chifres? É douto na matéria, não? Esse tipo de argumentação era o usado por alguns PC’s. Parece que alguns PS’s se sentem inspirados. Cuide-se.

  16. Carlos diz:

    JE, por acaso sou douto na matéria, fui forcado. A dor destes é igual à sua, uns frustrados que vivem amargurados toda a vida movidos pelo ódio. Para vocês está um lugarzinho no inferno. Mas ainda lhe digo mais, eu até compreendo a sua amargura JE, mas infelizmente a tal senhora não apanhou o lugar. Resta esperar pelo próximo táxi. Passe bem e boa Páscoa

  17. João Espinho diz:

    @carlos – olé. Andam mesmo desorientados. Em cada esquina vêem um filme carregado de ódio. Nesse filme já se estão a destacar dos vossos antecessores. Cuidem-se.

  18. Carpinteiro diz:

    @pedreiro, para sua informação o PA é a vereadora foram às pedreiras, antes do JPR abrir a boca (aqui para nós era melhor que tivesse ficado calado, pois como Provedor da SCM deveria estar na linha da frente. Até como cidadão que já foi representante de um governo na cidade, deveria ter dado o exemplo).
    Não sabe o que a vereadora faz na CMB? Anda desatento, só olha para as fotografias e emprenha pelo ouvidos (e alguns olhos). Mas como não quero que lhe falte informação, fique a saber que a CMB está fechada desde quinta feira e que não houve um dia em que as pessoas a quem você tem estado a tentar denegrir, tenham saído de lá antes das 18h e certamente estiveram a zelar por si. Deus lhes dê paciência e um paninho para a embrulhar, para aturar os #€&@% dos pedreiros.
    Agora pergunto eu, que tem feito você para ajudar o próximo? Tem sido solidário? Tem sido responsável?

    Em vez de vir para aqui destilar, saia do sofá, deixe de coçar a micose e seja útil.

  19. João Espinho diz:

    @carpinteiro – muda de nome mas esse síndrome de arsenete não tem cura. Desta vez destilou ódio. Coma umas amêndoas, para a coisa ficar mais doce.

  20. Trabalhador da CMB diz:

    @ Carpinteiro, além de sua Excelência defender os eleitos da instituição onde trabalho, pergunto:

    Que fez até agora sua excelência em prol da sociedade, que tomadas de decisão colocou em prática e no terreno para se associar e dar contributo às causas sociais???

    Fico a aguardar a sua resposta e não invente causas sociais onde não participou.

    Obrigado!

  21. Rui diz:

    @carpinteiro — linguagem tipica de Arsenette , e pela termos utilizados, facilmente indentificados com a cabeça de cartaz das Arsenettes. Ainda está aborrecidinha com os 750 € que os juristas têm que pagar ao Governo do seu camarada Costa ?
    Para não estar demasiado tempo a coçar, no sofá , peça ao Paulinho que lhe arranje uns contratos para emissão de alguns pareceres juridicos.

  22. Lelita diz:

    Se a minha memória não me engana , não terá sido no tempo do Ramoa como Governador Civil , que a A….. Tacho se pavoneava , no Governo Civil , como assessora/assistente/ conselheira politica. não me devo enganar. agora vir cuspir no prato onde se comeu , é que está mal.

  23. Matilde diz:

    Daqui a pouco tempo cuspirá no prato onde come atualmente.

  24. Mario Lima diz:

    @Trabalhador da CMB- A CarpinteirA vai facturando á CMB umas prestações de serviços .

  25. Jacinto Leite Capelo Rego diz:

    CMB -> 1 técnico superior/área de Direito – Contrato por tempo indeterminado:
    1ª Ronda -> Candidatos Admitidos: A… Tacho
    2ª Ronda -> Candidatos que faltaram à prova de conhecimentos: A… Tacho

    WTF? O que aconteceu aqui? Estava tudo a correr tão bem… Não é o procedimento normal para estes conects… Se calhar foi mesmo falta de requisitos para a prova em questão…

  26. João Espinho diz:

    Caros leitores/comentadores – não se distraiam apontando A. como comentadora. A. só aqui virá comentar num impulso de raiva. E ainda não é o tempo para o fazer.

  27. Praça da República » Frases da semana diz:

    […] 1 – “Por fim, e o mais grave, foi a história da bomba relógio das pedreiras. Não sei se JPR pensa que somos todos estúpidos mas para quem minimamente procura estar informado sabe que o virus não é de geração espontânea. Ou seja, para o virus entrar nas Pedreiras era preciso que alguém tivesse tido contacto com o mesmo, ora , que eu saiba , os casos existentes em Beja não me parecem de grandes convívios com os habitantes das Pedreiras , seria melhor JPR reflectir e pensar quem seriam os infectados e potenciais bombas relógios se os portadores de Cov 19 de Beja não estivessem recolhidos sob vigilância.” – Comentário de Viriato aqui. […]

  28. João Espinho diz:

    @viriato – leu a resposta do PR ao “camarada de Ourique”?

  29. Viriato diz:

    @Espinho, não, onde posso ler?
    Gosto, dentro das minhas limitações, participar nas discussões, comentários e polémicas.
    A maior parte das vezes comento assuntos nos quais discordo do que foi lançado à discussão, mas, se estiver enganado, peço desde já desculpa, procuro argumentar pela minha cabeça, boa ou má, sem ofender ninguém.
    Quando acontece alguma contra-argumentação que eu considere abusiva, ou não respondo ou sou um pouco mais brusco… não tenho sangue de barata.
    Se não for pedir muito gostava que deixasse de me tratar por Arsenete, o sr não me conhece ao ponto de me poder definir. Eu defendo o PA quando achar que o devo fazer assim como o defendo a si se o tenterem calar …o que não faz de mim Espinhete….LOL

  30. João Espinho diz:

    @viriato- anda distraída. Uma busca atenta e encontrará transcrição da reacção do PR. Quanto a arsenete, você sabe que eu sei que você é uma líder no seio do arsenismo.
    Comeu as amêndoas como sugeri?

  31. Viriato diz:

    @Espinho, não gosto de amêndoas….eu é mais tinto.
    Está a dar tiros….ao lado…literalmente….ao lado.
    Só não uso o meu nome porque sou aqui relativamente recente mas ao fim de algum tempo reparei que há aqui malta que facilmente “destrata” um individuo por dá cá aquela palha e eu, sinceramente, não estou para me chatear.
    Espinho, como dizia o outro “é só fazer as contas”, eu tenho barba, e rija, e essa tal Arsenete acho que a conheço de algum lado….LOL

    PS: Acabei de ouvir o o JMJudice….não o percebi….tenho que estudar mais….ou não.

  32. Zeca diz:

    Viriato/a olhe que tambem existem arsenettes de sexo masculino.

Deixe Uma Resposta