Mar 24 2020

COVID-19 em Portugal – ACTUALIZAÇÃO

Publicado por as 14:50 em COVID19

Acompanhe aqui a evolução dos dados provenientes dos boletins diários oficiais da Direcção Geral da Saúde.

1 – Primeira vítima nos Açores * faz aumentar mortes em Portugal para 30. É o balanço mais recente da Direção-Geral da Saúde. São mais 302 casos e mais sete mortes do que na segunda-feira. Já há 22 pessoas recuperadas.
Os dados da DGS indicam que estão confirmadas nove mortes na região Norte, 11 na região Centro, oito na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve, revela ainda o boletim epidemiológico diário. Têm entre 40-49 anos (1), 50-59 anos (2), 60-69 anos (1), 70-79 anos (14), +80 (11).

2 – A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo vem, em nota de imprensa, informar que se tem estado a preparar para fazer face à pandemia Covid-19, estabelecendo circuitos seguros de atendimento, triagem e encaminhamento de doentes.
“Não havendo, à data, casos confirmados no distrito de Beja, é importante esclarecer que para os doentes que venham a necessitar de internamento, existem, e estão já estabelecidas, no Hospital de Beja, áreas exclusivas, com circuitos próprios e com equipas de saúde devidamente preparadas para receber os doentes, ou seja, temos a capacidade de internamento instalada”.

3 – Os profissionais do Serviço Nacional de Saúde sentem-se desrespeitados pelo Governo. Na segunda-feira, em entrevista à TVI, o primeiro-ministro, António Costa, garantiu que “até agora não faltou nada e não é previsível que venha a faltar” na prestação de cuidados aos portugueses durante a pandemia de covid-19 e assistentes, técnicos, farmacêuticos, enfermeiros, médicos e todos aqueles que diariamente asseguram centros de saúde e hospitais públicos sentiram-se desrespeitados.
António Costa afirmou que não falta nada mas os profissionais do SNS afirmam que falta quase tudo do que é básico: uma máscara, um fato, uma viseira ou um par de luvas para cuidarem em segurança de quem precisa de ser cuidado.
Ontem, no mesmo dia em que a Ordem dos Médicos apelou a todos os que tivessem equipamentos de proteção que os doassem ao SNS, o primeiro-ministro quebrou a confiança de quem está na linha da frente. A mesma linha onde esta terça-feira os profissionais voltaram e voltarão a estar pelos portugueses.

* NOTA: A autoridade de saúde dos Açores indicou hoje não ter registo de mortes associadas à covid-19, declarando estar em articulação com a Direção-Geral da Saúde (DGS) para a “correção” do relatório da entidade que apontava um óbito na região.

Até ao momento, não foi registado nenhum óbito decorrente de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, na Região Autónoma dos Açores”, diz a Autoridade Regional de Saúde dos Açores, em nota enviada à imprensa.

Share

Deixe Uma Resposta