Nov 06 2019

A mulher do Fraque

Publicado por as 17:29 em A minha cidade

Sobre a recente contratação, por parte do município de Beja, de uma advogada de Beja para prestação de serviços jurídicos no âmbito de rendas em atraso dos contratos de habitação social, por 17.500€ + IVA, durante 6 meses, ocorreram-me várias dúvidas:
A 1ª foi que título dar a este post. Hesitei em destacar: ter cartão de militante do PS dá um jeito do caraças. Mas isso não teria impacto, nem seria novidade. Já toda a gente sabe que ter o cartão rosa abre portas como uma chave-mestra. Outra dúvida que me assaltou: a CMB não tem juristas que façam esse serviço? Mas a grande, a maior dúvida é: esta primeira prestação de serviços não é um trampolim para outros vôos?. Cá estaremos para ver
Enfim, tudo aquilo que tanto se criticou nas gestões comunistas – o amiguismo, a partidarite, o caceteirismo, afinal, não desapareceu. Até parece que tomou mais vigor.
Mas pronto, o centro do sul é assim, e o futuro poderá reservar-nos surpresas.

Share

12 Resposta a “A mulher do Fraque”

  1. valentim diz:

    Parece que a Lei do arrendamento urbano ainda não chegou a Beja! Por este andar, a seguir contrata-se um grupo de mercenários anónimos (vulgo jagunços) para fazer cobranças à força!…Pode pegar moda, e haverá gente disponível para o cargo!

  2. XXL diz:

    É só uma dica.

    Então quem for cidadão militante de um partido seja ele quem seja que estiver no poder autárquico, não pode trabalhar ???

  3. João Espinho diz:

    @XXL- não me jogues areia para os olhos.

  4. XXL diz:

    @ João Espinho

    Longe de mim esse triste pensamento, sabes também como eu como todas estas coisas se fazem ao longo dos tempos e todos têm telhados de vidro.

  5. hpalma diz:

    “a CMB não tem juristas que façam esse serviço?” Pelo valor que se escreve da divida total vs o valor mensal das rendas , percebe-se que é assunto com barbas branquinhas. Ou os executivos anteriores não queriam ferir susceptibilidades ( votos entenda-se) por tão “pouco”, ou o(s) jurista(s) do Município não dá para as encomendas.
    Para encarar agora um assunto sensível destes no ponto em que está e com todos os problemas que possam vir atrás…. Cada um que tire as suas conclusões.

  6. Alberto diz:

    A mulher do Fraque!!! Gosto do título.
    Permita dizer-lhe que se existiu esta contratação foi porque a autarquia não tinha capacidade de resposta para tal e uma dívida de cerca de 60 mil euros já tarda por ser cobrada, a bem ou a mal. Sabe quantos processos vão ser avaliados? Eu gostava de saber.
    Quanto à escolha, é uma escolha, não é o facto de ser militante deste ou daquele partido que lhe tira o mérito profissional reconhecido (pois até o sr. já lhe bateu à porta). Não me diga que também já faz futurologia? Sei que voos é aviões percebe umas coisas, mas está com amnésia seletiva pois no partido que você apoiou nunca aconteceu o que o Sr. aqui quer insinuar.
    A mim preocupava me mais a oposição RELES que este executivo tem é que o Sr. subtilmente apoia.
    DIZ-NE COM QUEM ANDAS, QUE EU DIGO QUEM TU ÉS!!!

  7. João Espinho diz:

    @alberto- já estava a sentir a tua falta.

  8. Abidaul diz:

    Muito bem Alberto, o Srº.Espinho sofre de amnésia…tudo o que cheira a rosas o homem destila veneno…que inveja tens tu as rosas…pode ver-se no cancioneiro alentejano.
    Com o tempo o Srº Espinho vai-se substituindo ao Pcp….

  9. João Paposseco diz:

    Fiquei incrédulo foi ao ver quem publicou este facto nas redes sociais foi o sr Vereador Vitor Picado… mas que espanto ele ter ficado indignado, logo ele que passado um mês de perder as eleições em Beja foi colocado na AMCAL que tem na Gestão de Resíduos em Alta, no Saneamento Básico, na Metrologia e no Turismo e na Cultura as suas principais áreas de atividade para o curriculum de um Psicólogo faz todo o sentido 🙁 – Chama-se a isto TACHO… E QUE GRANDE TACHO, e agora mostra-se espantado com a Dra Aurea, tanta falta de vergonha.
    Já agora quanto ganhava a camarada Natacha Lemos para gerir as redes sociais das juntas de Beja?
    Ganhem juízo e optem por um periodo de nojo. As derrotas eleitorais vão-se repetindo, cada vez mais expressivas e parece que não aprendem a lição. Passam o tempo a desgastarem-se com estas coisas e chegam às eleições com as pessoas fartas já de voces camaradas, e o PSD vai tendo a mesma postura e depois admiram-se!!!
    Até sempre camaradas!

  10. valentim diz:

    Como diz a canção: o importante é cada um se sustentar na sustentação do sistema!
    É para isso que hoje servem os partidos (infelizmente) muitas vezes atropelando ideologias e projectos políticos, em nome do desenrascanço individual ou amiguista!
    Foi, é e sempre assim será! E nem vale a pena invocar moralidades partidárias ou doutrinárias, que isso já nem quer dizer nada.

  11. Marcelino diz:

    Se fosse só daí que vem a mama para a causídica, mas não é. (……) Não deu ponto sem nó. Ainda hoje de manhã entrei num café e o assunto era o dos 3000 euros que a doutora vai receber para cobrar rendas de habitação social e fartei-me de rir porque alguém dizia “é uma que é a presidente das freguesias do Salvador e Santa Maria”.
    Pobre Paulo Arsénio que se deixou cair no deslumbramento do poder, tão bom moço e deixa-se cair numa destas, tinha tudo para fazer um bom mandato se não estivesse tão mal rodeado e aconselhado. Afinal onde está o slogan fazer melhor, fazer diferente?
    Esta vai fazer mossa e o povo não vai esquecer, esperem pela resposta daqui a dois anos. Lembram-se do Rocha? Tombou, mas não tombou sozinho, com ele caíram também as freguesias da cidade.
    Tudo isto é triste, tudo isto é fado.

  12. Jacinto Leite Capelo Rego diz:

    Tanto Arsenetismo era para alguma coisa…