Out 17 2019

A tentar não descer de divisão

Publicado por as 11:36 em Legislativas 2019

Estava aqui a ler o balanço feito pelo PCP/Alentejo às eleições para a Assembleia da República realizadas no passado dia 6 e deparo-me com esta: “apesar da quebra eleitoral, a CDU obtém no conjunto dos 47 municípios alentejanos o apoio de mais de 41.000 eleitores confirmando-se e afirmando-se como a segunda força mais votada para a Assembleia da República na região”.
Isto é, o PCP já não corre para cortar a meta em primeiro. Basta-lhe marcar presença nas disputas eleitorais e esperar que o que vem atrás não lhe passe uma rasteira.
O PCP estagnou, não consegue passar de registos cristalizados e o futuro é cada vez mais sombrio para aqueles lados. Pensava-se que só os partidos comunistas aderentes ao eurocomunismo iriam desaparecer. O português para lá caminha. Mas o Comité Central ainda não o percebeu.
Avante!

Share

Deixe Uma Resposta