Set 27 2019

Arsénio anda nervoso

Publicado por as 11:36 em A minha cidade,Legislativas 2019

Paulo Arsénio anda constantemente em campanha eleitoral. Com o aproximar do 6 de Outubro, a coisa intensifica-se. Repostanto um post da Câmara Municipal, o que é uma redundância, pois a Câmara é PA, e este é a Câmara, sobre a remoção de graffitis em diversos locais da cidade, Paulo Arsénio afirmou que os graffitis não são arte urbana. Deixei lá o comentário “atualmente o grafite já é considerado como forma de expressão incluída no âmbito das artes visuais, mais especificamente, da arte urbana”.
Não sei o que desapareceu primeiro, se o meu comentário* se a afirmação de Paulo Arsénio. Calculo que voltem a aparecer, dentro de 15 dias, ali para os lados da Chamusca.
Estas atitudes demonstram desorientação e algum nervosismo. Algo anda a correr mal ali para os lados da Praça da República.
Para terminar, deixo-vos uma questão: Paulo Arsénio (presidente) existiria se não existisse Facebook?
Siga.
*Nota: fui alertado para o facto de o meu comentário continuar lá. Fica aqui a rectificação. Quanto ao resto, nada a acrescentar.

Share

16 Resposta a “Arsénio anda nervoso”

  1. Pablo Picanso diz:

    @Espinho, mais uma vez estamos de acordo, também eu acho que graffiti é arte, aliás já no tempo de escola eu praticava o graffiti, só os retrogados dos meus colegas, donos dos cadernos, e os meus professores, donos dos quadros, é que chamavam aquilo vandalismo.
    Espinho, diga ai onde mora que eu prometo-lhe que vai ficar de boquinha aberta com o graffiti espectacular que vou fazer na sua parede.
    Um grande abraço, e não se enerve que ainda se faz mais velho.

  2. João Espinho diz:

    @pablo – troque ideias com o Arsénio. Ele é que é perito em mandar pintar paredes. Volte sempre. É bom sinal.

  3. Alberto diz:

    Pelo que observo, o seu blog está moribundo. Agora quer reanima-lo e a seu balão de oxigénio, chama-se Paulo Arsénio.
    Diz que ele é pantomineiro, que anda nervoso, não me parece.
    O seu nervosismo Espinho é que já se faz notar à légua. Ao que você chegou, precisar que o Paulo Arsénio ou o Presidente da Câmara publiquem no Facebook para ter assunto…
    Siga que vai parar perto..

  4. João Espinho diz:

    @alberto – você muda de nome com uma facilidade… Ora é Pablo, já foi Futre…Porra, dê a cara. Ou será que tem mais do que uma? Siga🤣🤣

  5. Carlos diz:

    Essa obsessão que tem com o Presidente é doentia não é ?

  6. João Espinho diz:

    @Carlos- não. E ainda não chegámos a meio da temporada.

  7. Hzl diz:

    Há graffiti e graffiti. Pelas fotos aquilo nao me parece arte nenhuma mas sim vandalismo.
    Não há nenhum desenho de jeito mas apenas manchas e riscos. Concordam com aquilo? Eu não.

    Vamos lá ser sensatos e há uma coisa chamada bom senso.

  8. João Espinho diz:

    @hzl- foi o Presidente que falou em graffiti. Leia bem o que escrevi. Obviamente que aquilo não era graffiti. Eram desenhos de má qualidade.

  9. XXL diz:

    Tão amigos que vós eram e colegas deputados eleitos por distintas forças politicas na Assembleia Municipal de Beja e não será já um excesso de críticas sempre quase sempre ao mesmo ?
    Algo de estranho se passa ou passou, que desconheço …

  10. João Espinho diz:

    XxL – amigos são aqueles que vivem na bolha de felicidade ou os que alertam para diversas situações?

  11. Ana Matos Pires diz:

    Está enganado, João Espinho, o comentário (o seu e todos os meus) continua lá.

  12. João Espinho diz:

    Ainda bem. Quando o procurámos, estava oculto. E fomos vários a procurar. Deve ter sido erro do sistema. Também não voltei para reconfirmar.

  13. Ana Matos Pires diz:

    https://www.facebook.com/paulo.jorge.arsenio.71/posts/764100760688836?__xts__%5B0%5D=68.ARAgLNbzvEFKra8-5a_2zJYv93S3k8Rin34cx1kBy-R2vJz8O6Jy14UV2vPQ7K3TAsSoczStdW4Ek69KxJWXM-5Uy3iv6dUc7qTp65inZ1BvKO7RTJFppetNytApTAxYejr8qcViq7qicBVvuU44BR5Bt18drXUUIHEJ0gnOoLvfKdIu13to4gC3Tflbzt_dFRjeWbm0V9NRWZ1DXfLc7oJ9ru4Sg-dhc3s07usigjyCsLp8nT5ySHdSgZxbBP5eTqrzaV6K9zwGaVz–_Xjq4RlboByQOETi4yRVgr8ZlgxLheH96MBWFw-R3hkpwkaUuIUBntDRj_JCnTkBAvxZL6B&__tn__=-R

  14. Ana Matos Pires diz:

    Então valerá a pena corrigir o post, digo eu, vá.

  15. João Espinho diz:

    @apires – acrescentada nota rectificativa.

  16. Valentim diz:

    Já há inclusive em Beja, bons exemplos de arte urbana. Que é outra coisa!
    A malta tem que se habituar a respeitar o espaço público, que é de todos nós em geral, e de ninguém em particular!
    Não é por acaso (não obstante a moda que se instalou) que em muitos municípios se tem optado por promover encontros e criações de arte urbana em espaços controlados e seleccionados para o efeito. E com bons resultados, como é o caso do Bordalo II, do Vhils, etc…
    Bem hajam