Jul 07 2019

Desperdícios em Beja

Publicado por as 16:35 em A minha cidade

Leitor, devidamente identificado, enviou-me a seguinte missiva, acompanhada de algumas fotografias:

“Esta cena a que acabei de assistir é simplesmente desumana. Fruta e verduras atiradas no lixo em vez de serem dadas a instituições. Logo a seguir, pessoas mergulham nos moloks para recuperar esses alimentos.

Isto aconteceu sexta-feira rua 25A em Beja”.

Share

3 Resposta a “Desperdícios em Beja”

  1. Mike Fox diz:

    Ainda mais desumano é a indiferença com que as pessoas assistem a estas situações.
    Discutem-se todo o tipo de assuntos neste blog,uns mais importantes,ou,interessantes que outros,mas,gente há que opina sobre tudo.
    Sobre situações como esta,silêncio…

  2. Ex-Pingo Doce diz:

    O “desperdício” que está ai nas imagens é de produtos que não podem ser doados por exemplo às Caritas, pelo simples facto do seu estado não permitir o seu consumo em segurança, podemos aqui discutir no caso da fruta ou legumes que é possível cortar o que está podre ou “manchado” e aproveitar o q está bom, o que acontece em 90% das vezes. Mas de forma geral não é doado carne ou peixe fresco pelas razões óbvias de saúde que acarretam, sendo que a carne e peixe que não estejam em condições de consumo são recolhidos por uma empresa que os processa em farinha animal.
    O Pão e Bolos, etc também são doados para as Caritas bem como por exemplo os Iogurtes, pelo menos os que se encontrem ainda dentro dos prazos de validade e em condições de serem consumidos, caso não se verifique isso são recolhidos pela mesma empresa acima mencionada. O pão ou bolos que vão fora são de fabrico próprio e vão para o lixo por não reunirem as condições devidas para consumo, pois o de fornecedor externo se não for vendido ou não reúna as condições é devolvido ao respectivo fornecedor.
    Por fim quero aqui realçar que por muito desumano que possa ser ou parecer, existem os canais correctos a que as pessoas q vão buscar esses produtos ao lixo podem recorrer e consumir os ditos produtos em segurança, caso das Caritas. A Jerónimo Martins tem a sua responsabilidade social e dá o seu contributo, agora acontece que estão no mercado para fazer dinheiro,gerar lucro, e “dar” tudo seria estar a criar uma clientela que simplesmente se iria habituar, quando existem N instituições que recebem donativos em alimentos da Jerónimo Martins a q as pessoas podem pedir ajuda. O Capitalismo tem o seu lado bom e mau, esta faceta é claramente o seu lado mais negativo, o do chamado desperdício, mas o mesmo poderá ser dito de um Mcdonalds, restaurantes, cafés, etc etc

  3. Ex-Pingo Doce diz:

    Esqueci de mencionar, que quando caixas de ovos ou legumes embalados ou por exemplo mesmo Uvas ou sacos de laranja em grandes quantidades aparecem no lixo, trata-se de problemas identificados em Lote especifico e como medida de segurança simplesmente o lote é removido e dado quebra do mesmo.