Jun 04 2019

Muito oportuno

Publicado por as 16:09 em A minha cidade

A poucos dias de começar o Beja Cup, torneio que vai trazer ao Complexo Fernando Mamede centenas de atletas, o presidente da Câmara de Beja anunciou ontem, na sua página pessoal no Facebook, que “vai começar amanhã a instalação do novo sistema de rega do Relvado Natural do Complexo Desportivo Fernando Mamede a cargo da empresa RED pelo valor de € 62.169,00, IVA incluído.
Este sistema irá substituir o atual, que tem 25 anos (é de 1994), que apresenta sistematicamente graves problemas e para o qual já não existem componentes de substituição.
(…) Em princípio a partir da segunda quinzena de agosto o Relvado Natural poderá ser utilizado de novo.”

Quando as coisas são feitas sem planeamento ou com planeamentos que seguem agendas politicas muito determinadas, o resultado só pode ser negativo.
Enfim, a “bolha de felicidade” em que vive Paulo Arsénio, não o deixa ver mais além e com clareza. É o centro do sul.

Share

6 Resposta a “Muito oportuno”

  1. XXL diz:

    O complexo desportivo Fernando Mamede, não é só o estádio com relva natural e a pista de atletismo.

    Como o nome indica este envolve para além deste campo, mais 2 relvados sintéticos anexos onde se jogam competições associativas e federativas, com as devidas condições de prática desportiva e balneários / apoios diversos, para o respectivo evento.

    Ou será que estou no norte ?

  2. João Espinho diz:

    @xxl- lê o que o sr presidente respondeu a quem lhe colocou a questão. Depois traz a tradução para aqui.

  3. Ecce homo diz:

    Porreiro, pá!
    Já podemos plantar umas alfaces no estádio, para petiscar no parque de merendas anexo!

  4. Futre diz:

    Podemos discordar de opções mas não devemos esquecer o principal, e o principal é que o evento tenha o maior sucesso.

    Dado o facto do torneio ser de escalões juvenis, são atletas cujas rotinas de treinos e jogos passam por campos sintéticos, logo de certeza que às próprias equipas se lhes fosse possível escolher optariam sempre por jogar em campos sintéticos.

    Nesse aspecto a cidade está bem apetrechada de equipamentos, com 2 sintéticos no complexo desportivo B, mais um no Bairro da Conceição e, se necessário, o recém inaugurado sintético do Penedo Gordo a 5 km que julgo ser, mesmo para crianças , bem perto.

    Por vezes o que parece ser uma dificuldade pode ser uma oportunidade, neste caso de alguma descentralização e alargar o evento a diferentes clubes locais , saibam as entidades promotoras e patrocinadoras procurar as melhores soluções.

  5. Futre diz:

    Podemos discordar das opções mas não devemos descuidar o essencial ou seja o êxito do evento.

    Os escalões juvenis treinam e jogam em campos sintéticos, logo a prioridade deve ser dada a este tipo de piso, nesse aspecto a cidade dispõe de 2 campos no complexo desportivo B, mais um no bairro da Conceição e, se necessário, outro no Penedo Gordo a 5 km, que , mesmo para crianças , julgo ser perto.

    O que parece ser um constrangimento, pode ser afinal uma oportunidade, neste caso de descentralização do evento e o seu alargamento a diferentes clubes locais com benefícios para todos. Saibam para isso os promotores e patrocinadores do evento encontrar as melhores soluções.

  6. João Espinho diz:

    @futre – o que escrevi refere-se, essencialmente, à falta de planeamento. Ou o Futre acredita que passou pela cabeça dos decisores esse reverter de dificuldades em boas soluções? Aliás, em breve vão ter início umas obras em arruamentos do CH onde vai ser evidente a falta de planeamento. Depois falamos.