Dez 21 2018

Paulo Barriga esclarece

Publicado por as 18:50 em A minha cidade

Em resposta a um comentário deixado aí em baixo, Paulo Barriga esclarece:

“Para que uma mentira repetida várias vezes não se torne uma verdade fabricada, apenas quero esclarecer o seguinte:
É falso que alguma vez me tenha sido proposto a integração na Címbal, seja para o mapa seja por qualquer tipo de contrato laboral.
E quanto a rendimentos é também falso o valor apresentado uma vez que depois de impostos o meu ordenado ronda os 1500€ a recibos verdes e sem qualquer proteção social. Nunca apresentei qualquer proposta de aumento de ordenado ou de outra. Nem nunca fui contactado pela Cimbal nesse sentido”

Share

28 Resposta a “Paulo Barriga esclarece”

  1. Sol diz:

    Olá Paulo Barriga,

    Até que enfim esclareceu a título pessoal o que lhe vai na alma num problema que só a si diz respeito, já que a Cimbal terá agora oportunidade de o desmascarar, em face do que escreveu. É muito feio e pouco ético escudar-se no titulo do jornal semanário, regional e independente, nesta matéria.

    A(s) pessoa(s) que o sondaram terão oportunidade de se defender e dizer de sua justiça em nome da Cimbal.

    No que se refere a rendimentos diz rondar os 1.500 € líquidos.

    E a segurança social não paga ou nunca pagou ? E o IRS ?

    É que todos nós pagamos e em caso de doença tem é ou não atendido no SNS ?

    E em caso de desempregado, tem ou não direito a subsídio de desemprego face ao que descontou e número de anos de trabalho ?

    Se souber somar, como sabe escrever verificará que os seus 1.500 € limpos, cá fora a bulir para outra entidade ronda os tais 3.000 € íliquidos,como vê a mentira que cita nesta área é uma total verdade.

  2. João Espinho diz:

    @sol – elegância nos comentários.

  3. Luís Palminha diz:

    Estes anónimos… É só elegância.
    Sabem sempre tudo.

  4. * fonte diz:

    Se não fosse anónimo, já era para si verdade, informe-se dado ter sido líder da JS em Beja, @ Luís Palminha ?
    Não será apenas tudo uma questão de mais €.€€€ ou menos umas centenas de euros, é só fazer contas.
    Pergunte hoje a alguém no mercado de trabalho licenciado ou não, com carteira de jornalista o que é melhor, ser trabalhador precário a contrato ou pertencer ao quadro de empresa ou de estado ?
    Obviamente, que 99% optam no ramo dos média pela 2ª hipótese.

  5. Luís Palminha diz:

    Oh minha querida * fonte…

    Dê a cara. É tão fácil.

    Sim, fui presidente de uma Associação de Estudantes do Ensino Superior, Vice da Académica de Lisboa, membro de diversos órgãos de gestão da extinta Universidade Técnica de Lisboa, diversos outros cargos em outras estruturas ligadas ao Associativismo e só depois cheguei à Juventude Socialista. Fui tudo isto e talvez mais alguma coisa que me tenha esquecido… e só depois veio a Juventude Socialista. Não tenho nada a esconder. É por isso que dou a cara.

    Mas a minha ligação a um partido no passado não vêm agora aqui para o caso. O que interessa é saber analisar um possível ‘caso de saneamento’ e um possível concurso com um vencedor escolhido à partida. No fundo, nada disto seria novo na Cidade ou na Região, não é?

    Relembro que o Diário do Alentejo, que celebrou há poucos meses o seu 86º aniversário, é hoje o único jornal do País propriedade dos municípios e como tal, não só depende do financiamento dos contribuintes como também depende de uma estrutura regional política.

    Como tal, a CIMBAL, deveria, antes de ter publicado o anúncio do concurso, ter vindo a público explicar o que pretendia com o esta ‘decisão política’. Sim, não é uma decisão executiva de uma empresa de direito privado, será sempre uma decisão política!

    Ora a ‘CIMBAL’ não fez esse esclarecimento prévio e pessoalmente acredito que não o fará. Mas os actos, ficam para quem os pratica…

    Brevemente, vamos todos ter a oportunidade de perceber, toda a verdade.

    😉

  6. Destapar o sol com a peneira diz:

    Comentários como o do Sol é o que dá atiçarem cães que não foram preparados nos campos de treino do Pedro do Carmo.

    Sol, vê se não esquece e me ilumina… (música: do Vitor Kleyeu) todos nós aguardamos com muita expetativa que as pessoas da CIMBAL que sondaram o Paulo Barriga (espera que não tenha sido com uma sonda para achigãs) venham explicar muita coisa. Expliquem lá…

    Porque é que no concurso 20% da ponderação são para a experiência em Filmes / Documentários?

    Porque é que o júri é composto por 3 vereadores do PS, ou seja 3 políticos, então? se não vão fazer uma escolha política, porque é que são 3 políticos a analisar os 30% da experiência profissional e os 20% dos filmes?

    Porque é que no concurso 50% da ponderação são para o preço, será para pouparem?

    Porque é que os eventos dos municípios do PS que são realizados pelo Sr. Barnabé, não têm publicidade no Diário do Alentejo, penalizando o jornal em dezenas de milhares de euros, canalizando essa mesma publicidade para outro jornal regional, Correio do Alentejo (esta parte acho que não vale a pena explicar…)?

    P.S. Um passarinho cor de rosa contou-me que o Campo de treino de Pedro do Carmo está a preparar há já algum tempo o Sr. Maneta para ser candidato ao Município de Alvito e ultimamente para ser candidato a diretor do Diário do Alentejo.

    Um diretor de um jornal regional candidato a um Município do P.S.

    Hummmm…..Onde é que eu já vi este filme???

    Mas bom, bom era que a Cimbal explicasse já agora o que pretende para o Diário do Alentejo!

    Há e por último o Sr. Maneta anda agora realizando documentários em Beja, não sei se estamos a falar de uma produção de 20%.

    Infelizmente é a vida de muitos diretores. Quando não se fazem favores políticos sabem o que lhes acontece?

    VÃO PARA O MANETA!

    Boas Festas!

  7. Reguila diz:

    o lacaio de Pedro Carmo , de nome Romba , encontra-se a realizar um perfeito saneamento poltico do Paulo Barriga.Nem a Rua da Ancha nos tempos aureos faria melhor.

  8. João Espinho diz:

    O presidente do conselho intermunicipal da CIMBAL é o Jorge Rosa.

  9. Jornalista diz:

    Os membros do júri desse concurso deviam fazer primeiro uma prova de Língua Portuguesa. Seria bonito de ver um texto escrito por alguns e algumas dos eleitos locais. Cá por Beja então, até mete dó.

  10. João Espinho diz:

    @jornalista- isso é que era 🙂

  11. Belém diz:

    Mas esta gente não tem família nem filhos? Nem no Natal deixam a família e os filhos dos outros em paz? Há mais vida para além dos interesses da política. Boas Festas

  12. João Espinho diz:

    Está incomodad@?

  13. João Espinho diz:

    @belem – o Natal é sempre que um homem quiser.

  14. filoxera diz:

    por vezes ate apetece dizer “regressa coxo que estas perdoado “

  15. Colaborador diz:

    Tipo patroa a vereadora Marisa agradece aos trabalhadores da câmara como nossos colaboradores como se estes fossem seus empregados e a autarquia fosse uma empresa sua. Tristeza.

  16. silvina diz:

    @colaborador — a rapariga é
    Loira.Assim tem desculpa.

  17. Carlos diz:

    A dor de corno e a sarna é que a maioria dos colaboradores da câmara gostam muito da vereadora. Além disso não percebo o que é que esse assunto têm a ver para este post!!

  18. João Espinho diz:

    É efeito do Natal.

  19. Benvinda diz:

    Mas Ourique é a terra do Porco ou é a terra do POLVO!!!!!!

  20. Eu também sou Colaborador diz:

    Agora até a boa educação é motivo de conversa?
    Ao menos o actual executivo agradece o trabalho. Já o anterior, nem falava com as pessoas, a começar pelo JR que baixava os olhos e evitava cruzar-se com os colaboradores do Município.

  21. João Espinho diz:

    É uma tentativa de desviar atenções. Mas eu não vou deixar morrer o assunto.

  22. João da Mota diz:

    J. Espinho: será que há mesmo mais a dizer sobre este assunto.
    A CIMBAL já mostrou a porta de saída a Paulo Barriga. E certamente já terá escolhido o seu sucessor no Diário do Alentejo.

  23. João Espinho diz:

    @mota – obviamente que há. Ou pensará que este silêncio por parte do PS e da CIMBAL( desculpe a redundância) é por estarmos em época festiva?! Quando o assunto chegar aos jornais nacionais, mais lenha surgirá. Este é um assunto político, de saneamento camuflado. Com objectivos bem delineados. Mantenha-se atento.

  24. Sol diz:

    Sem ser formado no assunto em questão mas alguns conhecimentos, acho que os contratos temporários têm um limite temporário e número limitado desses, chegando a uma fase terminal em que existe uma opção de não renovável passar ao quadro ou optar o próprio interessado por outra via se tal não lhe interessar.
    Mas, o tema em debate é o saneamento político se existe ou existiu, mas convirá referir que a Cimbal é composta por 9 PS e 4 CDU, e todos votaram por unanimidade a abertura do concurso.
    É caso para perguntar, serão todos estúpidos as 13 autarquias ao tomar esta decisão ?
    No tempo próprio a Cimbal dirá decerto o motivo desta tomada de decisão.

  25. Baleizao diz:

    O problema não é o concurso que é de todo desejado, o problema é que o concurso está viciado à partida, quer pelos termos de selecção que indiciam estar encomendado previamente a alguém, quer pela composição do júri que é no mínimo digna do Hugo Chaves.

  26. FELIZ NATAL diz:

    Isto vai aqui uma grande rebaldaria, já misturam o Paulo Barriga com a Vereadora Marisa.
    O Paulo Barriga estava em prestação de serviços para o DA, certo. Alguma coisa o impede de se candidatar neste concurso? Este concurso foi ou não aprovado por unanimidade pelas 13 autarquias? Estes juízos de valor que por aqui andam, fazem lembrar o tempo de “outros executivos”, pois antigamente até o cão, gato e periquito entravam e sem perguntarem nada a ninguém. SANEAMENTO, já à muito tempo não ouvia/via este termo, soa muito a Rua Ancha.
    E a Vereadora Marisa cometeu alguma gafe? Colaboradores, o que são colaboradores? Passo a explicar, COLABORADOR é a pessoa que trabalha com uma ou mais pessoas para a realização de uma obra comum, não gostou “colaborador” e “silvina”? Entendo o vosso registo é mais o TRABALHADOR (muitas vezes aquele que mete areia na engrenagem, que não faz a ponta de um #$%&), o desgraçado, explorado e etc… do trabalhador, santa paciência. TRABALHADOR é pessoa que, mediante salário, põe a sua força de trabalho à disposição de outrem.
    Entre trabalhar e colaborar haverá assim tão grandes diferenças? Parece-me que não. E ao que parece os da CMB gosta da delicadeza como são tratados pela Vereadora e restante executivo ( mas para ser mais simpáticos que os anteriores não é preciso muito). A autarquia não é a sua empresa, é a casa onde ela escolheu viver os próximos quatro anos, pelo menos. Porque os colaboradores/trabalhadores/funcionários/empregados saem todos mais cedo e se ela os trata dessa maneira é porque sente que eles COLABORAM.
    Dona “silvina”, vou revelar-lhe um segredo, a Vereadora não é loura, ela é morena.
    FELIZ NATAL para todos os que por aqui andam.

  27. João Espinho diz:

    @natal – com tempo respondo. Por agora, ficam os votos de Boas Festas.

  28. Cusca diz:

    SANEAMENTO POLÍTICO? Será que no Diário do Alentejo hoje já fechado paginalmente e amanhã impresso para distribuição nos assinantes e leitores com compra nas bancas, as duas partes Paulo Barriga e Cimbal, clarificam a opinião pública ?