Out 01 2018

Foi há 1 ano

Publicado por as 11:42 em A minha cidade

paulo arsénio

Contra tudo e contra alguns, Paulo Arsénio conquistou em 1 de outubro de 2017 a Câmara Municipal de Beja, para além das Juntas de Freguesia da cidade e outras rurais, normalmente governadas por comunistas.
Um dos feitos maiores foi, sem dúvidas, ter reduzido João Rocha à sua real dimensão. Um autarca com mais de 30 anos de poder viu-se, através do voto popular, reduzido a cinzas que, nenhum dos seus camaradas, quer enterrar no quintal das memórias da CDU.
A meu ver, Paulo Arsénio foi apanhado de surpresa. Talvez esse facto se tenha vindo a espelhar neste seu princípio de mandato. Desconhece-se em que estado é que P.A foi encontrar as finanças da autarquia. Não se sabe se o actual executivo ainda estará a liquidar despesas contraídas pelo antecessor. Aliás, nada se sabe de uma eventual auditoria financeira às contas da casa.
Um ano é pouco tempo para fazer uma avaliação séria. Mas há sinais.
Há quem queira obras na sua rua, há quem queira festas e foguetes todos os meses, há quem reclame por mais limpeza na cidade, há quem diga que tem sido feita muita coisa e que a cidade está a mudar. Para aqueles, que entretanto saltaram para as redes sociais como as ervas daninhas que crescem nos seus canteiros, a cidade está pior. Para os optimistas, a cidade está muito melhor. Sejamos sérios: nem a cidade está como os comunistas a querem fazer ver, nem tão pouco está como os indefectíveis socialistas a pintam. Olhando para o estado da coisa, diria que Beja não anda nem desanda. É provável que se esteja a traçar um rumo, mas ele tarda em ser claro e evidente.
Só um detalhe: Paulo Arsénio tornou-se um exímio comunicador nas redes sociais. Posta, reposta e responde a quem o tenta confrontar. Não me parece mal, mas a Câmara Municipal de Beja deveria ser mais exigente e aperfeiçoar-se na forma como comunica com os munícipes. É que colocar o seu presidente como “forcado da cara” pode ser perigoso e um desastre para o grupo.
Vamos continuar atentos. E esperar pelo tal centro do sul.

Share

9 Resposta a “Foi há 1 ano”

  1. Lelia Pestana diz:

    Beneficiando um pouco do voto util, Paulo Arsénio chegou aonde aspirava.
    Tenho sido uma critica da sua governação.
    E tenho-o sido mais pelas normas implantadas na recolha de residuos e conservaçao de espaços de lazer.
    Estipular só 1 dia, para mais a uma quarta feira, meio de semana, para a recolha do vidro numa zona central como é o terreiro dos Valentes, onde se situa uma grande parte da restauração e comércio, é muito, muito pouco, dai a minha critica suportada por fotos neste ultimo fim semana.
    Falar da falta de conservação de espaços que ja foram verdes tem sido outro dos pontos negativos que tenho encontrado na sua governaçao.
    Apelava á sua equipa que estipulassem também dias para sair dos gabinetes e dar uma volta por tantos sítios que, não só eu mas muitos mais vão referenciando.
    Por razões várias sinto-me decepcionada, mas espero que aceitem as críticas apenas como uma ajuda para fazer nelhor, para que a cidade possa dizer : um dos nossos cartões de visita é também a limpeza.
    Ah faltava-me dizer que quem me conhece bem sabe que não sou do PCP

  2. patria diz:

    A cidade de Beja continua uma lixeira a céu aberto e este gajo não irá fazer nada sobre aeroporto e comboio eléctrico para chegar deputado.

  3. João Espinho diz:

    E o anterior gajo fez o quê?

  4. Telma diz:

    Camara incapaz de implementar e executar qualquer estrategia de desenvolvimento economico ,social e cultural.

  5. Montes diz:

    Unicamente faltam 36 meses para que tenhamos novo Presidente.

  6. patria diz:

    O outro não fez nada só foi gastando dinheiro inutilmente em depósitos , cavalos ,cavalas , serralves , artistas , e claro como por magia apareceu mais um continente na cidade a juntar aos outros que já existem acentuado o problema da cidade de Beja , o trabalho precário.

    Os do P!C!P! leram o livro de Marx ao contrário .

  7. Moncorvo diz:

    D.Lelia a senhora nao e do PCP , mas nunca a ouvimos manifestar-se contra a alianca PSD de BEJA com o PCP.

  8. Lelia Pestana diz:

    “Moncorvo ”
    Está na minha maneira de ser nunca deixar ninguém sem resposta.
    Por isso aqui estou, também porque para mim sempre ” preto no branco, afirmações fundamentadas ”   o que me obriga a contraria-lo respondendo-lhe que vindo do meu partido, nunca, em tempo algum li nada sobre esse pacto com o PCP que fala.

  9. Moncorvo diz:

    D.Lelia a pratica politica do PSD de Beja so confirma essa “sagrada alianca “. A nivel nacional PS+BE +PCP nao fariam melhor.