Ago 02 2018

Beja – quem são os vândalos?

Publicado por as 19:51 em A minha cidade

Escreve Paulo Arsénio (Presidente da Câmara) nas sua página no Facebook:

“Na passada madrugada foram vandalizados os vasos colocados em frente do Pax-Júlia.
Vários foram levantados, foram retiradas as esferas que os suportavam – que nem foram deixadas nem no local nem nas proximidades – e pronto…
Este pequeno vandalismo gratuito de destruir só porque sim, vai fazendo o seu caminho e é difícil combatê-lo/evitá-lo.
Este mobiliário urbano foi especialmente concebido para aquele espaço. Agora há que recorrer ao fabricante espanhol para comprar as ditas esferas e repor tudo, o que demorará algum tempo, ou, em alternativa, pensar em mobiliário urbano mais resistente a atos destes para futuramente ser implantado em substituição do existente.
Não é isso que desejamos mas é triste saber que também nos esforçamos para manter a cidade tão bonita quanto nos seja possível, e depois, em poucas semanas, ora destruíram vasos e flores na zona das Portas de Mértola e agora vandalizaram os equipamentos junto ao Pax-Júlia.
Uma pena mas é o que temos. Há uma minoria que persiste em estragar. E confesso que são bons no que fazem…”

Share

3 Resposta a “Beja – quem são os vândalos?”

  1. PL diz:

    Não acredito que os serralheiros que estão no parque de materiais do Município não consigam realizar esta reparação. Talvez seja mais fácil comprar ao fornecedor espanhol do que arranjar uma solução interna com o objetivo de minimizar o impacto negativo causado. Assim se vê a confiança nos colaboradores do Município……..

  2. Zeca diz:

    Não é assim tão difícil descobrir os ditos vândalos, basta a PSP estar presente/fazer a ronda entre as 02:00h-05:00h. Pois os vândalos saem dos bares a essa hora e como não há mais nada para fazerem, vão espalhando o caos pelo caminho até casa. Uma boa parte são putos de 15/16anos, e bem vestidos diga-se de passagem, que há 3 semanas foram desde a Rua do Touro até à Caixa Geral de Depósitos torcendo/arrancando antenas dos carros, torcendo/partindo os espelhos dos carros, pontapeando os para-choques e portas, e alguns sinais/placas de publicidade enquanto riam e gritavam q nem selvagens. Outro grupo responsável pela destruição dos vasos, são de um conhecido bairro da cidade e um passarinho contou-me que podem ser descobertos de madrugada a tomarem banho na piscina municipal de Beja, aposto q esta semana lhe têm estado a dar bom uso.

  3. Teo diz:

    o DR.Paulo Arsenio em vez de se vir lamentar nas redes sociais mais valia insistir com as autoridades policiais para que intensifiquem as patrulhas na cidade durante a noite.Para quem diariamente circula na cidade é chocante o numero de Policias que gastam o seu tempo nos cafes dos diversos postos de combustiveis.

Deixe Uma Resposta