Jul 31 2018

O Alentejo aqui tão perto

Publicado por as 21:02 em Geral

Escreve Patrícia Calca no JE:

Um planeamento do território mais igualitário e eficaz implica pensar num quadro nacional que vai além da realidade de Lisboa. O aeroporto de Beja como alternativa não deve ser descartado.

Nas últimas semanas, o aeroporto de Beja tem estado em grande destaque nas notícias. Assim, à primeira vista, o facto de um avião ter aterrado num aeroporto quase nunca usado é o evento que menos de político tem, mas é aquele sobre o qual eu me gostaria de debruçar.

Parece que a empresa que trouxe o Airbus A380 fez uma excelente campanha, já que não se falava de outra coisa nas redes sociais, e a verdade é que os alentejanos que vivem na zona andaram literalmente a “ver aviões”. Eu, enquanto alentejana que sou (é este o meu “registo de interesses”), acompanhei a situação à distância. Interessada, claro. Não só pela minha condição de nascimento, mas sobretudo pelo que este tipo de eventos pode causar em termos de debate.

(…)

O debate sobre o que deve ser o aeroporto de Beja vai de um extremo ao outro: os defensores que não querem saber dos custos porque o desenvolvimento deve ser feito a qualquer preço, e os que não querem considerar esta possibilidade porque querem um outro aeroporto num outro local, que possa, em seu entender, ser mais conveniente como Alcochete, por exemplo.

Claro que autarcas, empresários e outros grupos de cidadãos irão defender a perspectiva que lhes estiver mais em sintonia com os seus próprios interesses. Há estudos de viabilidade a favor e contra, a argumentação “tostão a tostão” pode ser a que se quiser fazer. Portanto, e tendo em consideração os estudos técnicos já existentes, voltemo-nos para aquilo que pode (deve?) reger estas decisões: (continue a ler aqui)

Share

Deixe Uma Resposta