Dez 21 2017

Beja – a morte lenta do Hospital

Publicado por as 7:26 em A minha cidade

040820131457-972-HospitalBeja(5)
foto: radio-pax

O Hospital de Beja corre o risco do serviço de Obstetrícia e Ginecologia estar encerrado no dia 31 de Dezembro por falta de médicos para preenchimento da escala de serviço.

Um cenário que já ocorreu noutras ocasiões e que, a confirmar-se, obriga a que as situações urgentes tenham que ser encaminhados para o Hospital de Évora.
Beja merece?
(notícia aqui)

Share

Uma Resposta a “Beja – a morte lenta do Hospital”

  1. Maria Ramos diz:

    O preço da interioridade!

    Este é mais um exemplo do preço de se viver no interior, ao que acresce um modelo que se pretende de novos centralismos em 5 regiões.

    A jeito de balanço do ano de 2017, ficam as marcas e resultados do abandono do interior do País, com consequências trágicas que vão desde dos incêndios e mortes, ao abandono, ao envelhecimento, ao esquecimento, onde até a responsável pela Unidade de missão para o interior do País se demitiu. Num sistema e modelo em que o interior não dá votos, este apenas é visto como uma coutada e moeda de troca de interesses porventura e nalguns casos pouco claros. É evidente que se controla melhor um rebanho agregado do que disperso.

    Tal como os professores porque não têm os médicos que garantir presença no todo território nacional??

    Tudo é efémero,e tudo com o tempo se altera, o que é lamentável, é que no entretanto, populações, com identidade,história, tradições, ambições, tenham de pagar uma tão elevada fatura!

Deixe Uma Resposta