Arquivo de Dezembro de 2017

2017 – Destaques – 4

31 de Dezembro de 2017

2017 não foi o ano do meu Sporting. Mas não posso deixar de destacar que, chegados ao último dia do ano, o SCP está em 1º lugar (partilhado) na Liga , contrariando a vontade daqueles que costumam dizer “não passam do S. Martinho, não passam do Natal”.
Acresce: estamos na Liga Europa, nos 1/4 da Taça de Portugal, na Final Four da Taça CTT. Há muito mais e noutras modalidades. De fazer inveja, não é?

Share

2017 – Destaques – 3

31 de Dezembro de 2017


Um dos momentos mais marcantes (aqui na nossa terra) do ano que agora finda, foi a vitória de Paulo Arsénio nas autárquicas de 1 de Outubro.
Já aqui falei sobre o Paulo, mas não podia deixar passar este momento de balanço para escrever mais umas linhas.
Todos estarão recordados do tanto que se disse e escreveu quando o Paulo começou a ser falado como o cabeça de lista do PS à CMB. Que não era conhecido nem na rua onde residia, que não tinha peso político, que, frente a João Rocha, político com décadas de experiência autárquica, seria trucidado, humilhado, aventando-se, até, a hipótese de o PCP conseguir eleger 5 vereadores. Foi nesta ilusão que Rocha e os seus camaradas de Partido andaram durante meses a fazer campanha.
No debate na RTP3 viu-se que, afinal, o Paulo não era aquilo em que queriam acreditar. A expressão de espanto de JR foi elucidativa: “andaram a enganar-me, afinal este Paulo morde-me as canelas”. O resto já todos sabemos. O PC, ainda hoje a tentar digerir a derrota em Beja, perdeu a liderança da Câmara e Assembleia Municipal, tendo igualmente sido derrotado nas freguesias urbanas (a aliança com o PSD afinal só deu vantagens ao PS), perdendo igualmente alguns cargos em empresas/associações municipais. O mérito? De Paulo Arsénio e dos bejenses que quiseram punir o mandato de Rocha.
Este foi, indiscutivelmente, o ano de Paulo Arsénio.

Share

Domingo #394

31 de Dezembro de 2017

Share

2017 – Destaques – 2

30 de Dezembro de 2017

Obviamente que 2017 ficou marcado pelas eleições autárquicas e seus resultados.
E o destaque maior vai, sem dúvidas, para os fraquíssimos, para não dizer desastrosos, resultados do Partido Comunista Português (PCP) que, mais uma vez sob a capa de uma sigla (CDU), viu perder vários feudos.
A noite da hecatombe teve expressão em municípios como Almada e Barreiro, cidades históricas do PCP em Setúbal. Castro Verde, no nosso distrito, também contrariou o lema da CDU como “grande força autárquica” e com “melhores condições” para desenvolver o seu trabalho. Perdendo a capital de distrito, assim como Moura, ao PCP resta-lhe agora mostrar “trabalho honestidade e competência” nos municípios de Cuba, Serpa, Vidigueira e Alvito.
A coisa poderia ter sido muito pior: Baleizão quase que fugia para as mãos dos socialistas, deixando perceber que o PCP já não é o “dono” dos votos dos baleizoeiros. Curiosidade nesta terra vermelha: o CDS teve mais 1 voto que o PSD.

Share

2017 – Destaques – 1

30 de Dezembro de 2017

Ao longo do dia, vou tentar fazer alguns destaques sobre o ano que agora termina.
Começo por Salvador Sobral. Conseguiu, contra os prognósticos (e a vontade) de muitos portugueses, vencer o Festival da Eurovisão, sem foguetes, sem coreografias, sem peneiras. “Amar pelos dois”, dizia-se, não era canção para Festival e iria levar Portugal, mais uma vez, à humilhação.
A resposta foi o resultado final. Salvador encheu o palco, arrecadou 758 pontos, sendo a candidatura mais votada pelo público (376 pontos) e pelo júri (382 pontos).
Portugal estava de parabéns. Salvador Sobral mostrou como se faz. E nós agradecemos-lhe.

Share

Diário do Alentejo

29 de Dezembro de 2017

Share

Bom fim de semana

29 de Dezembro de 2017

Share

Isto também é Natal

27 de Dezembro de 2017

Quem enviou esta foto vai receber um prémio.

Share

O olhar de…

27 de Dezembro de 2017

IMG_2101beja
foto: joão espinho

    “Em terra de pouca sorte,
    insípida p’las águas do pranto,
    dizia o vento – que corria parado –
    memórias cansadas,
    ao entardecer da vida num banco
    de praça, deserta e despida,
    tricotando, incerta, a nudez
    da memória de outrora, esquecida.

    E à luz da janela improvável,
    na cal já gasta esculpida,
    vivia de língua amputada
    o silêncio da despedida.”
    Rita Nascimento

Share

Lixo em Beja – concurso de fotografia

24 de Dezembro de 2017

LIXO – “hoje e amanhã não há recolha, sendo retomada na terça- feira a partir das 7 horas.

Nos dias 31 de Dezembro e 1 de Janeiro, este cenário repete-se novamente.

A câmara de Beja apela à população para que não depositem o seu lixo doméstico nos contentores colocados na via pública nos períodos em que não será possível garantir a recolha.”

Desafio aos leitores: enviem-me fotografias com imagens que demonstrem a falta de civismo dos munícipes bejenses. As melhores serão premiadas.
Envie para: joaoespinho@gmail.com com indicação do local e endereço de mail válido.

(não serão revelados os nomes dos concorrentes, caso assim o expressem).
Atão vá!

Share

A todos os que por aqui passam

23 de Dezembro de 2017


Votos de um bom Natal.

Share

Diário do Alentejo

22 de Dezembro de 2017

Share