Ago 09 2017

Ciganos – uma jogada de mestre

Publicado por as 18:05 em A minha cidade,Autárquicas 2017

Beja – Vinte famílias ciganas foram notificadas para abandonar o local onde se encontram, caso contrário estarão sujeitas a uma “intervenção coerciva”.

O Bloco de Esquerda já veio a público acusar a autarquia de praticar “actos de discriminação contra a comunidade cigana”, intimando-as a levantarem as tendas até 10 de Agosto.

Vamos por partes.
Houve um tempo em que o PCP gostava da comunidade cigana (dariam alguns votos?) tendo sido num mandato comunista (2000) que foi criado um parque nómada, que se transformou em Bairro das Pedreiras, onde foram alojadas várias dezenas de famílias de etnia cigana.
Os anos foram correndo e o Bairro foi crescendo. Dizem que hoje é um gueto.
João Rocha assumiu a presidência da Câmara em 2013 e, desde então, desconhece-se que o autarca tenha tomado alguma medida para aliviar a carga negativa com que é visto o referido Bairro.
Chegados a 2017, e quando falta pouco mais de um mês para as eleições autárquicas, João Rocha determina que algumas dessas famílias devem “levantar tenda”.
Ora bem: JR, que já cá anda há muitos anos e dificilmente se deixa enrolar, arriscou uma jogada de mestre, dando a entender que quer limpar o Bairro ou, in extremis, “limpar a cidade”. Pura ilusão.

JR precisa de votos e sabe onde é que os pode ir buscar. Sendo Beja uma sociedade muito conservadora, é precisamente no eleitorado mais conservador (não politicamente) que JR quer entrar. Ouviremos dizer “finalmente alguém a acabar com esta pouca vergonha”. E na hora de decidir onde colocar a cruzinha, esta “limpeza” pode pesar.
João Rocha já terá percebido que as festas e foguetes não lhe vão aumentar a votação. Assim, é preciso ir buscar votos onde eles são improváveis.
Parece uma jogada de alto risco mas, estou em crer, nada vai acontecer. Tudo continuará na mesma e, na cabeça de alguns bejenses, ficará porém a ideia de ter havido uma efectiva intenção de expulsar famílias ciganas do Bairro das Pedreiras.
Amanhã cá estaremos para ver como se vão desenrolar os acontecimentos.

foto: Jornal Público

Share

10 Resposta a “Ciganos – uma jogada de mestre”

  1. AD diz:

    Subscreveria na integra o que acabou de escrever. Os ciganos são usados pela CDU conforme dá jeito. Se já deram votos e eram levados ao colo, agora não dão assim tantos votos e interessa ir busca-los àqueles que se encontram revoltados com alguns comportamentos destes vizinhos. É claramente uma atitude eleitoralista, porque nunca foi alvo de preocupação de Rocha. Tal Como as obras que agora parecem surgir aflitivamente, para tentar tapar a boca,àqueles que dizem que esturrou o dinheiro em festas e foguetes. Mas os bejenses não se devem deixar iludir mais uma vez com as manobras astutas da CDU, sob pena de, daqui a 4 anos, não termos sequer hipótese de recuperar uma cidade que definha à espera duma festinha para atrair pessoas à rua. Porque é só disso que se trata. Amanhã duvido que os ciganos abandonem voluntariamente o bairro das pedreiras. Da mesma forma que duvido que o Rocha esteja em Beja para dar o peito às balas. Deve, antes sim, enviar uma vez mais o submisso Vitor Picado. A ver vamos.

  2. gustavo matos diz:

    Ja se sabe que BE se opoe a esta iniciativao do PC.Ainda se desconhece e a posicao do PS , PSD e CDS.

  3. João Espinho diz:

    O PSD existe?

  4. João Espinho diz:

    E o CDS nunca se ouviu. O PS deverá estar à espera que chova 🙂

  5. bejense diz:

    Pois é,qual será a VOZ do Ps beja?

  6. mike fox diz:

    @joão Espinho,existe e espero que se revele qualquer que seja a tomada de posição em relação a esta questão.
    Os ciganos são realmente uma comunidade que vive à parte do resto da sociedade Portuguesa.Na sua maioria não fazem parte da população activa,a sua “passagem” pelo sistema de ensino acontece pela necessidade de terem os filhos matriculados na escola para receberem o “rendimento”,os seus “hábitos” de vida são bastante diferentes do resto da população.Sem hipocrisia temos de dizer que não se integra quem não quer ser integrado.para viver em sociedade é preciso aceitar as regras dessa vida em sociedade,os ciganos não são excluídos,excluem-se eles próprios ao não aceitar as regras básicas da convivência social.
    Em Beja como em outros locais no nosso pais existem ciganos,que beneficiam de apoios variados,habitação,saúde,etc as regras para aceder a esses benefícios sociais nem sempre são da responsabilidade local,mas naquilo em que o poder local tem uma palavra a dizer deve pronunciar-se.
    mas não podem ser posturas sazonais conforme o lado de onde sopra o vento.
    As regras são para ser cumpridas SEMPRE E POR TODOS,quanto ao neanderthal tardio,não estranho nada que venha dali
    roma locut

  7. Alentejo dos pequenitos diz:

    O executivo anterior PS apresentou uma estratégia e um programa de intervenção de médio e longo prazo para tentar resolver o problema dos ciganos, o que passava por uma responsabilização dos mesmos face aos seus deveres enquanto cidadãos de uma sociedade onde pretendem viver com acesso aos direitos que a mesma confere. Este trabalho pressupunha uma continuidade que o actual executivo do PCP quebrou, enveredando pela gestão casuística ao sabor dos interesses eleitoralistas.
    O resultado está à vista e só terá tendência para se agravar no futuro porque não existe da parte do JR e do PCP nem interesse nem capacidade para delinear e implementar uma estratégia e um projecto que altere a situação, uma vez que assim manobram melhor os votos destes eleitores ciganos e dos que não os aceitam na nossa sociedade.

  8. Beja + diz:

    Mas de onde é que saíram tão ilustres pensadores? Eles têm solução para tudo. É para o desenvolvimento económico da cidade. É para a cultura, para o desporto, para a problemática dos ciganos, enfim..! Eu penso que eles ainda não sabem, mas se procurarem e fizerem umas discussões – públicas de preferência – apuradas sobre a matéria, são capaz de ter bem lá no fundo da sua sapiência a cura para o cancro. Está o país e o mundo tão carente de lideranças e em Beja estão aqui a “a dar-se aos porcos”.

    PS: Espero que o jargão não seja considerado boçal pelo zeloso e criterioso dono deste espaço.

  9. João Espinho diz:

    @beja+ amén!

  10. Praça da República » Pós-verdade diz:

    […] eu ontem aqui: “Parece uma jogada de alto risco mas, estou em crer, nada vai acontecer. Tudo continuará na […]