Jul 12 2017

Um roubo honesto

Publicado por as 10:15 em Blogosfera

Escreve Pinho Cardão:
“Regressou o 1º Ministro e logo tudo se esclareceu. Aquilo de Tancos foi uma brincadeira de crianças. Segundo o Chefe do Estado-Maior General o material não valia mais que 34.000 euros e parte dele até estava inoperacional, a aguardar abate. E António Costa até foi mais afirmativo, generalizando a inoperacionalidade a todo o equipamento desviado.
Bom, por mim, perante as afirmações de tão circunspectas autoridades militares e políticas, só posso concluir que o alegado roubo foi uma acção virtuosa, pelas simples razão de ter poupado ao governo e ao exército as despesas de se desfazer do material.
Assim, sim, um roubo honesto e proveitoso para os contribuintes e digno dos maiores elogios!…”

Share

6 Resposta a “Um roubo honesto”

  1. Sol diz:

    O acontecimento foi grave e o exercito já o admitiu.

    Mas, quando se pensava num assalto de milhões afinal foram cerca de 3 dezenas de milhares de euros e com material para abater.

    O assalto militar do século a Tancos como alguns infelizes deputados afirmaram, não passou da montanha ter parido um rato / ratazana !

  2. João Espinho diz:

    @sol – Se a montanha tivesse parido um rato, o CEMGFA não teria levado um soco no estômago.

  3. a.pinho cardão diz:

    Muito obrigado pela citação, caro João Espinho.

  4. mike fox diz:

    roubo de material do exército,no caso armamento é gravíssimo,qualquer que seja o valor do mesmo.
    Objectivamente o primeiro reponsável pelo roubo é o comandante da unidade militar onde estão os paióis assaltados.Tudo mais são considerações de : e se…

  5. Augusto diz:

    Mas tem a certeza de que houve roubo….ou terá sido tudo uma encenação , aguardemos .

  6. João Espinho diz:

    @augusto – aguardemos…