Jun 06 2017

PCP aposta tudo em Beja

Publicado por as 13:31 em Autárquicas 2017

Hoje, às 18H00, nas Portas de Mértola.

Share

12 Resposta a “PCP aposta tudo em Beja”

  1. Vitor diz:

    Fantástica lista. Agradáveis surpresas.
    Para ganhar!

  2. Sentinela diz:

    A CDU apresentou os candidatos à Câmara de Beja, lista encabeçada pelo Exmo. Sr. Presidente da Comissão de Festas de Beja no quadriénio 2013/2017.

  3. bejense diz:

    Sai um vereador entra um candidato a vereador. O resto fica na mesma e o Rocha agora com falas de cordeiro regressará ao seu estilo de sempre, queimando os que se metem à sua frente, começando pelos vereadores como se viu neste mandato. Se ganhar vai ser mais do mesmo ou julgam que o homem vai mudar ao fim destes anos todos no poleiro.
    Para o bem dos bejenses esperemos mesmo é que não ganhe.

  4. Bernardo diz:

    Mais do mesmo só que agora com DJ. Poupem-nos por favor !

  5. Sol diz:

    Quem os viu e quem os vê.

    Num passado ainda bem recente enchiam praças e estádios em comícios e apresentações de candidatos à capital de distrito, e agora arranjam umas dezenas de cadeiras para os terem sentados ( senão nem lá iam ao permaneciam ) e com pouco mais de uma centena de pessoas e longe das duas centenas, fazem nas Portas de Mértola, a montra daquilo que são e o que para eles representa o autarca João Rocha e seus derivados.

    Uma tristeza, esta CDU mesmo com a presença de Jerónimo de Sousa líder do PCP.

    Se ficarem em casa e não forem votar, mesmo com voto útil, eis a ementa que vos espera para mais 4 anos do mesmo, festarolas e foguetes.

  6. Lufada diz:

    Nunca se esqueçam que a diferença de votos foi minima mas todos fazem falta.
    300 votos num universo de 17 mil é pouco. Vamos todos votar para ver se isto ainda tem solução.

  7. Joaquim Tenorio diz:

    Vi as imagens da apresentação pelas fotos do XXXX, braço armado do executivo e do partido da foice… e fica-lhe bem o partido pois às mãos deste senhor foi-se a cooperativa da cidade, pois começou por despedir trabalhadores sem lhes dar qualquer compensação pelos anos de serviço e arruinou tudo o resto, mas agora quem o ouve não o leva preso, mas os trbalhadores da COOP conhecem-no bem.

  8. corocota diz:

    A apresentação deve ter decorrido sem incidentes pois pouco foi noticiada. Gente também não deveria ter muita senão já tínhamos os habituais comentários do Sr. Júlio Raimundo nas redes sociais a dizer que eram CENTENAS de pessoas ( incluindo os que saíam dos empregos e passavam por lá a caminho de casa. Ou me engano muito ou há pessoas na lista de quem o Presidente não gosta muito e que continuariam a ser meros peões nas mãos desse todo-poderoso , caso ganhassem as eleições.

    Se isso acontecesse , para desgraça de Beja , teríamos o mesmo que temos tido:

    – Uma cidade que só vai mexendo ( Beja a mexer , lembram-se?) porque a economia está melhor de saúde e a malta vai tendo mais dinheiro para umas cervejinhas e umas sandes de fiambre .

    – Uma política de entretenimento voltada para dentro ,para os consumidores internos, à boa maneira da antiga FNAT ( sim essa mesmo da “outra senhora”) com muitas músicas e muitos desfiles para entreter a malta. Só os “desfilantes” enchem as ruas , como foi visível nas últimas iniciativas…não se pode dizer que a Câmara não se esforça…

    – Uma ausência de política Cultural Integrada em que o entretenimento também entra , mas como complemento , projectando a cidade no seu todo , valorizando-a e dando-lhe dimensão europeia. Há pequenas vilas e cidades por esse país e por essa Europa fora que “sairam da casca” e se notabilizam hoje pelas competências que souberam desenvolver.

    – O resto do País a olhar para Beja e a perguntar-se “um bom motivo para ir a Beja passar um fim-de-semana” tirando a OVIBEJA…que é organizada pela ACOS e apenas APOIADA pela Câmara Municipal. Deveria seguir a mesma estratégia todo o desenvolvimento projectado(?) para Beja…sendo o principal dever desta e de todas as câmaras municipais do Mundo motivar , estimular e apoiar as forças vivas e a massa crítica das cidades para fazer coisas novas , culturalmente enquadradas e não tentar ser ela mesma o “motor” da cidade.

    – As associações “Culturais” da cidade a adjudicarem a peso de ouro Neys Matogrossos , Anas Mouras , VIHls e outros que tais derretendo cerca de 2 milhões de Euros saídos dos nossos impostos…ouvi dizer que este ano os “figurantes” da Beja Romana eram espanhóis…e li algures que estava tudo cheio , os hotéis a abarrotar…ok…se for com os figurantes dos vários dias de festa satisfazem momentâneamente as necessidades financeiras das unidades hoteleiras mas não de uma forma sustentada e coerente com mais-valias culturais para a cidade e para a sua valorização no contexto português e, pelo menos, ibérico.

    Para além de outras medidas, a OVIBEJA poderia desmultiplicar-se sectorialmente nas fileiras produtivas do vinho e do azeite e aí sim, com o Turismo a crescer teríamos “BEJA” …MAS ISSO É FEITO COM GESTORES A SÉRIO E NÃO COM FUNCIONÁRIOS DO PARTIDO. As linhas electrificadas , os aviões no aeroporto e o asfalto nas estradas aparecia logo…eram as próprias empresas a querer dar corpo a um projecto de desenvolvimento integrado do Concelho. Não é esta a vocação do Partido Comunista (EMPREENDEDORISMO)sendo até de certa forma contraditória com a sua prática política .

    Até parece haver aqui uma aliança ainda pouco visível para nós os Bejenses…a aliança táctica entre o PSD e a CDU em Beja…a PSD neoliberal , determina , como se viu recentemente a descapitalização e o sofrimento das famílias…o PCP alimenta-se desta política de desgraça social pois aí encontra terreno fértil para a promoção do protesto e da reivindicação…uma autêntica pescadinha de rabo na boca…precisam um do outro para implementar o imobilismo e a baixa literacia política…

    Não liguem… isto sou eu a imaginar coisas…

    Nos países que já resolveram as questões da empregabilidade, da protecção social e do acesso ao consumo e aos bens essenciais os Partidos Comunistas tradicionais volatilizaram-se , sendo residuais ou mesmo inexistentes ( Suécia , Noruega , Alemanha , Áustria , Inglaterra , França , Itália , Espanha,Suiça,Irlanda( mesmo com a crise…),etc etc etc e não consta que as pessoas vivam desgraçadamente infelizes por lá…

    – Autarcas de outras Cidades a dizer: ” Porra, corocota vocês lá em Beja andam sempre em festa e a pedir estradas , aeroportos e automotoras… e se amanhã tiverem isso tudo o que é que vão pedir a seguir? acham que o desenvolvimento não tem que ser construído de dentro para fora? iniciativa ! empreendedorismo! risco sustentado! criatividade empresarial! não há em Beja? é a Câmara que faz tudo?

    Calei-me , baixei os olhos, despedi-me da pessoa e fui tomar um café , curto , por sinal , ao contrário do que é hábito…

  9. Sol diz:

    @ Joaquim Tenorio

    Agora o XXX dedica-se à fotografia.

    Não sei ainda se qualquer dia ainda não se vai sentar no banco dos réus, por gestão danosa e não só, na citada cooperativa.

  10. casa do campo diz:

    O Rui Eugénio é uma escolha boa e inteligente.

  11. corocota diz:

    @casa do campo

    Já lemos isso no Alvitrando postado por si…é essa a sua boa acção da semana? promover o candidato a vereador? e de quem foi a inteligência da escolha? e porque é que essa pessoa que escolheu , sendo inteligente não ficou ela na lista , por ser inteligente?confuso?seguramente será um honorável cidadão mas destacá-lo do resto é o mesmo que dizer : o Sérgio Conceição é uma escolha boa e inteligente para o Porto…e a seguir perderem o campeonato…

  12. atento diz:

    Mas alguém acredita que vai mudar alguma coisa com a mudança de um vereador? João Rocha vai prosseguir em Beja a sua política que aplicou em Serpa, secar tudo à sua volta como um eucalipto. Os vereadores servem para falar quando alguma coisa corre mal e não são mais que adjuntos do presidente. Alguém ouviu do vereador Picado o que pensa sobre a educação ou sobre o urbanismo, pelouros que lhe foram atribuídos? Ou a vereadora Sónia, o que é que ela pensa sobre a cultura, o desporto ou o turismo do concelho?
    O vereador Oliveira que saiu pela porta pequena nem deve ter tido voto na matéria quando foi comprada a central para produzir alcatrão, que já vai em meio milhão de euros. E as ruas e estradas municipais continuam esburacadas.
    Por isso não se admirem se as coisas continuarem nesta tristeza se o PCP ganhar outra vez, mesmo com os milhares gastos nas festas e nos foguetes.

Deixe Uma Resposta