Jun 12 2017

Beja – amadores travestidos de políticos

Publicado por as 10:30 em A minha cidade


foto: joão espinho

Comentário de leitor:
“Para o poder central ( seja ele qual for) olhar para Beja também é necessário que Beja se “mostre” na área produtiva .

Dinâmica , com Liderança empreendedora equilibrada , com unidade entre as pessoas , com valor cultural… temos os Grandes Virgem Suta , de grande qualidade, o Grande Zambujo ( um abraço para ele), o Paulo Ribeiro , o Serafim, inigualável e os Coros do Cante Alentejano , mas não temos um Ministro no Governo…nem um Secretário de Estado sequer, daqueles que a gente sente que é “da casa”…

O peso específico de Beja no País é pequeno como se sabe , mas há áreas onde se destaca…Évora mete sempre Ministros e/ou secretários de Estado…porque será? será a visão instalada em Lisboa que “sendo de Évora” como “é tudo Alentejo” também defendem os interesses de Beja…

Temos que manter exigências ao Poder Central mas temos que amadurecer e crescer por dentro em fileiras produtivas , geradoras de emprego, com Indústrias “Limpas” , Agroindústrias, Tecnologias “Limpas” e crescer culturalmente com o Cante, as referências históricas , a Doçaria Conventual , a Arqueologia e tantas outras mais-valias… onde anda o Politécnico nesta batalha? está a formar gente capaz de pegar nestas ideias? ou está a perder “poder” e a diminuir os cursos e os alunos num momento em que a economia cresce sustentadamente…
É preciso reflectir muito e não me parece que Beja cresça com “amadores” travestidos de Políticos… os tais que mais parecem gestores de sociedades recreativas : ” o que é preciso é que a malta esteja contente! bora lá mais uma festarola! Beja aos olhos de outras cidades anda sempre em Festa…é uma alegria….!”

Share

6 Resposta a “Beja – amadores travestidos de políticos”

  1. bejense diz:

    E depois admiram-se de os bejenses fugirem da sua terra ou não se interessarem pela política. Vejam só: há uma vereadora da Cultura na câmara de Beja embora decida quase nada, o poder está nas mãos do chefe. Essa vereadora tem uma adjunta o que é normal. Pois em Fevereiro deste ano foi nomeada outra adjunta para a Cultura, desta vez para o presidente, a ganhar 80% do ordenado dos vereadores. A dita senhora foi professora universitária em Almada e diretora de uma universidade em Moçambique. A 8 meses das eleições, que necessidade havia de ser nomeada mais uma adjunta? O que é que a senhora conhece de Beja e da nossa cultura? Não há na câmara pessoas competentes para assumir funções de responsabilidade nessa área?
    Depois de um dinossauro que veio parar a Beja para o PCP ganhar as eleições e de um chefe de gabinete que é mais um comissário político do que outra coisa, mais um lugar ocupado por alguém que não tem nada a ver com Beja e com os bejenses. E depois admiram-se destes estarem descrentes com a política e com os políticos.

  2. atento diz:

    Um currículo invejável do chefe de gabinete da câmara de Beja que ganha 90% do ordenado de um vereador e que é o coordenador autárquico distrital do PCP.

    Atividade profissional:

    Presidente da Junta de Freguesia de Baixa da Banheira, Concelho de Moita; Membro da Assembleia Municipal da Moita; Membro da Assembleia Metropolitana de Lisboa; Membro do Conselho Geral do Hospital do Barreiro; Gestor de empresa gráfica; Administrador de órgão de imprensa regional (Distrito de Setúbal); Gabinete de apoio político do Presidente da Câmara Municipal de Moura (2003/05); Membro do grupo de trabalho institucional entre a CMM e a Direção Regional de Agricultura sobre a Herdade da Contenda; Comissão de acompanhamento da constituição da Empresa AMPER Solar e da Central Solar de Amareleja em Moura (2003/05); Coordenador da implementação da Agenda XXI no município de Moura; Gabinete de apoio político da Câmara Municipal de Beja (2006); Diretor Executivo da EMAS de Beja (2006); Membro do Conselho de Administração da EMAS de Beja (2006/09); Gabinete de apoio político da Câmara Municipal de Castro Verde.

  3. confuso diz:

    Ney Matogrosso vem a Beja no dia 16 por 70 mil euros mais iva.
    http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=3322199
    Dois dias antes vem a Coimbra apresentar o mesmo espectáculo, Atento aos Sinais, por 43 mil euros mais iva.
    http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=3423693
    E é isto.

  4. Valentim diz:

    Com um currículo desses, a figura deveria estar numa secretaria de estado, ou num ministério! Ainda por cima é um senhor omnipresente, a julgar pelas datas dos cargos, ou seja, está em todo o lado em geral e não está em lado nenhum em particular!…Mas há mais algumas figuras no nosso burgo, que possuem as mesmas capacidades, e que por sinal também estão “instalados” em vários organismos…seria conveniente inventar mais algumas entidades, ainda que desprovidas de significado, para ocupar toda a trupe com currículos tão extensos, como o desta personagem!…E a seguir estariam criadas as condições indispensáveis para uma candidatura política a qualquer cargo da administração!…Porra para isto!…

  5. Sol diz:

    Como já alguém já disse :

    Tudo isto ” é uma pouca vergonha “, com este tipo de nomeações.

  6. corocota diz:

    Ney Matogrosso é o espelho da CDU em Beja e dos Partidos Comunistas europeus…envelhecido , para não dizer decrépito e em fase terminal de carreira ainda consegue reunir á sua volta alguns saudosistas… o cavaleiro alado meio índio Guarany meio Drag-queen do saudoso Alcântara-mar já perdeu há muito a sua graça de inovador fracturante…não tem a dignidade de Leonard Cohen nem a mística do Nobel Bob Dylan…a CDU já não apresenta ao eleitorado os mais Trabalhadores , os mais Honestos e os mais Competentes…Ney Matogrosso cobra 43 mil euros para actuar em Coimbra e a Câmara de Beja vai pagar-lhe 70 mil euros por uma hora de actuação.

    A Câmara de Beja transborda de dinheiro e de sofreguidão eleitoralista. Estoira dinheiro a seu bel-prazer como qualquer burguês bebedolas que ,nas bocas de algum político europeu “gasta tudo em mulheres e vinho…” haverá seguramente alguma verdade nas palavras de Djisselbloem , pelo menos a avaliar pelo que se passa aqui por Beja. Disseram-me que uma qualquer associação que necessite de uns míseros 300 ou 400 euros para equipamentos terá que mendigar à câmara essa parca verba.

    Matogrosso vem por 70 mil euros,ajuste directo como sempre acontece em Beja e já acontecia no passado em Serpa… vem “à patrão…” como se diz na terra do Presidente da Câmara, Viana do Castelo. Vem de Coimbra com uns míseros 43 mil euros, apanha a Autoestrada até Grândola, mete-se no helicóptero e acaba a encher a mula em Beja com 70 mil euros para uma hora e pouco de de actuação…

    Os Cartazes do Partido Comunista espalhados por Beja dizem que ” o Alentejo EXIGE” Médicos , Enfermeiros , Auxiliares para os serviços de Saúde…já leram concerteza…se tiverem dúvidas eu indico os locais exactos onde se encontram.

    Mas o poder central , tão criticado por alguns dá voltas orçamentais para conseguir pagar aos técnicos especializados que tem ao seu serviço…que salvam vidas…que administram medicação , que cuidam, que alimentam os doentes e estão lá todos os dias a bombar 7 ou 8 horas para levar para casa mil euritos por mês…

    Mas no Poder Local não…pelo menos em Beja não…40 mil á Ana Moura , 70 mil ao Matogrosso , e os Stranglers foi quanto? e quantas centenas de milhar mais já foram…sem retorno? O Partido Comunista perdeu argumentação perante as pessoas…ninguém compreende este despautério eleitoralista e despesista…ninguém poderá levar a sério qualquer afirmação futura por parte da CDU de que o Partido tal ou tal gastaram isto ou aquilo…a incoerência no discurso da CDU é já por demais evidente.

    A sua atitude novo-riquista e pequeno-burguesa tacanha é bem visível em alguns dos seus protagonistas autárquicos…Beja é um PÉSSIMO EXEMPLO destes devaneios e desta pequenez de horizontes…o total desinvestimento numa política Cultural sustentada vai acabar mal…Beja não se afirma no panorama nacional…Beja vai-se iludindo com cantigas e festas e pior de tudo sem qualquer retorno cultural sustentado para o Concelho…quando a festa acaba olha-se á volta e nada cresceu…apenas o ego do Presidente se vislumbra nos resquícios dos copos plásticos pisados que os homens e mulheres da higiene e limpeza da Câmara amanhã , bem cedo, virão limpar…já agora e para que conste a Câmara de Serpa deve á EDP cerca de 2 milhões de euros de electricidade, vinha hoje no jornal…porra,esta malta além da “superioridade moral comunista” não brinca em serviço…

    Fiquem bem… amigos do “Praça”

Deixe Uma Resposta