Mai 17 2017

Romaria da fortuna

Publicado por as 10:54 em A minha cidade,Autárquicas 2017


Para visitar oito milhões e meio de euros em obras. E Beja está na mesma.

Share

4 Resposta a “Romaria da fortuna”

  1. Vitor diz:

    Quem dera que todas as outras câmaras dos vários partidos tivesses as mesmas atitudes… Mostrar aos munícipes as obras que se estão a fazer\ fizeram.
    A isto chamo prestar contas à população. GRANDE INICIATIVA

  2. João Espinho diz:

    @vitor -as contas prestam-se, de acordo com o nosso sistema, no acto eleitoral. Um executivo que sempre decidiu sem ouvir ninguém, vem, agora, em acção de pré-campanha, passear pelas obras. Como se nós, minícipes, sofrêssemos de cegueira e não sentíssemos, diariamente, onde se andam a fazer obras. Mas, isto acontece em Beja, com o PCP, como noutros municípios, de outras cores. Faz parte do sistema.

  3. Rojo diz:

    Munícipes? Até podem ser mas na foto o que se vê são alguns poucos militantes mais fiéis do PCP. Porque a maioria até ficou em casa pois sabem que vão ter que engolir mais sapos para votar no Rocha do que quando votaram no Soares.

  4. corocota diz:

    Podia ser assim o título da foto :

    ” Uma entidade turística internacional reconhecida, independente, colocou a bonita cidade de Beja no topo do ranking de cidades com mais qualidade de vida em Portugal .

    É já pela segunda vez em quase quatro anos de mandato do actual executivo que Beja alcança este merecido galardão.

    Para o facto muito contribuiu todo o apoio dado pela autarquia aos pequenos e médios comerciantes e empresas , facultando apoios Técnico e pontualmente até financeiro para pequenas obras de reconversão de actividades comerciais e apoio domiciliário a famílias carenciadas numa autêntica política Social Autárquica consentânea com as mais avançadas formas de Democracia Europeia.

    Mas não é só na qualidade de vida que a cidade e o concelho se destacam …um inquérito interno efectuado anualmente na Autarquia aos cerca de 600 trabalhadores refere ser esta das mais democráticas autarquias que existem no País , com um executivo dialogante , ciente das problemáticas diversas que afectam os seus trabalhadores , nomeadamente os do Mercado Municipal , Parque de Materiais e outros sectores da Autarquia.

    Segundo nos referiu mesmo um destacado elemento do STAL que trabalha na autarquia, é uma câmara MODELO onde não se verificaram em qualquer funcionário “choros pelos cantos” nem insultos a ninguém…durante todo o Mandato…”não existiu nada que perturbasse a função autárquica ou a relação laboral, que tivesse necessidade de intervenção do Sindicato” , referiu o sindicalista.
    Nos índices de corrupção a Autarquia Bejense também se distinguiu , especialmente na forma equilibrada (de adjudicação) dos ajustes directos , demonstrando-se inequívocamente a sua impenetrabilidade a lobbies e a decisões autocráticas do seu Presidente.
    Os 40.000 Euros para a Ana Moura , os 30.000 Euros para as acções de rua (Vihls?), os 100.000 Euros para o projecto de um tal Parque Fluvial do Guadiana a construir no mandato seguinte com o apoio dos Verdes, os 100.000 Euros para Serralves e mais umas quantas decisões/adjudicações do género, sem falar , claro dos 600.000 Euros para a anunciada e muito aguardada pela tradição forte e enraízamento que tem no Concelho) Festa dos Cavalos( só aqui já vai quase um milhão de Euros,porra!) , constituíram as ligeiras excepções… As obras de requalificação urbana prosseguiram de forma harmoniosa, sendo as decisões polémicas ( por exemplo o derrube de estruturas com significado e conteúdo identitário para a cidade) , alvo de amplo debate público.
    O Presidente da Autarquia sublinhou em entrevista de cerca de duas horas a um canal de televisão de projecção internacional que decorreu com a habitual fluidez e eloquência a que já nos habituou e demonstrando um perfeito conhecimento da cidade , concelho e temáticas candentes reportadas ao mesmo , que Beja no segundo mandato continuará as políticas de Trabalho( para os trabalhadores da Câmara, especialmente do Parque de Materiais que foram cumprimentados duas vezes por engano…) , Honestidade (poupem-me as palavras,ok?) e Competência ( …aquele Secretário de Estado , que não me lembro bem qual é que não recebeu o Presidente…será que, para lá da habitual reivindicação do Aeroporto a funcionar e tal..coiso..o IP 8…ou será o 7 , autoriza a reconstrução integral do Templo Romano) ….

    Trabalho Honestidade e Competência são as palavras-chave que caracterizam o mandato que agora termina. ” Ave César! os que vão morrer te saúdam” foi o grito largado pelo Vereador que acompanhou o Presidente no final da entrevista e nesta longa demonstração do potencial de Beja, do carisma dos seus políticos e da representatividade das suas gentes…

    Na foto , para a posteridade , ficam os timoneiros desta Nau Catrineta que é efectivamente a Autarquia Bejense…que cada vez mais se afasta da Terra ” de verdade” que é o nosso Portugal…” fim de notícia” 🙂

    Ah!é verdade! se gostaram do texto ponham um “Like” no facebook do Presidente…

    beijinhos e abraços do vosso amigo corocota