Abr 14 2017

HiFly

Publicado por as 16:28 em A minha cidade


A entrevista do Presidente da HiFly ao Diário do Alentejo.

Share

2 Resposta a “HiFly”

  1. Sol diz:

    Esta é a versão do investidor.
    Será que não existe algo mais e isto é pressão para o governo da ” geringonça “.
    Se o país precisa de investimento, se precisa de emprego e ainda mais no interior, era bom ouvir a outra parte DA.

  2. Mundinho Falcão diz:

    Por aquilo que sei a Hi Fly não está a ser totalmente sincera nos argumentos que utiliza.
    Está “a esticar a corda” culpando depois outros (Governo, ANA/Vinci) pela eventual escolha que a Administração possa fazer de outras bases mais centrais do ponto de vista geográfico em território europeu.
    Um conjunto de constrangimentos referidos pela Hi Fly estão neste momento felizmente ultrapassados no Aeroporto de Beja.
    Independentemente disso julgo que todas as partes devem fazer um esforço para que a Hi Fly possa ficar em Beja e estabelecer aqui uma base/plataforma criando os tais 200 empregos diretos que diz serem possíveis. Seria óptimo e é em lógicas destas que deverá assentar o aproveitamento do Aeroporto. Lógica de “Aeroporto-Industria”, com tráfego pontual de passageiros ou de carga. Qualquer outra lógica que não esta é estarmos a enganarmo-nos a nós próprios.