Arquivo de Janeiro de 2017

Ilusionismos

31 de Janeiro de 2017

O editorial de Paulo Barriga no Diário do Alentejo:

É difícil a qualquer utente do comboio, que compre bilhete entre Beja e Casa Branca, não ficar assanhado com tudo o que envolve o próprio comboio. A começar pela constatação de que comprou bilhete para o comboio mas que, afinal de contas, não há comboio nenhum. Há um veículo automotorizado que circula, quando está em condições de circular, pelos mesmos carris onde poderia circular o comboio para o qual comprou bilhete mas que, bem vistas as coisas, não existe. De facto. Não existe o comboio, nem existe a menor pinga de dignidade naquilo que é oferecido pela empresa dos comboios em troca do dinheiro do bilhete do comboio que não existe. Aliás, a CP – Comboios de Portugal, na relação que estabelece com os utentes que compram bilhete entre Beja e Casa Branca, revela não ser exatamente uma empresa de prestação de serviços de transporte, mas antes um circo que funciona apenas com palhaços e ilusionistas. Sendo que os palhaços, os utentes que compram o bilhete de comboio entre Beja e Casa Branca, já não riem nem fazem rir, e os ilusionistas, invariavelmente vestidos de cinzento, cada vez têm mais dificuldades em transformar a lata com rodas de ferro no comboio rápido Intercidades que é anunciado no bilhete dos utentes que o compram em qualquer estação entre Beja e Casa Branca. A ilusão da automotora nunca funcionou. E, repetida à exaustão, apenas acentua a tristeza do espetáculo que continua a ser vendido com letras douradas nas bilheteiras do comboio entre Beja e Casa Branca. Na passada terça- -feira, 24, o “Jornal de Notícias” oferecia a quem o comprou a seguinte manchete: “Quatro autoestradas fazem disparar custos com as PPP”. Por assinalável falta de assunto, as televisões, todas elas, replicaram a notícia, assegurando que as concessões das autoestradas do Douro Interior, Transmontana, Litoral Oeste e Baixo Alentejo vão sugar em 2017 perto de 203 milhões de euros aos cofres do Estado, em virtude de quatro ruinosas parcerias público-privadas. Caído em desuso e tapado de ridículo, há muito que o truque da autoestrada não saía da cartola. A autoestrada do Baixo Alentejo apenas está a dar cabo das contas públicas porque o Governo ainda lá não mandou colocar portagens. Ou melhor, porque ainda nem sequer foi construída. Daí o belo e surpreendente momento de ilusionismo que a autoestrada voltou a proporcionar. Nem dá para acreditar, pois não?

Share

Aeroporto de Beja

30 de Janeiro de 2017


foto: Jorge Diogo

Share

Domingo #367

29 de Janeiro de 2017

Share

Excitações – 4

27 de Janeiro de 2017

cmb

“Em 2017, o Pax Julia continua a afirmar-se como uma grande sala de espetáculos do sul do País, com uma programação eclética e aberta à comunidade.
A Câmara Municipal de Beja é o principal programador.”

Share

Diário do Alentejo

27 de Janeiro de 2017

Share

Bom fim de semana

27 de Janeiro de 2017

Share

As contas em Almodôvar

27 de Janeiro de 2017

Perspectivando-se a integração do PSD no movimento “Independentes por Almodôvar”, liderado pelo ex-autarca e ex-militante social democrata António Sebastião*, podemos afirmar, antecipadamente, que o PSD vai conquistar a Câmara de Almodôvar?
As contas de 2013 são as seguintes:

PS – 35,12% – 1.761 votos Mandatos – 2
VI – 30,79% – 1.544 votos Mandatos – 2
PSD -27,06% – 1.357 votos Mandatos – 1

* Adenda: e ex-PCP

Leia mais aqui

Share

Beja – templos e tanques

26 de Janeiro de 2017

arqueologia beja

A RVP divulga: “A Câmara Municipal de Beja anuncia, em nota de imprensa, que já terminou o processo de desmontagem do reservatório de água da Praça da República e que a sua retirada deixou a descoberto “um conjunto de estruturas arqueológicas do período romano” que “ultrapassa largamente o que era expectável”.

A cidade não voltará a ser a mesma. Aguarda-se a vinda de um número incalculável de arqueólogos, historiadores, curiosos e turistas. Aguarda-se, igualmente, o regresso à nossa cidade dos milhares de bejenses que, ao longo dos anos, têm migrado para outras paragens.
Agora sim, a alma de Beja vai fazer inveja.
Viva!

Share

Monte Gordo

26 de Janeiro de 2017

A Agência Portuguesa para o Ambiente e a Câmara de Vila Real de Santo António têm previsto colocar no local novos apoios de praia, um passadiço de dois quilómetros e áreas de lazer.

A Praia de Monte Gordo vai ser alvo de uma requalificação ambiental que vai alterar por completo o rosto do local. No entanto, os proprietários dos apoios de praia contestam o pouco tempo para fazer alterações e os montantes que têm de pagar.

Até dia 22 de fevereiro, são obrigados a demolir os seus bares ou restaurantes e depois construir os novos, de acordo com as plantas aprovadas pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA). Os mais baratos custam 95 mil euros, os mais caros 215 mil.
(aqui)

Share

Quem são os senhores que se seguem?

25 de Janeiro de 2017

040820131457-972-HospitalBeja(5)

Aguarda-se a publicação (DR) do diploma que ” além de introduzir alterações orgânicas relevantes, tem como efeito significativo a cessação, por força da lei, dos mandatos dos membros dos Conselhos de Administração das Unidades Locais de Saúde, E.P.E..” (leia aqui)

Share

Para memória futura

25 de Janeiro de 2017

Share

Política de A a Z

25 de Janeiro de 2017

Share