Nov 22 2016

Esclarecimento

Publicado por as 12:05 em A minha cidade

santa-casa-beja

Sobre este post, escreve João Paulo Ramôa:

“A Santa Casa da Misericórdia de Beja, enquanto eu estiver à frente dos seus destinos, será uma entidade totalmente apartidária. Embora tenha nos seus Orgãos Sociais, pessoas com filiação politica e até participação activa, dentro dos seus espaços políticos próprios. Mas fazem-no enquanto cidadãos e não na qualidade de Irmãos.

A escolha do antigo Hospital, pareceu-nos uma excelente escolha, pois estamos muito interessados em participar no projecto global e coerente que neste momento se está a desenvolver no centro histórico e com varias participações, onde o nosso edificio será devolvido à cidade, não só com as suas valências actuais ( igreja, museu da farmácia, enfermaria, jardins ) mas com outras que estão a ser estudadas e planeadas. Será um dos edifícios incontornáveis e chave, para esse projecto global, em que, o investimento de adaptação, decorrerá com verbas nossas ou por nós conseguidas.

Por outro lado, na actual politica de dinamização do espaço, ímpar em Beja, é cada vez mais corrente, a disponibilização para várias e diferentes acções, mesmo sem a nossa intervenção directa, como foi este caso. Como exemplo, decorreu no mês de Outubro, no mesmo edificio, um dia totalmente dedicado à Saúde Mental….sem que isso signifique que……….”

Share

2 Resposta a “Esclarecimento”

  1. bandeirante diz:

    João Ramoa a sua intervenção está ao nível daquelas que vão aparecendo no ALVITRANDO e que são da responsabilidade de uma Médica Psiquiatra.
    Como consegue ter tantos projectos quando é sabido que passa a maior parte do tempo no estrangeiro e a Vice-Provedora , além de ser Filha do Provedor cessante , é ZERO ?
    Provavelmente esses projectos sairão da Cabecinha do representante da Mesa da Miseric. que se encontrava sentadinho junto ao Rocha , individuo que além de se dedicar á politica ninguém lhe conhece qualquer actividade produtiva.

  2. atento diz:

    Aqui está o carimbo para a santa aliança vodka laranja em 2017. Está tudo dito. Projecto global e coerente, ímpar em Beja, chegou o salvador da cidade, João Rocha, depois de 40 anos de atraso. José Colaço, Carreira Marques, Francisco Santos, Pulido Valente, vereadores, Ramoa incluido, quem são eles ao pé do iluminado que veio do Minho passando por Serpa?

Deixe Uma Resposta