Nov 23 2016

Beja – Empréstimo de 500 mil euros para quê?

Publicado por as 19:39 em A minha cidade

euros

Sintético de Beringel custou 500.000 € mas não foi feito.
Explica Vitor Besugo:

“CAMPO DE FUTEBOL SINTÉTICO DE BERINGEL CUSTOU 500.000 EUROS… SÓ TEVE UM PEQUENO PROBLEMA… NÃO FOI FEITO!
Na passada segunda-feira, 21 de Novembro, durante a aprovação do orçamento municipal para 2017 da Câmara Municipal de Beja, enquanto membro da Assembleia em representação da vila de Beringel, questionei o executivo se sabia onde tinham sido aplicados em 2008/2009, os 500.000 euros que foram emprestados à Câmara Municipal de Beja pelo Novo Banco, para a construção dos campos sintéticos de Beringel e Salvada. Segundo o documento em anexo, a Câmara de Beja está a pagar essa dívida de meio milhão de euros à entidade bancária, mas pelo menos em Beringel o campo sintético só existiu em campanhas eleitorais. Uma vez mais a população de Beringel foi prejudicada em prol de outra “necessidade”.
Atenção que não estou a culpar este executivo de nada, só questiono se estão a pagar uma dívida de uma coisa que não existe, se sabem, ou se tentaram saber onde foi parar o MEIO MILHÃO DE EUROS destinado à construção do campo sintético de Beringel. Esse dinheiro é dos contribuintes e não sei até que ponto não é crime o que fizeram a Beringel… Não sei quem foi, na Assembleia nada me disseram, mas a população de Beringel exige saber.”

endividamento-da-camara-de-beja
(clique para aumentar)

Share

19 Resposta a “Beja – Empréstimo de 500 mil euros para quê?”

  1. JR diz:

    E destas haverá mais ???
    No Beja Polis tinham destinado 70.000 € para escavações arqueológicas e gastaram 1.000.000 €.
    E numa campanha eleitoral autárquica o Pcp e a Cdu não fizeram a documentação e folhetos nas instalações da câmara e o processo deu entrada no Ministério Público, que levou memórias de computadores e impressoras, e até hoje que se saiba, está à espera de quê ???

  2. Pastorinho diz:

    E para é que o Sr. quer um campo de futebol sintético em Beringel??? Para jogar na INATEL, acha V.Exª que não é luxo a mais para uma aldeia??? Porque não analisa a sociedade em geral, essa sim, precisa de investimento, não é um campo de futebol sintético que dá progresso… Deixe-se de politiquices e coloque neste blog algo que se possa ter como referência para que haja desenvolvimento em prol da região.
    Deixem os Homens trabalhar… pois como não têm mais nada para argumentar, vão buscar assuntos que já se encontram em arquivo.
    Porra, estou farto de ver escrever tanta asneira contra este executivo, deixem os Homens trabalhar.
    Sr. Vitor Besugo, daqui a muito pouco tempo, vai-se dar inicio à reabilitação do largo principal na sua freguesia, ou seja em Beringel, só espero é que o Sr. não venha para este Blog dizer que a obra é da autoria da junta de freguesia de Beringel, pois a obra é de inteira responsabilidade da Camara Municipal de Beja e paga por esta. Pois se calhar aí coloca-se a tal verba que o Sr. tanto reclama… Não acha???

  3. João Espinho diz:

    @pastorinho – você não percebeu a questão? Ou percebeu e está a fazer de conta que não percebeu?

  4. VITOR BESUGO diz:

    Caro Pastorinho…
    Não me ouviu criticar o actual executivo, nem colocar as culpas em ninguém, só gostava, assim como a população de Beringel, de saber onde foi parar o dinheiro que chegou à C. M. de Beja através de um empréstimo de meio milhão e euros, autorizado em Assembleia Municipal na altura… altura essa em que o União Desportivo e Cultural Beringelense jogava na Associação de Futebol de Beja e tinha escalões de formação. Actualmente, e possivelmente por essa obra não ter avançado, faz com que muitos jogadores, principalmente os mais jovens, não queiram jogar em Beringel na lama, quando podem jogar em Beja, Ferreira ou Cuba em campos sinteticos e com outras condições.
    Ainda em relação à divida se não acha pertinente saber onde foi gasto o dinheiro, ok… não faço mais coméntarios… pois eu fui eleito para defender a vila e a população de Beringel, e portanto não me irei calar…

  5. Mais atento que os outros diz:

    Pastorinho ou carneirinho?
    Que lógica é a sua? “Ok, houve a autarquia foi roubada mas foram os da minha cor e assim já não faz mal”, é essa a sua lógica?
    Atente no que importa há uma dívida contraída para um projeto que não foi feito.
    Já agora Beringel é vila.

  6. Sérgio diz:

    É Pena que diga que é demais para uma aldeia quando na verdade é a única vila que temos.
    No entanto 20 jogadores praticam tanto desporto no campeonato de Inatel, como na distrital e
    certamente posso lhe garantir que são jogadores que jogam com o chamado “amor à camisola ”
    pois o clube vive das verbas Camara, Junta e seus associados e não de nenhuma empresa publica.
    e mesmo que seja demais ou não o sintético em Beringel, apenas não deveriam usar o seu nome para
    créditos nem tentar mostrar que fazem aquilo que não fazem.
    Já agora o clube participa no campeonato distrital de Inatel, mas tem todas as suas continhas limpas e
    é sócio da AF Beja e da Inatel…. dai todos os anos ter poder decisão para jogar onde quer e defender os
    seus interesses.
    No entanto a historia é antiga e não nos interessa quem é gastou mal gasto ou tirou, apenas temos pena
    que tenham usado o nosso nome para uma obra que nunca existiu e digam o que disserem é de lamentar.

  7. Costa diz:

    Apesar de tudo O U.D.C.B apresenta contas aos seus associados, assim como tem toda a escrita regularizada, no entanto é preferível continuar a investir em clubes que se comprometem com muitos atletas nos seus quadros para receber uma verba maior e dias antes dos campeonatos começarem desistir por falta de condições ? Mas aparentemente esse mesmo dinheiro já não é devolvido nem as condições retiradas…
    É claramente uma vergonha os clubes das “aldeias” conseguirem um prestígio bem maior que os chamados “clubes da capital “.
    Era também altura de rever as condições financeiras e de apoio logístico dado a certos clubes em troca de um prestígio que não é nem mais nem menos que uma vergonha.
    Usando muitas das vezes os transportes do Município enquanto que as carrinhas dos clubes se encontram estacionadas à porta de casa.
    Olhemos em nosso redor e verifiquem-se que condições são as de Mombeja, Quintos, São Matias, Penedo Gordo, Beringel, Salvada e por aí em diante a comparar com as que são as de Beja.
    Afinal temos que defender e promover o desporto de que forma ?
    Será que em Beja se corre mais que noutro sítio qualquer ? Os resultados e prestígio desportivo não o demonstram…..
    Quem será maior merecedor de ser apoiado ? Clubes que todos os anos têm as torneias abertas e têm uma imensa margem de manobra, tanto em número de atletas, como transportes, equipamentos, instalações ou clubes que todos os anos tentam lutar pela sobrevivência jogando com a mesma camisola velha com 5/6 anos.

  8. JOTA diz:

    O campo futebol de Mombeja é uma autentica vergonha, no entanto em Beja existe um numero ilimitado de campos
    e fala-se em construir mais dois.
    a isto chama-se promover a desertificação

  9. Antonio diz:

    Sr Pastorinho é criado um empréstimo de meio milhão de euros, sim, meio milhão a pagar em 20 anos e o Sr está preocupado com o motivo de agora se perguntar por isso ?? por amor de deus, eu não conheço as suas contas mas meio milhão em arquivo matava muita fome.
    Responder que está em arquivo ficou-lhe muito mal.

  10. bejense diz:

    E agora o João Rocha quer construir um novo pavilhão em Beja, quanto vai custar? É mesmo necessário? Não seria melhor melhorar os que já existem e recuperar a pista de atletismo. Mas não, quando o homem mete uma coisa na cabeça ninguém lha tira, os outros vereadores calam-se e o PCP nem abre o bico. E se alguém critica chama-lhe tudo e mais alguma coisa, os lambe botas do ditador.

  11. Jéssica diz:

    É ridículo existir quem não tenha capacidade para entender que o que está realmente em causa não é uma exorbitante vontade de lúxuria como comentários acima parecem querer apontar, é sem qualquer dúvida um mix de sentimentos de frustração, indignação e curiosidade por tamanha falta de respeito. Utilizam meio milhão de euros, justificam que é num sintético que não existe, e ainda há quem diga que ter um sintético não é o mais importante?! Importante é entender, porque é que somos gozados, por aqueles que são supostos “lideres” de uma sociedade, como se trata a câmara municipal de Beja. Meio milhão de euros. Acho que ninguém quer saber, obviamente, o que lhe fizeram. Pergunto então ao sr pastorinho, com o devido respeito e a maior das inocências, porque quer ele um cérebro na cabeça. Mais uma vez, é ridículo. Por detrás de cada clube, de vila, aldeia, cidade, não interessa, seja Beringel ou Benfica, há uma equipa que trabalha noite e dia para que o clube em si não se desintegre e funcione com todas as condições necessárias e mais algumas que se consigam. Para promover o desporto, para dar vida, cor, movimento aos sitios. Isto, é uma falta de respeito para com essas pessoas;pessoas essas, falando agora do “meu” clube, que pedem saibro para o suposto sintético, e nem a isso tem direito; estamos a falar de um sintético do ano 2008/2009! Estamos a falar de meio milhão de euros! Deixem os homens trabalhar?! Trabalhar no quê? Na contribuição daquilo a que se chama lavagem de dinheiro?! Excelentíssimo trabalho sr pastorinho, tem uns valores de ouro. Insisto, é RIDÍCULO, existir um remar contra a maré desta maneira, e ainda haver quem colabore com isto.
    Só desejo, como qualquer pessoa com a noção desta barbaridade, que isto se resolva, e independentemente de beringel ou a salvada terem direito a um sintético, justifiquem o que fizeram com tanto dinheiro. Nós por cá vamos continuar a tentar tapar os buracos do pelado, dia após dia, noite após noite, para podermos ter o prazer do que é jogar futebol. Não admitimos é que para taparem os vossos buracos, usem o nosso nome. O UDCB agradece.

  12. Pastorinho diz:

    Estou perplexo de só agora perguntarem pela divida contraída para os tais sintéticos…
    Pergunto ao Sr. Vitor Besugo:
    Porque não foi feita a questão colocada a este executivo ao executivo anterior, se bem me lembro no último executivo quem cá esteve foi outros senhores e esses entraram no ultimo trimestre do ano fiscal de 2009 e saíram no ultimo trimestre de 2014.
    Porque nunca foi feita essa questão??? Será porque não convinha e colocava dissabores internos no partido??
    Porque não respondeu ao repto que lhe coloquei sobre a reabilitação do Largo de Beringel???
    Talvez não interessasse responder, pois fica assim na penumbra e que não vale a pena fazer referencia, pois essa obra será de inteira responsabilidade da Camara Municipal de Beja.
    E para o Sr. João Espinho, à sua resposta, fique a saber que percebi e bem, quem não quer perceber é aqueles que até se pelam por informação do deita abaixo, como eu costumo dizer.

  13. Mais atento que os outros diz:

    Oh carneirinho, com o devido respeito.
    O sintéctico de meio milhão de euros também foi “feito” na entrada do último ano de mandato e onde é que ele anda?
    Eu se fosse a si antes de andar a apregoar a mentira de obras futuras espelhava evidências, mostrava obras reais, dívidas reais, etc.
    Quanto é que meteu ao bolso do meio milhão?

  14. Costa diz:

    O Sr Pastorinho esta mais interessado em fazer política do que outra coisa, para além de dizer disparates em relação ao futebol e ao Inatel, depois muda o assunto para as perguntas.
    Daí nada melhor que responder a uma pergunta com outra pergunta….
    Sinceramente nós como clube desportivo que lhe interessa quem tem ou não o dinheiro, onde o gastou ou não, o que para nós interessa é que foi contraído um empréstimo para construir algo que não foi construido.
    isso é a pergunta de fundo …
    Pediram meio milhão para uma obra que não existe, usaram o nome de Beringel e nem um simples tijolo lá meteram, ate os pedidos mais simples que o clube faz são ignorados.
    E depois o senhor muda o assunto para a praça ?? que raio tem uma coisa com outra ? é alguma coisa de especial fazerem uma obra em Beringel no ultimo ano de eleições ??
    Pois a verdade é que a cada dia que passa as pessoas estão menos parvas e não é com uma obra ou outra que conseguem enganar o eleitorado…e certamente isso não será esquecido

  15. Martins diz:

    Esta frase poderia ser usada com slogan eleitoral….. pode ser que alguém lhe pegue….. Beringel agradece.

    E para é que o Sr. quer um campo de futebol sintético em Beringel??? Para jogar na INATEL, acha V.Exª que não é luxo a mais para uma aldeia???

  16. Jéssica diz:

    E o melhor é nem terem a noção da ironia. LUXO?! ALDEIA? Como dizia o outro “e o burro sou eu!”. Primeiramente, devido ao número de habitantes é considerada vila sr Martins, e novamente repito em nome dos que se querem fazer ouvir, que a QUESTÃO real disto é o que fizeram com o dinheiro! O futebol não acaba só porque temos um pelado e não um sintético meu caro, mais faz quem quer do que quem pode. No entanto, não consigo ficar imune a esta afirmação, que piada, “luxo a mais para uma aldeia” ah ah ah.. É disso que se trata? Slogan eleitoral, obviamente, é só questões politicas isto, é o que se trata! Como diz o sr Costa e bem, “nada melhor que responder a uma pergunta com outra pergunta”. Em puro alentejano, o chamado “desconversar”. Cada um vai puxar a brasa à sua sardinha e isto não tem já ponta por onde se pegue. É triste, muito triste, o maior cego é aquele que não quer ver e a bom entendedor meia palavra basta.

  17. Maria vai com as outras diz:

    “É a política, estúpido” sic…
    Claro que não estou a chamar estúpido a ninguém. E até concordo com algumas criticas que aqui são feitas.
    Agora parece é que há aqui quem pouco perceba de política local. E eu até tenho a certeza que não sou nenhuma expert.
    Mas a sensação que fica de quem lê alguns destes textos é que se trata de principiante nestas matérias e que apenas andam a roer os calcanhares a quem sabe disto aos magotes e lhes dá de calcanhar.

  18. Jacinto diz:

    Receberam 500 mil em julho de 2013 para alcatifar 2 campos da bola, mas 3 meses perderam as eleições. Porque não devolveram o carcanhol, se não queriam fazer a obra?

  19. João Espinho diz:

    Quem?

Deixe Uma Resposta