Jul 28 2016

O Parque da cidade

Publicado por as 0:01 em A minha cidade

DSC_0037beja parque da cidade foto joão espinho
foto: joão espinho

Li no Facebook:

“Beja está morta, ontem tentei percorrer as esplanadas de Beja, não se via praticamente ninguém, fico admirada quando vejo turistas pergunto-me se não vieram enganados, como levava comigo o meu neto de 6 anos decidimos ir até ao parque da cidade, o que vi deixou-me ainda mais triste. A casa de banho um autêntico nojo, e o parque praticamente às escuras, não conseguíamos ver as crianças, foi para isto que foi gasto tanto dinheiro, porque me parece quase ao abandono, ao menos que as crianças possam ver com quem estão a brincar, iluminem mais o parque, obrigado.”

Share

6 Resposta a “O Parque da cidade”

  1. eu diz:

    Beja não está morta… temos é muita gente por aí com as “violas na mão” sem unhas para elas e não é só no parque da cidade. O parque da cidade(bar) é natural que esteja a sofrer, com o tempo de paragem e agora penso que com a mudança para um novo concessionário. Mas há mais, há um que quando há eventos na Praça da República fecha e “enxota” os clientes da esplanada. Outra situação a que assisti num outro dia, num outro local foi, um cliente que pretendia jantar numa esplanada, negarem-lho referindo-lhe que jantares era só no interior do restaurante… são estas três para mim aquelas que poderiam ser as melhores casas de Beja…

  2. Joana Amaral diz:

    Senhor Espinho, raramente estamos de acordo… mas neste caso dou-lhe 100% de razão, o parque da cidade está muito mal tratado e abandalhado. A relva está cheia de dejectos de animais e a iluminação é realmente inexistente.

  3. João Espinho diz:

    Senhora Joana – Tenho que rever as minhas posições, para que continue a discordar delas 🙂

  4. Carla tavares diz:

    “Beja esta morta” sim, pois se queremos ir passear na nossa cidade parece que estamos numa cidade fantasma
    É verdade que o parque da cidade neste momento não tem quase luz,pois no outro dia fui dar uma volta à noite pelo parque e a maior parte das luzes à volta do lago estavam apagadas,candeeiros sem luz na zona da relva e ao pé do parque os candeeiros não iluminam nada
    Se optamos por ir para o jardim público,é um local parado sem dinamismo e sem vontade de lá estar. Quando entramos no jardim,estamos há espera de vida,mas pelo contrário,pois os bancos estão sujos,o parque parece abandonado,a casinha esta fechada,etc
    Quando eu era miúda,havia barcos no lago do jardim,a casinha estava sempre aberta,havia um pónei para passear
    São memórias de infância que não esqueço e que hoje em dia as nossas crianças também deveriam ter.

  5. fernando martins diz:

    se fosse so a praça da republica e o parque da cidade estaoo mais preocupados em desmantelar o deposito de agua onde existe mais prioridades nesta cidade vivo em beja desde 1985 e em vez d ver a minha cidade a andar para a frente so a vejo cada dia pior mas os culpados sao aqueles q n tem competência para governar.

  6. Antonio Carocinho diz:

    Atualmente não vivo em Beja , mas foi lá que nasci e tenho as minhas raízes, cidade que muito gosto mas realmente a última vez que lá estive por acaso fui ao parque da cidade com as crianças brincar e comer um gelado e lhes digo que nem uma coisa nem outra, está tudo num estado lastimável, pena que seja assim porque menos vontade me dá lá voltar, e não digam que é uma má altura porque vou lá várias vezes e cada vez está pior .

Deixe Uma Resposta