Ago 17 2015

O Cortejo em Beja

Publicado por as 7:35 em A minha cidade

cortejo beja
foto: CMB

Comentário de leitor:

    O Rio tem o Carnaval e o Cristo Rei, Lisboa as marchas e o fado, mas Beja tem o Cortejo Histórico mais a Beja Romana!!!

    “Gostei! Gostei imenso! Adorei os sapatos históricos de imensa variedade e cor, desde as sandálias, às botas da tropa, aos “butes”, aos ténis, às “sabrinas”, até aos envernizados com alguns saltos generosos. Gostei, gostei imenso da organização e do desacerto vernáculo e convincente dos figurantes; tudo sob a presença do presidente Rocha e da sua esmerada corte (com consorte e tudo), passando por outros inexcedíveis funcionários municipais e da Rua da Ancha, comandando as tropas, fatalmente descomandadas. Gostei, gostei imenso das músicas históricas, particularmente da fanfarra e do vira minhoto, este perfeitamente adequado ao Alentejo e a Serp…, quero dizer Beja. Gostei, gostei imenso da multidão imensa e entusiasta, na grande maioria completamente rendida…a Monte Gordo, Quarteira, Armação de Pêra, Zambujeira ou mesmo ao Guadiana ou dentro de casa vigiando em delírio pelas frestas das portas ou pelas vidraças das janelas. Gostei, gostei imenso do rigor histórico, apimentado por unhas de mãos e pés pintadas, cabeleiras “brushing”, óculos “multiópticas” ou”ray-ban” e relógios tipo “timex” ou “Tissot”, ao que se juntaram ocasionalmente os fundamentais e verdadeiros testemunhos históricos, os telemóveis. Gostei, gostei imenso do rigor das fatiotas (do calçado já falei), das cores, onde até alguma confusão de medidas ou de datas históricas, fez com que o cortejo parecesse tão real que só um valente beliscão nos acordasse para a realidade…por sinal hilariante de tão triste…
    Mas não achei piada nenhuma à maqueta/miniatura do museu, demasiado bem feita e profissional, destoando com o carnavalesco, emendo, cortejo. Também não gostei dos cavalos (e do desnoitado camelo, provavelmente vindo de Marrocos a nado e a pé, tal o aspecto) que tal como com os romanos, com os árabes ou nas idades média, moderna e contemporânea, não contemporizaram e, numa assumida desconsideração pelo cortejo, deixaram a sua marca de aromáticas bostas, como que a mandar todos à m…! Quanto aos euros, é coisa de pouca importância, insignificante para um município que tudo aposta nos “apitos e reboleros” e nas excitantes pimbalhonas festas e festarolas. Tudo o resto foi magnífico!!! Como alguém disse, Beja merece!

    PS – As moças árabes da dança do ventre também destoaram, não pela dança, mas pelos dotes…”

Share

21 Resposta a “O Cortejo em Beja”

  1. Luís Afonso diz:

    No Coments

    http://alvitrando.blogs.sapo.pt/cortejo-historico-de-beja-correu-muito-3033414

  2. rochinhas e rochetes diz:

    Foi cortejo histórico ou desfile de moda de lingerie? Que o JR tem jeito para escolher jovens modelitos é que ninguém pode duvidar…

  3. patria diz:

    Enquanto uns usam os dinheiros públicos para se auto-promover junto das populações , as colectividades do concelho andam pelas ruas da amargura .

  4. João Espinho diz:

    @luís afonso – no mesmo local: “Perguntem aos moradores dos bairros sociais se querem festas ou as casas arranjadas?”

  5. beija diz:

    João Rocha quase nunca se ouve falar sobre nada, manda os seus vereadores às vezes até parece andar desaparecido. Falta às reuniões de câmara, não liga à Cimbal como não ligava à Assembleia Distrital e ao Museu. Sobre o problema da água não se ouviu uma palavra. Isso é quando as coisas correm mal. Sobre este cortejo, que para ele deve ter sido a maior obra em quase dois anos à frente da câmara, veio logo nessa tarde falar e anunciar que para o ano será melhor. E a rádio oficial, a Rádio Voz do Partido, logo atrás para dar a notícia dois dias seguidos, com uma enorme fotogaleria. Enfim, é o que temos. Mas Beja não merece melhor? Sobre o texto 5*****.

  6. Luís Afonso diz:

    Quis apenas acrescentar uma imagem onde pode ver que, afinal, não estavam todos os habitantes no Algarve e a ver o cortejo pelas frestas. Bandeiras do PC também não se vêm nenhumas. Eu passei e parei em dois ou três locais e até fiquei surpreendido pela adesão (apesar de muitos pormaiores que desgostei, é certo).
    Se me disser que os bairros sociais são prioridade, eu direi que não. Afinal de contas a CMB já garante a esses cidadãos habitação praticamente à borla e a mim, se não for uma festarola, nada me dá (nem penso assim, mas poderia pensar). Quem define prioridades são os eleitos. Por muito que nos custe, temos é que continuar a demonstrar essa insatisfação. Mas convém ver a forma, aquilo que criticamos e a forma como criticamos, já se sabe…”Casa onde não há pão…”.
    O problema do seu espaço é que metade dos comentários aqui deixados, e aos quais dá cobertura, mais parecem delírios de gente louca e, certamente, ressabiada. Digo honestamente, gostava de ver os rochetes, enxoes, atentos, beija e o próprio espinho a governar esta cidade.

  7. do contra diz:

    Infelizmente as coisas são mais ou menos assim:
    -Se fosse o PS a fazer este cortejo, muitos dos que aqui falam mal diriam bem, foi a CDU, os do PS falam mal e os simpatizantes do partido deste poder local falam bem, independentemente do mérito ou não da iniciativa.
    Eu assisti ao cortejo, obviamente há críticas a fazer, mas penso que, no geral, a iniciativa foi muito positiva, teve uma componente didáctica importante, fiquei surpreendido pela adesão das pessoas num mês como o de Agosto e, com toda a franqueza, das muitas opiniões que ouvi, pelo menos 90% foram muito favoráveis à iniciativa.
    Tirem as “palas” e ajudem a defender a nossa terra, somos poucos e continuamos divididos…..assim estaremos cada vez mais para trás. Falta muito bairrismo nesta cidade e concelho.

  8. INSATISFEITO diz:

    Digam quanto custou o evento sff ???

    E se é esta a prioridade, criticam o PSD e o CDS por ” apitos e flautas ” na boca de Jerónimo de Sousa, quem do PCP se revê neste festim exagerado ?

  9. Bejense preocupado diz:

    Na minha opinião não me parece mal que façam, podia fazer com mais qualidade e originalidade, mas tudo bem o que está feito, feito está. A questão é, o que é que este executivo já fez sem ser festas, romarias e foguetes? Não me ocorre nada! Sabemos que Beja é uma cidade muito parada, mas será que a prioridade são festas?

  10. verdade diz:

    O problema é que enquanto Beja se entretém com cortejos de qualidade duvidosa, com festas e festarolas, outros ficam com a “Ebraier”, com os serviços, com o desenvolvimento, com os empregos e agora até com o cluster aeronáutico. Uns andam de aviões, outros vêem-nos passar, aos aviões e aos cortejos…

  11. enxoe diz:

    Luis Afonso quando digo Beja Merece não quero fazer publicidade a sigla que por ai andou!Quero mesmo dizer que Beja merece uma festa destas com toda a ironia que lhe possa colocar!!Beja merece é que olhem por ela,que tratem das ruas,das casas e se possivel das pessoas e que saia do marasmo em que se encontra.Muito menos tenho algo a ver com a sigla,para que saiba!
    E quanto a governar a Camara,olhe e porque não?!nunca se sabe!Acho que Beja Merece mas Muito melhor.Cumprimentos

  12. Pedro diz:

    Grande cortejo carregado de gajas boas , nunca tinha visto nada assim Beja está a crescer e a evoluir assim como os seus habitantes.

    Só qd fui a Meca vi tanta gente junta,que maravilha viva Beja e os Alentejanos gritem comigo Vivvaaaaaaaaaa!!!

  13. TICA diz:

    Os funcionários/as da CMB que se andaram a passear no desfile têm alguma folga compensatória ?

  14. Américo diz:

    Para mim isto não passa de festas parolas e bacocas que nada mais servem para disfarçar a total ausência e inépcia do executivo. Que fizessem a festa com a “prata da casa”, ainda compreendia e aceitava, agora quando se dá ao luxo de trazer para cá camelos, grupos de bombos de qualidade mais que duvidosa, dançarinas do ventre que parece que estão no sambódromo…. sinceramente parece um enredo de uma novela mexicana.
    Ainda para mais quando é público a total ausência/silêncio do edil (e respectiva trupe) em questões pertinentes.
    Quer dizer, há dinheiro para foguetório, cortejos e romarias, não há para as coisas básicas.

    E ainda há quem lhe gabe o mandato. Realmente, cada vez tenho menos dúvidas, só temos o que merecemos. E não há dúvida que merecemos um executivo deste gabarito. Só posso apelidar os Bejenses de masoquistas, pois quanto pior, mais gostam.

  15. TICA diz:

    AMÉRICO—Totalmente de acordo. De facto o masoquismo dos Bejenses é um perfeito case-study. Depois de trinta e muitos anos de gestão autarquica Comunista, que deixou Beja de rastos mais parecendo uma qualquer cidade do 3 º mundo , e após um interregno de 4 anos em que se consegui abrir uma janela de esperança com o JPV , que obviamente errou nalgumas situações mas que globalmente teve um mandato bastante positivo , de imediato optaram pelo regresso Comunista.PURO E DURO MASOQUISMO.

    Este masoquismo ainda é mais chocante quando o regresso dos Comunistas á CMB , foi realizado em total conluio com os dirigentes do PSD de Beja , os quais se tivessem um pingo de honestidade nem circulavam nas Ruas de Beja

  16. Joaquim Costa diz:

    Esta gente do PS não fizeram nada na Câmara, levaram o país à banca e ainda pensam que têm moral para falar. Não põem o rabinho nem na Cãmara, nem no governo durante uns bons anos. Tenham vergonha na cara.
    Em relação à festa, foi o 1º ano pode haver situações que não corram tão bem mas estão de parabéns, isto não é a festa dos VIP e da vinhaça.

  17. Joaquim Costa diz:

    Digo :Levaram o país à banca rota

  18. mikkas diz:

    É o que eu penso. Os PS andam mesmo de cabeça perdida, e não há volta a dar. Vamos lá ver se o Costa põe um ponto de ordem na mesa, e essa gente começa a ter tino. Quanto ao Rocha, esfrega as mãos de contente, com a publicidade que lhe fazem. Mesmo com os Tony das Carreiras, tem cada vez mais pessoas nos eventos que realiza. Continuem a dizer mal dele, que não se importa.

  19. mal cheiroso diz:

    Oh gentinha pequena…..realmente Beja tem o que merece…Já agora, estas parolices põem pão na mesa? Trazem desenvolvimento? Trazem postos de trabalhos? Põem Beja no mapa?

  20. Manel de Trigaches diz:

    @ Joaquim Costa – A malta ajuda para que à terceira seja de vez, raio: escreve-se “bancarrota”.

    Pronto agora que já está, sugiro à maioria municipal de Beja CDU que convide o amigo Costa para o próximo jantar/degustação gourmet com produtos da região, à porta fechada, só para pessoas com “estatuto” designadas simpaticamente por “líderes de opinião”, como aquele que aconteceu há uns meses atrás no Castelo de Beja. Ou somos todos VIP ou não há VIPS pra ninguém, certo amigo Costa?

  21. mikefox diz:

    É sabido que os revolucionários gostam do pé na poeira do terreiro e musica popular.
    Em Beja cumpre-se o desígnio nacional e temos festas e festarolas,desfiles e viras.E parece que o minhoto o que sabe fazer,e mal,são festas para a malta.Há que entreter o povo com festas,os romanos tinham o coliseu,em Beja fazem-se desfiles carnavalescos fora de época.
    As festas não criam postos de trabalho,nem ajudam a fixação de empresas em Beja.A governação bolchevique desta cidade conseguiu em 40 anos de pós 25 de Abril o quê?
    Arruamentos,saneamento e água,não existiam,assim fosse quem fosse tinha de edificar essas infraestruturas que eram, à data inexistentes.
    HÁ 50 ANOS QUE TEMOS UMA BASE AÉREA EM BEJA E MAIS RECENTEMENTE UM AEROPORTO,E CONSEGUIRAM O IMPENSÁVEL DE QUE A FÁBRICA DA EMBRAER FOSSE PARAR A ÉVORA.
    Há dias foi assinado no aeroporto de Beja um protocolo para a instalação de uma empresa ligada à aeronáutica e que pode vir a criar MAIS DE 100 POSTOS DE TRABALHO, e o minhoto onde estava ele??? a esgalhar????
    Palavras para quê,são comunistas portugueses,que não usam pasta medicinal Couto.

Deixe Uma Resposta