Jul 08 2015

Em Beja Acontece

Publicado por as 17:08 em A minha cidade


foto: joão espinho

Que o Pax Julia não tem programação para o mês de Julho.
Beja merece!

Share

13 Resposta a “Em Beja Acontece”

  1. Snoopy diz:

    E nos meses anteriores teve programação?

  2. João Espinho diz:

    @snoopy – fraca, muito fraca.

  3. Snoopy diz:

    Pois… tão fraca que entre estar fechado e a programação que tem tido nos últimos meses, quase ninguém repara.

  4. hugo diz:

    continuem a votar nos Comunistas e depois chorem

  5. CC diz:

    Recordam-se das obras do Polis em Beja ?

    Há mais de 1 ano que o acesso da rua de Sembrano para a rua capitão Francisco de Sousa têm os portões encerrados e o Museu do Sítio abre as portas meia dúzia de vezes ao ano, sabem quanto custou só esta obra mais de 1 MILHÃO DE EUROS.

  6. eu diz:

    uma vergonha! estes comunistas são uma desgraça!…

  7. Beja diz:

    Em contrapartida estão programadas mais de uma centena de actividades de rua. São opções!
    @CC , “Museu do Sítio abre as portas meia dúzia de vezes ao ano” a sua certeza é igual à sua inteligência.

  8. CC diz:

    @ Beja

    O que não invalida o referido porque corresponde à verdade e até parte do espaço no túnel está cedido a um restaurante para esplanada e arrecadação ou é mentira ?

    O conjunto das obras custou ou custou o mencionado ?

    Tenham vergonha porque o sistema de água a correr nas paredes exteriores nunca chegou a funcionar e as portas do museu estão sempre encerradas !

    Onde está a programação do Pax – Júlia ?

    As actividades de rua são pagas não centenas mas dezenas com o dinheiro das juntas de freguesias que deviam ter outras prioridades face às necessidades das pessoas que carecem de meios para sobreviver e não para mais e mais festas, que são deitar euros à rua em períodos de crise com a pobreza e desemprego muito evidente .

  9. Viva o PS diz:

    Mais um da CDU que foi preso!

    http://www.cmjornal.xl.pt/cm_ao_minuto/detalhe/armando_vara_detido.html

  10. Jorge diz:

    Já agora e em abono da verdade, alguém aqui reparou numa iniciativa para colmatar o encerramento do PAX Júlia, e que se chama “Noites ao Fresco”?
    É que ontem fui ao Jardim Público, e não é que o mesmo estava bem composto.
    Muitas pessoas, algumas delas que não via já há anos. Muitas crianças a brincarem felizes no parque infantil que ali existe. Alguns, embora poucos expositores, a mostrarem o que de melhor se vai fazendo por aqui, e em especial em termos de inovação de produtos agrícolas e afins.
    E à saída, reconheço que sobretudo devido à atuação do João Cataluna & friends, era bem evidente o ar de alegria e felicidade que a generalidade das pessoas exibia. Quanto não vale isto em tempos de crise e de desanimo.
    Por último, quem é que iria ver espetáculos em recinto fechado com noites destas?

  11. João Espinho diz:

    @Jorge – este fim de semana, no Jardim Público, é a Feira da Terra. Relativamente a ” quem é que iria ver espetáculos em recinto fechado com noites destas?” Sugere que se encerrem todas as salas de espectáculo,por esse país fora, quando as temperaturas nocturnas ultrapassarem os 25ºc? Foi demorado regresso do hábito de ir ao Pax Julia (esteve muitos anos encerrado). Assim, voltamos ao passado…

  12. Jorge diz:

    J. Espinho: com toda a consideração, não consigo perceber muito bem os seus argumentos.
    E a pergunta que coloquei acho que tem razão de ser.

  13. Feirante diz:

    @Jorge.

    Também estive no Jardim Público, também fui ver “Os Alentejanos” e Tiago Bento. E achei a iniciativa muito simpática.
    Reforço porém o que o João Espinho já avançou:
    1 – A iniciativa que ali decorre, durante 3 dias, é a 2.ª edição da “Feira da Terra”, da responsabilidade da União de Freguesias Salvador/Santa Maria. O jardim não vai ter abertura permanente até às 24 horas no futuro. Só nestes 3 dias, depois “morreu” novamente;
    2 – O espetáculo musical de ontem dos “Alentejanos” não se insere nas “Noites ao Fresco”, como avança, mas sim no “Beja Acontece” e terá sido uma espécie de “Oferta da Câmara” à Freguesia para ser inserido na Feira;
    3 – As iniciativas “Noites ao Fresco”, nas aldeias e “Beja Acontece”, na cidade, são em regime de contrato por ajuste direto. A primeira tem um custo de € 41.000,00+IVA a 23% (mais de € 50.000,00 no total) para uma empresa organizadora e a segunda, embora já decorra, não se conhecem ainda os valores.

    Havendo esta disponibilidade financeira agora conhecida, é pena que durante a restante temporada, fora destes meses de verão, não se invista também alguma coisa para que a programação do Pax-Julia seja razoável.

Deixe Uma Resposta