Out 06 2014

Beja – Mudanças na Protecção Civil

Publicado por as 18:12 em A minha cidade

prot civil beja

Entretanto, dada a sua larga experiência na área da protecção civil, Noémia Ramos deixou o comando dos Bombeiros da Vidigueira e o posto de comandante operacional municipal para assumir o cargo de 2º Comandante Distrital de Operações de Socorro de Beja.
Noémia Ramos é licenciada em Serviço Social e foi já directora técnica da Santa Casa da Misericórdia de Vila Alva. (ler aqui)

Share

18 Resposta a “Beja – Mudanças na Protecção Civil”

  1. TICA diz:

    a um curriculum tão ” extenso ” só existe uma interrogação , será do PSD ?

  2. Alberto diz:

    essa não é do PSD. é do outro aliado do PSD ou seja PCP.
    A aliança Simões/Narra no seu melhor.

  3. Tira Borbotos diz:

    @Tica – Essa, até pode não ser do PSD!
    Mas esta, era com toda a certeza…http://visao.sapo.pt/ela-era-a-senhora-do-psd=f796907

  4. mikefox diz:

    Seja como for o que faz uma assistente social na proteção civil?

  5. Alberto diz:

    @ MIKEFOX — é simples , claro e objectivo : Santa Aliança PSD/PCP ou se quiser de outra forma Santa Aliança Simões/Narra.

  6. Ricardo diz:

    É uma vergonha, a culpa não é dela coitada nem soube ao que foi, deve pensar que é um lar de velhos. Se calhar é!!!!!!

  7. ulises diz:

    Não conseguiu correr com o major mas nomeou. uma amiga assistente social. Grande Mário assim é que é nem mais.

  8. joaquimcamacho diz:

    Mas algum dos que aqui comentaram sabem o que a comandante Noémia Ramos fez em prol do CB da Vidiguiera? Sabem que capacidades tecnicas e operacionais ela possui para o desempenho das funções? Não sabem,pois não? Comentam,como comentam quando a águia passa mais alta que a torre de menagem do castelo de beja. porque não se calam.

  9. Paulo Nascimento diz:

    Por acaso já vos ocorreu que a senhora Noémia Santos foi nomeada por já ter demonstrado capacidade real , e na área em particular ?

    Os bombeiros da Vidigueira viveram tempos muito conturbados com guerras constantes entre corpo activo, comando , direcção e Câmara Municipal, que resultaram em nomeações e substituições frequentes de vários comandantes na corporação.

    Esta senhora trouxe estabilidade á corporação da Vidigueira demonstrando grande capacidade de liderança, e capacidade operacional.

    Na mente de muitos, quando alguém é nomeado só pode ser por cunha ou arranjinho, e se for mulher então é uma certeza.

    Alguns comentários demonstram muita ignorância e pura má língua, outros talvez dor de cotovelo.

    Sejam adultos, respeitem as pessoas.

    Cara Noémia, não sei se está a ler isto, mas não ligue aos latidos. Sei que fará um bom trabalho

    Desejo-lhe a maior sorte

    Paulo Nascimento

    Bombeiro em Beja

  10. Alberto diz:

    joaquimcamacho—- não brinque com coisas sérias.

  11. Rato dos Pomares diz:

    Não acredito que as preocupações que por aqui se adivinham tenham a ver com alianças santas (ou heréticas), com favorecimento de amigos ou com o facto de poder ser esta uma nova partida do presidente da distrital aos seus “camaradas”.
    Caramba! Estamos em Beja! A capital do favorecimento.
    Quando não é o A a favorecer o B, é o C a favorecer o A e quando não é o B a favorecer o A é o C a favorecer o B. A coisa está instituída e sob a engrenagem lubrificada ora do governo central ora do governo local, é só uma questão de esperar pela vez. A alternância democrática garante o resto, sob o olhar atento e as vozes críticas dos não contemplados, obviamente.
    Em relação às tropelias da “distrital” também percebo que, pelo que por aqui leio (nem preciso de as procurar outras fontes), já são tantas que, francamente, já deviam ter criado imunidade.
    O verdadeiro motivo da irritação, quer parece-me, advém do facto de o lugar ter sido atribuído a alguém que não precisa de fazer a barba nem tem prefixo curricular “na reserva” ou “oficial subalterno”.
    Se é competente ou se deixa de ser, se tem ou não currículo, se deu provas da capacidade ou não deu, tudo isso é irrelevante.
    Aqui, claramente, a sensação de desconforto advém do facto de exemplos destes poderem levar a lá de casa a começar a ter ideias. E depois? Como é que vai ser? Quem é que vai coser os acrescentos nos atilhos do avental para um gajo poder lá encaixar a bocha?
    Portanto, meus “caros amigos preocupados com esta nomeação”, abandonem o talibanismo e comecem a ler revistas de lavores e fada-do-lar (a tele-culinária também interessa). O vosso estatuto tem os dias contados.

  12. ulises diz:

    O Sr. Mário simões, é perito em nomear ou indicar assistentes sociais, para fundações e agora também para a proteção civil isto não são invejas são verdades mas é o pais que temos e temos que viver com esta realidade mas as pessoas passam e as instituições ficam.

  13. Alberto diz:

    ulises– Fundação S. Barnabé ?

  14. Maria vai com as outras diz:

    Não será que mais do que ser do PSD ou do PCP, anda por aí um certo preconceito por se tratar de uma mulher???
    É que o machismo alentejano pouco mudou com os tempos.

  15. ulises diz:

    oh Maria, não é ser machista nem ter inveja, é a forma com que as nomeações são feitas.

  16. joaquimcamacho diz:

    O anterior 2º CODIS era licenciado em que area? Não vi qualquer comentário sobre a sua formação academica se calhar até desconheciam a sua existência, o CODIS é tenente-coronel do exercito já se interrogaram sobre o porque . A comandante Noémia é licenciada em serviço social,mas a sua actuação nestes últimos anos foi ao serviço de forma exemplar no CB da Vidigueira e na àrea da protecção civil,tomara muitos terem tidos muitas Noémias ao serviço.

  17. CR 2 diz:

    Dá-me a sensação que a malta socialista e afins, atira sobre tudo o que mexe à sua volta desde que não seja do seu lado.
    Qualquer dia, ainda se enganam e até disparam sobre eles próprios.
    Parabéns à Noémia pela sua nomeação. Fruto única e exclusivamente da sua competência e dedicação à causa da proteção civil.

  18. ulises diz:

    Estão desculpados vocês não sabem a realidade das nomeações boa sorte .

Deixe Uma Resposta