Set 19 2014

Cavalos a bom preço

Publicado por as 18:06 em A minha cidade

De leitor transcrevo na íntegra:

“No mesmo fim de semana da Feira de Castro e da Feira da Caça em Mértola aí está a mais recente novidade de João Rocha: o Salão do Cavalo. Muito original nem tem nada a ver com a Serpa Equestre pois não?
Quase 41 mil euros. Quem organiza? A NPimenta de Ponte de Lima de onde havia de ser? Já organizou a Serpa Equestre em 2011, 2012 e 2013 e se calhar também a de 2014. Quem paga? A Turismo do Alentejo pois claro. Os amigos são para as ocasiões. Já pagou a Serpa Equestre em 2011 e 2012.
É só originalidades ?”

salão do cavalo
daqui

Share

14 Resposta a “Cavalos a bom preço”

  1. ANA diz:

    tenho um palpite que a N.PIMENTA Ldª é uma empresa do MINHO .
    Vi hoje o programa da RURALBEJA e admirei-me da organização ser da exclusiva responsabilidade da CMB , nada constando acerca do envolvimento da ACOS na organização deste evento.

  2. JR diz:

    Existe muitos €€€.€€€ para o PIMENTA via unipessoal, através dos anos. É o mel a correr para os bolsos familiares, abram os olhos.

    Costuma o sábio ” POVO ” dizer que onde existe fumo existe também fogo, para bom entendedor existe necessidade de saber estes interesses e pagamentos, do Alentejo ao Minho e sempre aos mesmos, por adjudicação directa e sem concurso ou não existe cá no sul quem o possa realizar ?

    Já agora, a autarquia está novamente a negociar com a SIC, a RURALBEJA no domingo 5 de Outubro, com 6 horas de transmissão televisiva.

  3. João Espinho diz:

    como é essa do 5 de outubro?

  4. MESTRE diz:

    JR– 5 de Outubro ???
    A RURALBEJA será a continuação da Festa do Avante que se realizou no inicio do Mês , embora com alguns tiques de aburguesado e de novo-rico que o Rocha sempre tem demonstrado ao longo dos anos.
    Este Pimenta tem alguma coisa com os tipos das iluminações de Natal e do fogo de artificio ?

  5. LOL diz:

    Razão Social: NPIMENTA, SOCIEDADE UNIPESSOAL, LDA
    Morada: QTA DA SOBREIRA, 4990-351, FEITOSA PONTE LIMA, VIANA DO CASTELO

    http://publicos.pt/entidade/56721/npimenta-sociedade-unipessoal-lda

  6. MESTRE diz:

    @lol –a empresa só tem praticamente actividade com contratos com o Turismo do Alentejo e com a Camara de Serpa . Caso de Policia !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Chato diz:

    Uma autentica vergonha!! Seria interessante fazer um apanhado das adjudicações que têm existido e verificar, por a+b, qual o total da verba que tem sido canalizada para o Minho.. Pergunto: no Alentejo inteiro (já nem digo na nossa região), não haverá empresas capazes de fornecer os mesmos serviços?!

  8. bejense diz:

    Este salão que o João Rocha vai organizar tem alguma coisa a ver com esta feira? Ou é só coincidência? http://www.feiradocavalo.pt/ Feira do Cavalo de Ponte de Lima.
    Imitar o que se faz em Serpa ou no Minho é a sua especialidade. Ele sabe alguma coisa de Beja e das suas tradições?

  9. batman diz:

    E assim caminhamos, com passos seguros, para a década de 80! Beja merece? talvez, mas começa a ser demais, a gestão do município é demasiado má para poder continuar!

  10. memória diz:

    Estamos apenas a constatar um pequeno capítulo nos favores, nos interesses, nos pagamentos políticos, no desgoverno impune (ou que pensam impune)sob a batuta de João Rocha (todos os outros são meros serviçais ao serviço do JR ou do PCP). Vejam-se os casos de tratamento interno imposto aos recursos humanos da Câmara; veja-se, recentemente, o caso muito nebuloso, mesmo escuro, das refeições escolares…Num blog “concorrente”, colocam-se dúvidas extremamente preocupantes!

  11. Rochinhas e rochetes diz:

    Política e negócios andam misturados? Não! Mas que ideia essa! Transversal a todos os partidos…mas o Rochinha é o expoente máximo no Alentejo! Sem um pingo de vergonha, até se dá ao luxo de dizer em reuniões de câmara (vejam as atas que vale a pena) : eu sou ilegalista…Só falta dizer : e corr…Beja merece isto e o que ainda está para vir!

  12. rui diz:

    É bonito ver esta gentinha toda reunida a tentarem dizer mal de tudo o que mexe!

    Por acaso é uma bela oposição, não haja duvidas! Estão no bom caminho…

    Engraçado, quando o Jorge Pulido & Miguel Góis andaram a gastar centenas de milhares de euros em festas de vinhos e logótipos para o município, onde é que vocês estavam? Será que altura não havia empresas em Beja para realizarem festas no castelo a 75 mil euros cada e logótipos a 60 mil euros???

    Será que só existia em Beja empresas para organizar provas de cavalos???

    Então porque é que não falam de outros “esquemas”???

    Querem falar em favores políticos??? Falem do Miguel Góis e como é que ele foi parar ao Hospital. Que competências é que ele tinha para o cargo??? E já agora a relação de ele com as empresas que fizeram os trabalhinhos para a câmara…ai..ai..mau…mau…

  13. Tira Borbotos diz:

    @rui – Na muge! Agora, gostaria de ver a argumentação dos defensores do Miguelito aqui no “muro das lamentações”.

  14. Rato dos Pomares diz:

    Então está tudo certo! Se o PS fez (?) mal feito, o PCP também pode (?) fazer mal feito. E o PS terá feito (?) mal feito porquê? Porque antes, o PCP também fez (?), da mesma maneira. E a seguir o PS fará (?) (se voltar a fazer) mal feito porque antes (agora) o PCP também fez(?).
    Resumindo e baralhando e já que o jogo parece ser ora bola lá, ora bola cá (ficamos a saber que Beja tem vários campeões de ténis de mesa), saltando a questão das adjudicações das festas e festarolas, cartazes e logotipos, estava capaz de dizer que um “Vereador” tem tanta legitimidade de ir parar a um “Hospital” (dito assim até parece que é uma coisa má) como um Vereador (o mesmo ou outro), tem legitimidade para ser “Administrador de uma Propriedade do Estado ao Pé de Espanha”.
    Quem não percebe isto é porque não consegue alcançar as potencialidades extrordinárias de alguém que um dia tenha sido Vereador em Beja, e que essas capacidades não diminuem ao passar a ser ex-Vereador. Percebam que são pessoas que nascem com o dom de dirigir o destino de outros, como nós, naturalmente mais limitados e que sem líderes daquele gabararito, andamos para aqui perdidos, a arrebanhar cartão, a apanhar bonés. Só eles sabem e podem dirigir a “coisa pública”.
    Como escreveu alguém, uns são líderes e os outros só têm que perceber o projecto e colaborar, mas sempre cientes dos seus constrangimentos naturais e sem contestar o líder, porque ao contestarem o líder, significa que não interiorizaram convenientemente a grandiosidade do projecto, que o líder sabiamente conduz, do alto do seu cartão do partido!

Deixe Uma Resposta