Ago 06 2014

Tenham tomates

Publicado por as 2:30 em Geral

Aos senhores detentores da gestão Cultural bejense (Aldegalega, Rocha, etc..) sugere-se a divulgação nestas noites parvas de Beja de filmes que agitem as consciências.

Fica a primeira sugestão:

goodbylenin em beja

Já viram bem? Só de ler “Lenine” a malta vai a correr para arranjar um lugar na plateia. Seguramente um sucesso. Não faltarão os comunistas do costume que têm por hábito ocupar as cadeiras de plateias em filmes de que nem conhecem o enredo

Tenho mais sugestões de filmes.
As noites de Beja podem aquecer… Será que há tomates na CUltura de Beja?

Share

3 Resposta a “Tenham tomates”

  1. ... diz:

    Se me permite vou um pouco mais além na sua proposta! Que tal uma semana cultural totalmente dedicada ao cinema “vermelho”?:

    Segunda – Goodbye Lenin
    Terça – A Vida dos Outros
    Quarta – O Concerto
    Quinta – Stalin
    Sexta – Che Guevara, a Anatomia de um Mito

    Aí sim! Uma semana a prometer sucesso! Aposto que se falaria dessa semana durante meses e meses…

  2. Zé da Fisga diz:

    Dois dos filmes sugeridos foram dos melhores que vi na vida:
    – “A Vida dos Outros”, sem dúvida. Que filme absolutamente tocante e notável sobre como a STASI controlou durante décadas a vida de cada cidadão da ex-RDA. Tanto mais que o seu principal protagonista, de nome Ulrich Muhe se não me falha a memória, faleceu, suprema das ironias, uns dias antes do filme estrear!
    Estranhamente passou ao lado da grandes salas e nunca foi verdadeiramente divulgado e promovido. Quem vê fica com um nó na garganta daqueles que por vezes demoram dias a “desapertar”.
    Em segundo lugar no “ranking” de filmes da minha vida.
    – “O Concerto”, pela carga elevada de humor refinado e inteligente que contêm;

    Bom programa!
    Melhor certamente do que “S.W.A.T – Força de Intervenção” nas aldeias…

  3. ... diz:

    Será que o pessoal da CUltura não gostaria de me contratar? Parece que agora está na moda…contratar pessoal de fora para fazer aquilo que os funcionários da Câmara deixaram de fazer.

Deixe Uma Resposta