Dez 01 2013

A reforma agrária

Publicado por as 22:32 em A minha cidade

luis serrano e a reforma agrária
foto: Câmara M. Beja

Continua a ser uma caixa de surpresas. Ou talvez não….

Share

11 Resposta a “A reforma agrária”

  1. BRUNA diz:

    estarei a ver BEM ?

    O ex-Governador Civil nomeado pelo PSD , ex-Presidente do NERBE , ex-Empresário ,actual putativo candidato á Presidência da Stª Casa da Misericórdia de Beja , na 1ª fila da apresentação do livro , publicado pelo Comunista José Soeiro , acerca daquele roubo organizado pelo PCP a que pomposamente chamam Reforma Agrária.
    Penso que afinal o Dr. Barriga tinha toda a razão quando há cerca de 2 semanas , qual Professor Zandinga , previa que aquele ex-TUDO em breve iria tornar-se acessor para os assuntos económicos da CMB.

    Que melhor enquadramente fotográfico essa pessoa poderia ter do que estar sentadinho entre os 2 vereadores Comunistas , o Chefe da Organização Comunista em Beja e do Deputado do PCP pelo Baixo-Alentejo.

    Sé faltavam os amigos do PSD.

  2. Mundinho Falcão diz:

    Fotografia maravilhosa!
    A terra a quem a trabalha!

  3. Estranho diz:

    Mentes que fossilizaram!!!!!! Afinal ainda existe liberdade ou não?

  4. Toy da Salvada diz:

    Digam-me, por favor, que este não é um exercício do photoshop?
    Meus deus!
    Nem consigo dizer muito mais.

  5. JR diz:

    Uma vergonha de dura quase 4 décadas e que alguns AINDA querem manter em espíritos muito débeis .

    Mais palavras, para quê com Luís Serrano no meio de todos os comunas responsáveis, só falta oferecer o cartão de militante do PCP .

  6. se eu pudesse... diz:

    Mais outro na idade do pombo. Qual será a necessidade, depois do que defendeu e lutou uma vida inteira? Alzheimer? sede de protagonismo? ou é outro que só está lá para dizer que não está morto? Enfim é com essas atitudes que destrói alguma credibilidade que construiu durante a vida. Não sei o que o PSD está a espera para educadamente lhe reivindicar a militancia no partido.

  7. Catarina diz:

    Amigos do PCP: Mas porquê e para que estão voltados para o passado? O que faz falta é lutar contra a destruição do estado social! O governo ao serviço da banca está a minar os alicerces da democracia e o PCP anda em exercícios de narcisismo?
    Hoje precisamos de combatentes determinados. Não só em retórica, ou apenas no parlamento. Por exemplo: onde está o movimento popular em defesa do Hospital de Beja? (Como antigamente, continuam a desconfiar de tudo o que não foi iniciativa do partido…)
    Deixam-se ficar, a ver no que param as modas! Reforma Agrária já foi!!! Agora a luta é outra! Acordem, seus bananas.

  8. Luis Afonso diz:

    Se eu pudesse:
    Dessas tretas internacionais sabe o que eu penso? Standard & Poor’s, diz-lhe alguma coisa? Lehman Brothers, diz-lhe alguma coisa?
    Esta agência de rating classificava este banco uma semana antes de ter colapsado / falido com a nota “A”. Uma semana apenas bastou para que tudo mudasse e aquilo que era bom afinal era lixo?! São estas as entidades que ditam o que fazer com o destino do nosso país; são estas as entidades que controlam o sistema e as informações que são convenientes nessas agências de notícias que você aprecia.
    Essas suas fontes insuspeitas são ainda mais tendenciosas que o boletim do PCP que eu leio.
    Fique lá com as suas fontes e eu continuo com as minhas.
    E, honestamente, fica-lhe mal não respeitar esta diversidade de opiniões. Não se trata de não querer ver ou ser cego; repito-lhe, não acredito em tudo o que vejo nem em tudo o que leio. Gosto de refletir e tirar conclusões MINHAS, nunca aceito no imediato as que me são oferecidas.
    E respondo-lhe à nossa anterior discussão neste post porque, para além de dar jeito não ir procurar aquele post, também é apropriado esta minha última consideração aqui; ao enxovalhar anonimamente alguém que simplesmente foi assistir à apresentação de um livro (tenha ou não mudado de opinião), também lhe fica mal.
    Preocupe-se mais outras pessoas em “idade de pombo” com mais responsabilidade no nosso país. Olhe o Nosso Presidente… diz que as reformas mal chegam para pagar as despesas (e dizem as suas / minhas fontes que são perto de 10.000 €).

  9. se eu pudesse... diz:

    @Luis Afonso
    Tenho que dar o braço a torcer, critiquei você por não ler os links que postei, mas afinal eu também não leio os pasquins do PCP. Não duvido que lá bem enterrada em propaganda esteja a verdade absoluta.

    Por acaso já tive a oportunidade de dizer cara a cara ao Serrano( sim trato-o por tu e bebemos café algumas vezes juntos, só me afasto quando ele começa a fumar silk cut, detesto o cheiro daquilo) a minha opinião sobre a assistência dele ao lançamento do livro do antifascista do Soeiro. Como é óbvio não lhe vou dizer o teor da conversa, mas como deve calcular, Basilios Hortas e Freitas do Amaral vieram á baila.

    Deve ser da porra da geada que me anda a diminuir o discernimento, mas não encontrei nada de ofensivo sobre diversidades de opiniões nos meus posts anteriores, os intelectualóides de esquerda é que normalmente acham ofensas a quem ousa pensar e exprimir-se por cabeça própria e não ir atrás de despachos de comités e afins.

  10. Luis Afonso diz:

    Se eu pudesse:
    Desconheço os motivos da presença do senhor (se é assim tão amigo certamente depois dessa conversa o próprio já lhe deve ter confidenciado). Respeito a pluralidade de opiniões e sou amigo de pessoas com convicções diferentes das minhas, motivo que não me impediria de assistir ao lançamento de um livro de uma dessas pessoas; só por aí julgo que a presença se poderia justificar…são simplesmente amigos.
    De qualquer forma não admito à minha filha que me condene por estar presente numa apresentação de um livro de alguém. Peço desculpa por desconsiderar que era amigo desta pessoa. Contudo, REPITO, indagar anonimamente na Praça (Re)Pública se o senhor tem “Alzheimer? sede de protagonismo? ou é outro que só está lá para dizer que não está morto?” considero que está a enxovalha-lo.
    Mas já percebi que você é mais economia e números…porque a leitura e interpretação das palavras não são o seu forte.
    Passe bem.

  11. se eu pudesse... diz:

    @Luis Afonso
    Numa coisa ao menos acertou, até percebo um pouco de números. Ou não, pois tenho dias que ao ler certas coisas, preferia ser acéfalo. Se isto está assim agora, imagine quando a castanha rebentar e o IVA passar para 25%, ui. Só gostava que me explicassem o que é que as politicas neo-liberais, que tanto apregoam têm a ver com o que estamos a assistir. Uma esquerda que só quer ver reconhecidos direitos, sem reconhecer que não produzem o suficiente para lhes os garantir. Lá vai o desgraçado do Maynard Keynes pagar as favas, outra vez. Mas como você disse, leitura e interpretação não é o meu forte, se calhar é areia a mais para a minha fragonete.

    BTW, offtopic, o senhor têm alguma questão pessoal comigo? Têm sempre a espingarda apontada a mim. Sou-lhe sincero, até gosto de massajar o intelecto com pseudo-intelectuais de esquerda. Mas todos os dia aborrece. Deixe lá de jogar paciências no pc e tenha um bom dia.

Deixe Uma Resposta