Jun 05 2013

As autárquicas em Ourique

Publicado por as 12:40 em autárquicas 2013,Crónicas

bisca-lambida

    Conseguirá Pedro do Carmo manter uma autarquia que já estava falida antes mesmo de o País falir?

Nas autárquicas de 2009, quando teimosamente se recandidatou à CM de Ourique, sabia-se que José Raúl dos Santos, depois de ter andado sentado, como deputado (pelo círculo do Porto), nas cadeiras da Assembleia da República, sairia derrotado, mas desconhecia-se até que ponto ele levaria o PSD a uma derrota humilhante. Sempre desejoso de se ver na ribalta, José Raúl pensou apenas nos seus interesses pessoais, provocando um divórcio entre Ourique e o PSD. O resultado das eleições foi inequívoco: um contundente 4-1 (em número de vereadores) a favor dos socialistas encabeçados por Pedro do Carmo que assim viu reforçada a sua anterior maioria absoluta (3-2). Ourique respondeu nas urnas às “trapalhadas” do senhor deputado que, como Presidente da Câmara, deixou uma “herança que Pedro do Carmo não deixou de “explorar” politicamente. Entretanto, os novos governadores de Ourique conseguem por as finanças da autarquia no bom caminho e, com uma política de comunicação eficaz, aproveitando o “filão” do porco preto, Pedro do Carmo, entretanto eleito “chefe” dos socialistas do Distrito de Beja, recandidata-se para ganhar, pois o PSD local, apesar dos bons esforços, não consegue livrar-se dos “cacos” herdados dos tempos de José dos Santos e o PCP tem ali uma votação residual. Não estarei longe da realidade ao vaticinar para setembro mais uma vitória do PS em Ourique. Resta saber com que dimensão.

João Espinho
(no DA)

Share

Deixe Uma Resposta