Jan 29 2013

Reorganização do território

Publicado por as 16:15 em Geral

concelho de beja

Foi publicada a Lei n.º 11-A/2013 “Reorganização administrativa do território das freguesias”. Além de listar as antigas freguesias, as freguesias agregadas e a sede das novas freguesias resultantes, a lei apresenta também em anexo os novos mapas políticos de cada concelho. As eleições autárquicas de 2013 já deverão respeitar a nova lista de freguesias agora aprovadas por lei. (ver aqui)

Share

4 Resposta a “Reorganização do território”

  1. Anónimo da Silva diz:

    Os meus agradecimentos a J.E. pela informação aqui prestada.
    De facto a manif. deste último domingo em Évora e a sua adesão, justificam-se plenamente; dada a quantidade de tachistas que ficam agora de mãos a abanar.
    Pois se aqui por estas bandas os “estragos” foram até de média monta, sobretudo em Beja e Moura. No distrito de Évora foram deveras significativos, arre…
    Daí que essa people não se pense calar tão depressa, e vá lutar até à exautão.
    E ainda se dizia que trabalhavam por amor ao povo e desinteressadamente.
    Se assim fosse, de certeza que não fariam tanto banzé.

    E o pior ainda está para vir, se a Troyka com os já célebres três reis magos comandados pelo escurinho do substituto do Baltazar, como dizia o gracioso lider da CGTP, se lembrar de insitir em fazer o mesmo com as Câmaras Municipais.

  2. Anónimo da Silva diz:

    Peço desculpa, penso que troquei o Baltazar pelo Belchior? Ou terá sido pelo Gaspar?
    Enfim, um dos três será.

  3. CC diz:

    Devia ter sido mais em zonas cidadinas e não rurais.

    E a promessa da redução dos concelhos, ficou na gaveta, sr. (dr ?) Miguel Relvas ?

  4. Qualidade da Democracia diz:

    É inadmissível, mesmo anti-democrático e pouco ético em 305 concelhos existirem 161 presidentes de câmaras já reformados ( mais de metade dos eleitos ) em Portugal e muitos deles a concorrerem novamente a outros concelhos vizinhos, por simples jogadas políticas / partidárias, na procura de mais valias financeiras adicionais por lugares em administrações de empresas municipais e de sede de poder insaciável, com o desemprego com taxas percentuais nunca atingidas desde o 25 de Abril de 1974.

    Se o governo implementar imposto, já não se candidatavam, decerto …

Deixe Uma Resposta