Nov 06 2012

E isso é importante?

Publicado por as 17:45 em autárquicas 2013

Manuel Narra admite possibilidade de não se recandidatar nas autárquicas de 2013.
Depois de andar a fazer tiro ao alvo a tudo o que mexesse, o homem da Vidigueira admite deixar-nos em sossego. Bem haja!

Share

6 Resposta a “E isso é importante?”

  1. Qualidade da Democracia diz:

    Fala, fala e nada diz de concreto ou faz …

  2. Tira Borbotos diz:

    Qualidade da Democracia – Quem fala muito e dá constantemente tiros nos pés é o seu camarada Pulido. Esse sim, é só propaganda demagógica !!!

  3. Qualidade da Democracia diz:

    Pela forma organizada como comentam o comentado, até parece que já estão em campanha eleitoral autarquica e tentam relacionar factos inexistentes e pessoas que nada têm com estas matérias …

  4. VIGILANTE AO LONGE diz:

    Qualidade da Democracia é mais uma voz do dono!
    Tristes, aqueles que não sabem ler os sinais dos tempos. Eu tive um professor (Dr. Carmo Vaz) que sabiamente dizia: Mais triste que o cego é aquele que não quer ver! Quantos destes existem hoje ? mais “cegos” que Lázaro? Infelizmente, muitos!
    Anda muita gente para aí a dar tiros nos pés e outros a fazer fumo e jogar tiros para o ar (a espantar os pardais)!
    Até quando………. Catilina……… “abusarás paciencie nostra” ???????

  5. Qualidade da Democracia diz:

    O que significa que foste aluno na Escola Comercial e Industrial de Beja e para seres aluno dele rondas os sessenta e tal e tiveste frequência na área comercial e segundo a malta dessa data era um bom professor e exigente no estudo / formação e ele jamais te ensinou que ninguém é dono de ninguém, mesmo antes do 25 de Abril e depois existe a palavra LIBERDADE de EXPRESSÃO ???

  6. VIGILANTE AO LONGE diz:

    Claro: Quase na “mouge”!
    Ninguém é dono de ninguem: efectivamente, era uma das grandes máximas do goês professor Carmo Vaz!
    Hoje posso afirmar: Tive e tenho o grato privilégio de ter sido seu aluno. Apesar da sua aparente loucura, guardo dele alguns ensinamentos, os quais, não obstante o passar dos anos, continuam muito actuais.
    Por muita “Liberdade de expressão” que exista, é lamentável que muita gente continue com a “coleira” ou o “cabresto” enfiado e não ter outra postura, que não seja “a voz do dono”. A dependência económica, a ambição dos boys, etc. etc. fazem com que se esqueçam os mais elementares princípios da cidadania, relegando para segundo plano a nobreza e a dignidade!
    Até quando…… Catilina ?????????

Deixe Uma Resposta