Set 28 2012

As estradas de Sócrates

Publicado por as 7:30 em Geral

Havia dúvidas?

Share

6 Resposta a “As estradas de Sócrates”

  1. Carlos Gomes diz:

    Tenho presente a convicção como Sócrates e ajudantes defendiam a bondade, eficácia, inivitabilidade e infalibilidade das suas opções.
    Tenho presente a convicção como PPCoelho e ajudantes defendem a bondade, eficácia, inivitabilidade e infalibilidade das suas opções.
    O que fazer com gente assim?

  2. atento diz:

    @Carlos Gomes,

    Cadeia!!!!!!

  3. Qualidade da Democracia diz:

    Quem começou em Portugal com as PPP ?

    Que se saiba foi o 1º Ministro Cavaco Silva na década de 1980 ( o agora Presidente da República à 6 anos e que conviveu com sócrates mais de 4 anos sem se opôr ) era conhecido pelo homem do betão e das auto-estradas e todos os outros que lhe seguiram em doses repartidas, António Guterrez, Durão Barroso, Santana Lopes, José Socrates e Passos Coelho …

    Haverá ou não incongruências neste tipo de discursos e textos, na gestão da ” coisa ” pública e gestão danosa para além e só da política ?

    E atenção o Correio da Manhã é desde o tempo de posse do Oliveirinha é um pasquim do PSD com ” fontes ” sempre próximo ao governo …

  4. El Juanito diz:

    Por onde andará este catita?!
    Será que já é filosofo com o dinheiro do povo português?!
    Ou melhor, será que terá capacidade para tirar o curso ou irá pedir equivalência dada a sua experiência como “filosofo” na “governação” de Portugal?! 🙂

  5. João Barros diz:

    só não percebo é porque é que há muita gente que ainda não viu não só isto, como não viu que não se pode gastar aquilo que não se tem….

    este menino alem de andar a gastar mais de 15 mil por mês, ainda anda a comprar… ups… a mãe anda a comprar casas de 10 milhões… e investigar este verme? este e todos os outros que por aí andam… presidente da republica incluido…

  6. José Costa diz:

    De Sócrates já sabemos quanto nos custam as estradas. E de Passos Coelho quanto nos irá custar a paragem das estradas? Ou será que aquela boa gente das PPP se vai arvorar em patriota e perdoa-nos as indemnizações que a justa justiça vai condenar o Estado? E de certeza que aí os processos vão decorrer em velocidade de cruzeiro.

Deixe Uma Resposta