Ago 21 2012

Coisas do bloco

Publicado por as 14:05 em Geral

A saída de Louçã e a solução oligárquica para a sua sucessão estão a fazer estragos. Pelo andar da revolução, ainda muita pólvora se vai queimar.
E eles que se orgulhavam da diferença…..

Share

8 Resposta a “Coisas do bloco”

  1. Vítor Fernandes diz:

    São estilos. Uns não se importam de denunciar equívocos e quiçá mentiras ou traições. Outros passam uma esponja sobre Loureiros e Relvas. São estilos.

  2. Paulo Nascimento diz:

    No bloco cada um é livre de dizer o que quiser. Apesar de achar que se algumas pessoas ficassem caladas o bloco tinha muito a ganhar.

    O João é que não perdoa, saca logo das fotos mais sanguinárias do seu arquivo reaccionário. Essa devia fazer parte do algum album de Joseph Goebbels ?

    Sobre as diferenças….

    Existem dentro do bloco diferentes correntes e movimentos, que se podem ou não converter em moções em altura da convenção nacional, e mesmo sem estarem formalmente contituidas em moções, podem e devem entrar no debate interno, e apresentar propostas, na convenção nacional. Muitas da quais são aprovadas pelo delegados da convenção.

    Existem varias sensibilidades dentro do bloco, desde Sociais democratas a Anarquistas, passando por todo o espectro de posições de esquerda.

    São promovidos debates locais e criados fóruns na Internet para debater estratégias politicas.

    A nível distrital são eleitos os delegados em voto secreto que irão representar as diferentes sensibilidades, de acordo com a sua representatividade eleitoral.

    Esses delegados discutem e debatem e votam propostas na convenção nacional, e no final elegem a nova mesa nacional. que terá tantos delegados de cada moção, de acordo com os resultados em voto secreto. criando assim uma espécie de mini parlamento interno.

    Essa mesa nacional elege a comissão politica e o novo coordenador nacional.

    por muitas diferenças ideológicas que existam entre todos os membros. todos respeitam esta dinâmica interna. tal como na assembleia da republica, todos os partidos, apesar de todas as diferenças respeitam a instituição.

    Todos podem falar, todos podem opinar, todos podem votar.

    A discussão do líder vai dar um grande debate interno, mas nada que rompa com as regras democráticas estabelecidas no interior do partido.

    Mas para quem está de fora, é dificil perceber que no bloco as diferentes posições, são debatidas democraticamente, em vez de andarmos ás turras ou apunhalando pelas costas como noutros partidos.

  3. JP diz:

    pelo menos o Louçã saiu, e o Relvas?

  4. Carlos Seixas diz:

    Você tem uma queda para o disparate e uma memória selectiva fantásticas.
    Critica a casa dos outros, ma a sua está pejada de incompetentes, bajuladores, ladrões, aldrabões e outros bandalhos, mas você apoia-os!
    Passa bem…

  5. João Espinho diz:

    @cs – tchüss

  6. Ventura diz:

    O BE é tão bom, tão bom, tão bom que nem se percebe porque é que a maioria dos votantes não o quer ver à frente. Alás era tão fixe que um dia um jornalista fizesse umas perguntinhas ao BE tais como o que pensam da propriedade privada, das empresas, que tipo de sociedade gostariam de construir, etc., etc. Só assim se perceberia que não passam de comunas com uns retoquezinhos de modernidade e juventude. De resto, são iguaizinhos. Disfarçam é muito bem.

  7. Polainas diz:

    Não será antes: tschüss

  8. João Espinho diz:

    @polainas – e que tal tschüß ????

Deixe Uma Resposta