Ago 03 2012

Entrevista de Pulido Valente

Publicado por as 10:55 em A minha cidade

No Correio Alentejo, edição de 3 de Agosto:

– “Miguel Ramalho é o rosto da oposição terrorista”

– “Há os funcionários que estavam e estão na máquina e defendem uma ideologia e outro partido, mas que são profissionais. O mais complicado são os [trabalhadores] que estão na Câmara, identificados com a força política anterior e que têm uma actividade permanente de combate político, misturando muitas vezes a política com o seu trabalho.”

Share

7 Resposta a “Entrevista de Pulido Valente”

  1. Sportinguista diz:

    A esses “que estão na Câmara, identificados com a força política anterior e que têm uma actividade permanente de combate político, misturando muitas vezes a política com o seu trabalho” e a todos os que assim funcionam só lhes há que mostrar o olho da RUA!!!!!!!

  2. FB diz:

    É o tal Miguel Ramalho, o nº 2 da dívida deixada de 23 milhões de euros na autarquia de Beja na gestão anterior ?

    Que é funcionário administrativo do PCP, vereador sem pelouro na C M Beja e administrador numa herdade via autarquia de Moura e a ganhar milhares de euros mensalmente em prol do povo, qualquer dia é licenciado em engenharia agricola ou de gestão como o outro Miguel qualquer coisa Relvas .

  3. enxoé diz:

    E para quando o resultado do processo do uso os equipamentos , funcionários e outros bens nas campanhas eleitorais da CDU nos concelhos onde não dominavam a autarquia?

  4. tanso diz:

    FB, só para te aclarar as ideias, no PCP não há funcionários administrativos, há funcionários políticos, ou seja não há essas distinções de classe. Quanto a licenciaturas, acho que quem tem telhados de vidro não deve atirar pedras. Relvas, Sócrates, etc. são o expoente máximo daquilo que são os partidos do arco do poder PS e PSD, corrupção, abuso de poder… (há tantas outras)

  5. Carmo Roque diz:

    E muita atenção que o Ramalho, o antigo director do diário do Alentejo carlos Pereira e outros que tais estão a preparar a candidatura de Pós-de-Mina à Cãmara de beja.

  6. FB diz:

    @ tanso

    Existe uma participação, um processo e várias ” entrevistas ” aos envolvidos por parte do MInistério Público aos responsáveis da produção das campanhas autarquicas da CDU e do PCP, em Beja, Ferreira do Alentejo, Cuba e Mértola.

    Face ao segredo de justiça e segundo se sabe a PJ levou computadores e impressoras que possuem memória de todos os documentos emitidos e com os mail dos respectivos utilizadores, por isso provas são imensas, falta é constituir os arguidos para irem a julgamento e os culpados sentarem-se no banco dos réus, por utilização indevida de meios públicos do GIRP da autarquia bejense.

    O tempo dos tribunais não é o tempo da justiça, aguarde-se o tempo da democracia …

  7. caracol supersónico diz:

    “Vai estudar Relvas” “vai trabalhar Pulido”…and so on!!

Deixe Uma Resposta