Mai 23 2012

Descubra as diferenças

Publicado por as 19:30 em A minha cidade

Descobriu as diferenças? Não?
Eu dou uma ajuda: enquanto a próxima edição da Ovibeja já tem data marcada, a edição 2012 da Vinipax está ameaçada de morte.
Esta é fácil, não é?

Share

9 Resposta a “Descubra as diferenças”

  1. Qualidade da Democracia diz:

    Onde estão, porque não se dão por eles: Apoios empresariais, publicitários e dinheiro ?

    É esta a grande diferença !

    Ainda àgora na SIC o economista e deputado Miguel Frasquinho das finanças do PSD justificava o injustificável, com um aumento das despesas no governo e nas empresas públicas de mais de 3.000 M€ no 1º trimestre de 2012, sim é verdade em 2012 ou ainda é o Sócrates o responsável, e isto não é passado é presente, enquanto todos nós estamos cada vez mais tramados com impostos e mais impostos.

    É a vida !!!

    E o que está para vir nem se sabe e calcula, cada vez estou mais indignado como cidadão e contribuinte .

  2. MARIA FLORES diz:

    Como querem realizar a VINIPAX 2012 se os fornecedores de serviços da edição de 2011 ainda ” não viram o padeiro “!!!!!!!

  3. Mafalda diz:

    Da mesma forma que se realizaram todos outros eventos culturais ao longo de 30 anos sem liquidar totalmente as dividas.. ou será que a mesma fórmula não serve para toda a gente?

  4. VIGILANTE AO LONGE diz:

    Quem não tem pão, não convida hospedes: Dizia-se na minha aldeia! Será verdade?
    @Qualidade da Democracia: Você vive em que mundo ? Apoios empresariais ? Está esquecido(a) dos desmandos gastadores do Sócrates e sua camarilha? Por favor…. poupe-nos!
    O que está para vir nem se sabe e calcula ? Infelizmente, sabe-se bem e calcula-se sem grande esforço! O tempo das “vacas gordas” e do gastar “à fartazana” já lá vai e infelizmente o seu principal responsável não é responsabilizado criminalmente, antes, refugiando-se algures na Europa, a completar o curso que cá em Portugal, tirou num fim de semana.
    Cito um parágrafo de um discurso do Dr. António de Oliveira Salazar, proferido em 1932:
    “Há que regular a máquina do Estado com tal precisão, que os ministros estejam impossibilitados, pela própia natureza das leis, de fazer favores aos seus conhecidos e amigos”
    Como seria bom que isto tivesse aplicação prática nos dias que correm, começando nas Juntas de Freguesia, passando pelas Câmaras e todo o aparelho de Estado. Se assim fosse, não se estava nesta porca miséria

  5. MARIA FLORES diz:

    @ mafalda — como os comunas pregavam uns calotes o JPV e o MG têm toda a legitimidade para terem um comportamento idêntico ????????????? será ????

  6. Mafalda diz:

    Claro que não Maria Flores. Estava a ser irónica! A questão é que não se pode estar à espera que as coisas continuem iguais se a realidade do País é outra!

  7. Qualidade da Democracia diz:

    @ VIGILANTE AO LONGE

    O tema em análise é: OVIBEJA e VINIPAX

    A 1ª tem já datas marcadas e inúmeros apoios em várias valências e com receitas de bilheteira

    A 2ª depende dos produtores de BACO essencialmente do Alentejo e alguns outros extras escassos de receita e entradas gratuitas

    Dois eventos importantes na nossa cidade / concelho não comparáveis o resto que citou com respeito para mim é ” poeira mental ” …

  8. VIGILANTE AO LONGE diz:

    @Qualidade da Democracia:
    Você reage como aquelas crianças mimadas a quem lhes tiramos o brinquedo.
    Efectivamente os eventos são importantes para a cidade e não são comparáveis: Isso é certo e por demais evidente e não é preciso ser nenhum génio para verificar ou afirmar isso, no entanto, sempre me atrevo a dizer-lhe que a Ovibeja é produto de um conjunto de vontades e onde a iniciativa privada é o grande motor dinamizador; a Vinipax, sendo importante para a cidade, nunca conseguirá dinâmica idêntica, porque não foi criada por vitivinicultores ou olivicultores, anda ao sabor da política e da autarquia e como tal, infelizmente, não vai longe.
    Quanto à “poeira mental” de que me acusa, aceito a sua afirmação como um elogio, porque sou totalmente contra que se malbarate o erário publico que provem do bolso dos contribuintes, a pretexto desta ou daquela “festarola”, que na maior parte das vezes mais não é do que uma manifestação de vaidade, auto promoção e gozo dos seus promotores e apaniguados seguidores. Entendido ? Ou quer que explique melhor ?

  9. Nuno Roboredo diz:

    [Cito um parágrafo de um discurso do Dr. António de Oliveira Salazar, proferido em 1932:
    “Há que regular a máquina do Estado com tal precisão, que os ministros estejam impossibilitados, pela própia natureza das leis, de fazer favores aos seus conhecidos e amigos”]
    Já nessa altura se prometia uma coisa e fazia exatamente o oposto.
    Esse senhor regulou a máquina do Estado com tal precisão, que qualquer cidadão ficou impossibilitado, pela própria natureza das leis, de aceder aos serviços e de obter autorizações do Estado, sem os favores e conhecimentos dos ministros ou outros elementos do aparelho do Estado.
    Por isso se chama “Estado Corporativo” ao período em que esse senhor governou.
    Mas, nesse campo, já estamos outra vez próximos do que estávamos antes do 25 de Abril.
    Duvidam que tenha sido assim?
    Ou acham que estou a exagerar?
    Então vejam o seguinte documentário:
    http://www.donosdeportugal.net/

Deixe Uma Resposta