Mar 15 2012

É o destino

Publicado por as 9:00 em A minha cidade

É a nossa sina…..

Share

2 Resposta a “É o destino”

  1. Cesar diz:

    Compreendo que o Aeroporto de Beja deva ser promovido e valorizado como aeroporto civil de passageiros.
    No entanto há algo que à distância a que estou de Beja me faz muita confusão. Está a ser construído a 80 km de Beja um centro de excelência aeronáutico conhecido por fábricas da EMBRAER. Porque não se ouve NADA nos media de Beja e ao nível institucional no sentido de criar sinergias com este pólo de desenvolvimento?

    Aparece na comunicação social que a EMBRAER está com problemas logisticos para o transporte dos componentes fabricados (http://tinyurl.com/embraer-logistica)! Onde estão as ‘forças vivas’ de Beja a chegarem-se à frente e dizer: Temos um aeroporto com certificações que permitem a descolagem de quase qualquer tipo de aeronave e ligação ao porto de Sines! É verdade que já não se podem mudar as fábricas (que me faz alguma estranheza terem ido par a Évora), pode-se sempre tentar capitalizar.

    Serão criados cerca de 500 postos de trabalho directos e 3x isso em indirectos (dados retirados da internet).
    O que está a ser feito em Beja para capitalizar esta necessidade de mão de obra especializada na região?
    O Centro de formação profissional de Beja está a formar técnicos na área de aeronáutica? Pelo que vi no site do IEFP: Não!!! Nem um único curso de formação na área de aeronáutica no CFP de Beja. Pelo que consta nesse mesmo site esses cursos apenas existem em Évora e em Setúbal!

    O Instituto Politécnico de Beja está criar cursos na área da aeronáutica? Não! Embora pudesse aproveitar o facto da Univ. de Évora padecer também de alguma cegueira – após pesquisado site zero cursos na área de aeronáutica!

    Peço desculpa pelo comentário um pouco off-topic mas custa-me ver cegueira estúpida que grassa ai por Beja!

  2. C diz:

    Gostava de saber quais as diligências efectuadas pelo Município de Beja, associação de municípios, deputados, e outras entidades, no sentido de puxar este investimento para Beja?!

    Parece que está tudo amorfo neste Baixo Alentejo…

Deixe Uma Resposta