Nov 17 2011

Olha quem fala

Publicado por as 7:00 em A minha cidade

O deputado Pita Ameixa (PS) anda todo aborrecido e cheio de pesos na consciência.
Percebe-se.
Como nunca teve “peso” junto dos governos do seu partido, vem agora barafustar contra as iniciativas levadas a cabo pelo PSD de Beja.

Vamos por partes:

1 – Quem foi que, enquanto deputado, utilizou instalaçações do Estado, para actividade partidária?

2 – O secretário de Estado da Administração Local não foi a Almodôvar para inaugurar uma rua. Foi, e a verdade deve doer ao deputado Ameixa, discutir em sessão pública e em local público, a reforma da administração local.

3 – O deputado Ameixa, e aqui a inveja é terrível, insurge-se contra ao facto de:

A) “O director regional da Agricultura e Pescas,(..)ter exercido as suas competências no âmbito de uma vista promovida por um deputado do PSD de Beja”.
Digo eu: o deputado Ameixa não soube, ou não teve capacidade, para convidar dirigentes regionais do seu governo?

B) Esta é a cereja. Transcrevo: “Pita Ameixa aponta ainda que no passado dia 10 «o deputado do PSD Mário Simões, acompanhado pelo presidente da concelhia de Beja do PSD e pelo presidente da Câmara de Almodôvar reuniu com o secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações para debater o futuro do aeroporto de Beja».”
Esqueceu-se o deputado Ameixa que, quer o presidente da concelhia de Beja do PSD, quer o presidente da Câmara de Almodôvar, têm outras responsabilidades regionais: o primeiro é dirigente do NERBE, o segundo tem responsabilidades na AMBAAL.
Será que o deputado Ameixa não sabe ver para além da cadeira que ocupa?

Share

4 Resposta a “Olha quem fala”

  1. ZE MOCA diz:

    Numa linguagem muito em voga ” Pita Ameixa e Mário Simões são farinha do mesmo saco “.Depois de termos papado 6 anos de Socratismo , em que Pita Ameixa e o ex-Governador Civil instalaram uma sucursal da Federação do PS no Governo Civil , assiste-se de facto á existência de uma Central de Cunhas junto de Mário Simões.
    A 1 ª foi a Direcção Regional de Educação , a 2 ª foi a ARS , na Direcção Regional de Agricultura só não está resolvido porque as resistências são totais ao nome proposto e defendido por Mário Simões , para o Hospital e para EDIA os candidatos são mais que as Mães.

    Para onde irá o Advogado e ex- militante da extrema esquerda no pós-25 A , que tão deligentemente escreve os discursos e artigos de imprensa do Deputado ??’

  2. VIGILANTE AO LONGE diz:

    Diz o povo e com razão: “O que é doce, nunca amargou” e “quem lida com o mel sempre lambe alguma coisita”
    Outro ditado que se aplica na integra: “Só mudam as moscas….. a merda é a mesma”.
    Como esse advogado ex militante de extrema esquerda, há muitos boys à espera de “tachinho”.
    De certa forma concordo com o “doido” do Otelo: É preciso fazer outro 25 para se acabar com esta malandragem: O meu PSD está cheio de oportunistas e corruptos e parece estar ao desafio com o PS nessa matéria: Revezam-se e encobrem-se uns aos outros, é a alternância do poder.
    Diz bem @Ze Moca: É tudo farinha do mesmo saco! Mário Simões é + um a passar lustro nas cadeiras da assembleia, que vai aproveitar o tempo para vir a ser doutor ou engenheiro, porque se não o fôr, arrisca-se a ser ultrapassado!

  3. jr diz:

    “O deputado Pita Ameixa (PS) anda todo aborrecido e cheio de pesos na consciência.
    Percebe-se.
    Como nunca teve “peso” junto dos governos do seu partido(…)”

    Por muito que custe a muita gente, foi com o governo do Partido Socialista, liderado pelo Eng. Sócrates, que avançaram definitivamente, os grandes projectos que sustentam o triângulo estratégico de desenvolvimento do Baixo Alentejo: antecipação em mais de 10 anos da conclusão do projecto de Alqueva; arranque da A26 ligando Beja à A2 e a Sines; e
    conclusão das obras do Aeroporto de Beja.

    Em que período da nossa história o Baixo Alentejo beneficiou de tanto investimento da parte do Estado em tão pouco tempo?

    O que é mais curioso é que tudo isso aconteceu precisamente no período em que o Luís Ameixa, pessoa com pouco peso junto dos governos do seu partido, era Presidente do Partido Socialista no distrito e Deputado na Assembleia da República. Coincidência, certamente. Afinal o homem não passa de uma figura decorativa!

    Influente, influente é o Moedas. Super Secretário de Estado. A sombra do Primeiro Ministro. Nada se decide sem passar pela sua máquina calculadora. Finalmente temos em Beja uma pessoa com influência no Governo. Temos?!

    Onde está o Plano Estratégico para a viabilização do Aeroporto de Beja de que o homem tanto falou durante a campanha eleitoral? Para já as únicas iniciativas que conhecemos são aquelas que já conhecíamos. Para além, claro, da omissão do mesmo no Plano de Transportes apresentado pelo Governo e do Marketing positivo daquele Secretário de Estado dos Transportes: “O Aeroporto de Beja é um problema…”.

    Onde está aposta na agricultura e nos bens transaccionáveis? A primeira medida anunciada pela Ministra da Agricultura foi o adiamento da conclusão das obras da rede de rega de Alqueva. Isto apesar de José Sócrates, durante a última Ovibeja ter declarado que o acordo com a troika não punha em causa a programação da obra de Alqueva. Tivemos foi o Deputado substituto do PSD, perante aquele anúncio da Ministra da Agricultura, numa primeira reacção, dar cobertura àquela intenção para, mais tarde, perante o confronto com a realidade dos pesados investimentos já realizados pelos agricultores (face às expectativas da chegada da água de Alqueva), dar o dito por não dito, e mudar rapidamente de posição.

    Em relação às obras da A26, esperemos para ver. Afinal, é difícil esquecer aquele brilhante argumento utilizado pelo Moedas, num dos debates da campanha eleitoral realizado numa rádio da cidade, sobre a rentabilidade deficitária do investimento da A26.

  4. Campaniço da cidade diz:

    @JR: Acorda……… O Sócrates e a sua camarilha….. já lá vão, ou melhor, Já Foram !
    Por essas obras todas (megalomanas) é que agora estamos a pão e laranja!
    É pena……. com tantas obras boas, terem levado “uma corrida em osso”: O povo já não alinha em circos!
    É espantoso o mau perder dos “súcias”!

Deixe Uma Resposta