Set 06 2011

Ilusões

Publicado por as 7:55 em A minha cidade


foto: joão espinho

Por muito que se toque na mesma tecla, nada disto é verdadeiramente importante para o próprio projecto ou mesmo para o desenvolvimento da região de Beja. Mas, é também de ilusões e de outras dores de alma que se constrói o nosso futuro, não é?

Share

11 Resposta a “Ilusões”

  1. luisa diz:

    estou a ver o meu sonho de um dia aterrar em Beja a desaparecer.

  2. Alentejano diz:

    @luisa: o aeroporto está lá, não está?!Serve para aterragens e descolagens de aviões certo?! Não é fácil cativar passageiros a aterrar no meio de quase nada, por isso há que dar tempo para o crescimento de pontos de interesse e uma maior dinâmica da região para começar a haver mais voos…bem ou mal gerido/conduzido essa porra há-de impulsionar a cidade e o alentejo…

  3. Sportinguista diz:

    Alentejano, assim vai o nosso país começando as casas pelos telhados. “por isso há que dar tempo para o crescimento de pontos de interesse e uma maior dinâmica da região para começar a haver mais voos” quando começar a haver voos regulares (espero que aconteça) já o aeroporto tem a seu cargo uma divida astronomica, está “fechado” mas custa muito dinheiro todos os dias!!!

  4. Anónimo diz:

    “uma amostra de 41 passageiros do universo de 164 que chegaram a Beja entre 22 de Maio e 31 de Julho.” 😉

  5. Campaniço da cidade diz:

    Então isso não é tudo à “borla” ?

  6. Alentejano diz:

    Humm…então se calhar era preferível não termos o aeroporto…deveriamos ter esperado mais alguns anos…se calhar que o novo aeroporto de Lisboa se construisse…e depois talvez não se justificasse…a construção das casas devem-se começar pelos alicerces mas neste caso o aeroporto deve funcionar como impulsionador de uma região em decadência..

  7. El Juanito diz:

    Isto vai dar em nada!
    O aeroporto de Beja já é comparável ao estádio do Algarve!
    É fácil perceber que um aeroporto sem actividade tem os dias contados e este é um deles.
    O pior é que este já era fácil de prever que não iria ter actividade. Um empreendimento tem de ser construído sobre fortes alicerces , consistentes e duradouros, sob pena de ruir em menos de nada. No caso de Beja, onde estão esses alicerces?! Se nem sequer massa humana temos!
    Já se deveria ter começado há muito tempo, com industria e turismo. Temos o alqueva mas a água por si só não chega, é preciso tirar o melhor partido dela.
    O aeroporto em Beja será uma importante mais valia mas só quando tiver passageiros (não daqueles do principio que cá aterraram obrigados).
    Isto também porque até a componente de terminal de cargas ficou só no papel, quando era no inicio a principal razão para a construção do aeroporto.

  8. XPTO diz:

    Já que o Lula anda por cá, sería interessante dar a conhecer um aeroporto no Alentejo com custos bem mais baixos para os aviões vindos do país irmão. Até podía haver investimento Brasileiro. Eles que comprem isto. Desde que dinamizem a região … Tudo o resto se erguería em menos nada … As dificuldades nas ligações à capital, Algarve, etc …

  9. El Juanito diz:

    @: XPTO
    O Lula já não manda nada! 🙂
    Agora é a “Presidenta” LOL!

  10. VIGILANTE AO LONGE diz:

    A construção do aeroporto de Beja, faz lembrar aquele aldeão que gastou todo o seu dinheiro na compra de um porta moedas quando não tinha uma única, nem esperança de vir a ter algumas.
    Quando muito se discutia sobre a construção ou não do aeroporto, pouca gente se interrogava sobre o chamado “after day”, após a inauguração.
    Reza a história que quando o alentejano Brito Camacho (tempo da 1ª republica) desempenhava cargo governativo importante, recebeu uma delegação de seus conterrâneos que lhe pediam uma ponte: Conhecedor da localidade, perguntou à ilustre representação: “Para que diabo querem vocês uma ponte se nem rio nem ribeira a aldeia têm ?” ao que o chefe da delegação respondeu “Faça-se a ponte que o rio logo aparece”!
    A história parece repetir-se: Faça-se o aeroporto que os aviões e os passageiros logo aparecem!
    Esbanjar dinheiro é o lema: enquanto se esbanja, alguém engorda com a “marmelada”.
    Beja precisa de um aeroporto para quê? qual é o tráfego que temos? Terminal de carga, estou de acordo.
    Entreguem o Aeroporto de Beja aos chineses: JÁ!

  11. João Espinho diz:

    Finalmente! Mas eu estenderia o Terminal a outras nações.

Deixe Uma Resposta