Ago 09 2011

Salvada: avenida 25 de Abril

Publicado por as 15:05 em Geral

As obras daquela que é a principal artéria da Salvada mais parecem os intermináveis episódios de uma telenovela.
O mais recente: “O insólito aconteceu, na última sexta-feira, na freguesia da Salvada, localidade que faz parte do concelho de Beja. O subempreiteiro contratado para colocar calçada na Avenida 25 de Abril voltou ao local para levantar a pedra. Motivo? A autarquia não lhe pagou a obra e, por isso, decidiu apoderar-se da calçada para devolver a pedra ao fornecedor, ele próprio à espera de ser pago pelo fornecimento de material.” (ler aqui)

Desculpem-me lá a pergunta: mas não há forma de se acabar com esta guerra?

Share

22 Resposta a “Salvada: avenida 25 de Abril”

  1. Bejense diz:

    Acabar com a guerra é pagarem as dividas.

  2. VS diz:

    Não tem dinheiro para pagar aos empreiteiros, mas para festas e festinhas já tem!!! Ainda por cima fazem pagamentos antecipados….
    Gerem a câmara como se estivessem a gerir uma comissão de festas… Deveriam deixar de se chamar exectutivo camarário para se chamarem Festeiros da câmara!!!
    É uma vergonha esta obra na Avenida da Salvada, pois as obras prolongam-se e parece que sem fim à vista!!!!!

  3. bejense diz:

    Beja nos jornais pelas piores razões. Já começamos a ficar habituados a estas novelas à Pulido Valente :
    TSF : Câmara de Beja diz que polícia será chamada se houver tentativas para remover calçada
    Diário do Alentejo : Beja: Subempreiteiro arranca parte de calçada colocada em Salvada como protesto por falta de pagamento
    Público : Quando a Câmara de Beja não salda as suas dívidas, a calçada é que paga.
    Uma vergonha!

  4. MARIA FLORES diz:

    JPV não acerta uma !!!!
    Puro masoquismo!!!!

  5. zei diz:

    O Pulido está tramado. Estranho que nos tempos da outra senhora, quando existia dívida, não arrancavam as pedras da calçada.

  6. João Espinho diz:

    @zei – recordo-lhe o que escrevi aqui:
    http://www.pracadarepublicaembeja.net/2010/09/a-minha-cidade/a-teia/

  7. SALVADA diz:

    Não há dinheiro, mas para fazer a obra nas portas de Mertola já ha (e não vão gastar pouco dinheiro)… é triste mas é o Presidente que temos, ainda por cima é tão cobarde que nem dá a cara para poder ao menos dar uma explicação/presivão da situação.
    Aparecem antes das eleições, mas depois quando estão lá dentro e fazem a merda ninguém consegue chegar a eles…

  8. João Espinho diz:

    @salvada – antes este Presidente com todos os defeitos do que o anterior, imaculado e santificado nas ruas, o popular “Chico”. Xiça!!!!

  9. Rato dos Pomares diz:

    Então as valas largas na “Avenida”, que nunca chegaram a ser pavimentadas, não são as bocas do túnel rodoviário a construir oportunamente?
    Ora bolas. Anda um tipo a defender uma teoria e depois . . . balde de água fria.

  10. " Hobby and lobby " diz:

    O empreiteiro da Salvada tem um pedido de insolvência solicitado, não tem declarações do fisco e da segurança social em dia, como tal nada de oficial ou estatal pode ser pago .

    E se pagarem quem vai de ” gaiola ” é quem paga !

    A obra da das Portas de Mértola tem mais de 75% de fundos comunitários senão nem sequer era realizada e tem que ser feita até final 2012.

    No caso das passadeiras e o pavimento das Neves e o empreiteiro o problema é outro, são os sub-empreiteiros os reis da festa com a junta de freguesia local.

    Mas, há mais …

  11. Bejense diz:

    E antes do pedido de insolvência quanto tempo é que a Câmara esteve sem pagar? E quem sabe se foi por falta de pagamento desta e de outras Câmaras que a empresa pediu a insolvência. A verdade nua e crua é que este executivo é um monte de mentiras e trapalhices como nunca se viu na autarquia bejense.

  12. João Espinho diz:

    @bejense – “é um monte de mentiras e trapalhices como nunca se viu na autarquia bejense”. Nunca se viu? Claro, as coisas eram inteligentemente camufladas. Mas que as havia, disso não tenho dúvidas.

  13. " Hobby and lobby " diz:

    Mentir e não falar verdade, são a ” arma ” daqueles que durante 35 anos geriram numa ” box ” a autarquia bejense à sua maneira e sem ninguém os contestar, a mudança foi difícil, o caminho é longo e tem muitos obstáculos e cascas de banana de vícios internos e a máquina para trabalhar nem ” gasóleo ” tinha, agora vai sendo atestada aos poucos até chegar a uma viagem normal e com um objectivo em vista .

    A opção daqui a 2 anos vai ser mais do mesmo como antigamente ou olhar em frente e manter o rumo .

  14. Bejense diz:

    Sim, sim Miguel, pricipalmente olhar em frente e seguir o rumo para o abismo. Eu entendo a dificuldade em justificar a ineficácia, é que já passaram quase dois anos e a desculpa com o passado já deixou de colar. Depois de declarações como as de perigosos comunistas como o Castro e Brito e o Manuel Figueira, começam a tocar campainhas de alarme por todo o lado na Praça da Republica, por isso não estranho a tua resposta sobre as escolhas que se irão fazer daqui a dois anos. Ainda falta tanto tempo, este executivo ainda vai fazer tanta burrada até lá e o mais grave é quando for confrontado com as promessas de mel e leite a escorrer pela terra que fez em campanha e o resultado final da sua acção.
    Aí sim vamos ver como é.
    @Espinho, não sei havia ou não coisas camufuladas na anterior gestão, mas reconheça que estas palhaçadas em nada abona na defesa da imagem de um território, por muitos milhares de euros que se gastem a pagar a fazedores de marcas como o tal de Carlos Coelho.
    Já reparou que a palhaçada da calçada na Salvada deu mais exposição mediática à autarquia de Beja que todas as Beja Wine Nights juntas? Só que foi exposição negativa.

  15. Qualidade da Democracia diz:

    Os Média vivem do ‘ homem a morder no cão e não o contrário ‘.

    As excepções sempre fizeram parte da generalidade e o que o @ bejense cita é isso mesmo .

  16. MARIA FLORES diz:

    Claramente , e mais uma vez , a comunicação da CMB a falhar.É lamentável que a Camara esclareça muitas situações através da blogosfera .
    Quando das informações prestadas á comunicação social não poderia de imediato o JPV matar este assunto , esclarecendo que face á falta de regularização da situação contributiva do empreiteiro estava impossibilitado de pagar ? teria sido mais esclarecedor e de imediato Beja deixaria de ser 1 ª página da imprensa por situações de incumprimento da CMB.

  17. FB diz:

    A falar e a escrever é que a gente se entende, ora bem a obra da avenida na Salvada foi aberta, analisada e adjudicada pela gestão do Xico Santos e Miguel Ramalho do PCP / CDU em ano de eleições ou seja 2009, e aqui começa logo ” o gato com o rabo de fora ” ?

    A empresa à data Aquino, SA próximo de Leiria já com várias dificuldades ( ver notícia Radio Voz da Planície de hoje ) deu os serviços a sub-empreiteiros entre eles o da colocação da calçada que comprou a pedra a terceiros, estão a ver o esquema ?

    Resultado a 1ª empresa pediu a insolvencia e faliu, não pagando a quem de direito e como tal não pode receber para pagar a quem sub contratou e seguintes, tendo como normal o assunto arrastar-se agora nos tribunais quanto tempo ? Anos sem fim …

    O problema teve origem logo à nascença na credebilidade da empresa e agora como vai ser, tem que ser a actual gestão camarária a resolver o que os outros não fizeram e com problemas acrescidos.

  18. beja diz:

    @FB, acredita mesmo nisso ou esta a tentar fazer um filme?

  19. FB diz:

    @beja

    Infelizmente o que escrevi se lhe chama filme retrata a verdade .

    Se tiver provas contrárias escreva e já agora nos concursos públicos existem conjunto de requesitos, por vezes obrigatórios, não sei se foi o caso porque não conheço e não tive acesso ao caderno de encargos, que implicam garantias bancárias, para que na eventualidade de casos como este do empreiteiro Aquino Construções, SA. não cumprir, serem acionadas e quem gastou não pagando ter o direito de receber pelo trabalho realizado.

  20. Carlos Abreu diz:

    Bem é infelizmente a imagem de um Estado formado por incompetentes e vigaristas, ninguém é responsável, não é a primeira vez que organismos do Estado não pagam o que devem e assim levam as empresas á falência.
    Depois os que trabalham tem de suportar mais uns desempregados.
    Porque será que ninguém pede satisfações pelo que se fez ao país!
    Seria democratrico penhorar os bens de ministros e presidentes responsáveis pela actual situação, no mesmo sistema implantado nas finanças, aí irimos ver se as coisas não mudavam.
    Portugal nunca teve falta de dinheiro, tem é falta de governantes.
    Os recibos verdes não acabam, e continuam a prejudicar a economia nacional, a solução é simples o pai da ideia, começa a receber a reforma em recibos verdes.
    Vamos ver quanto dura.

  21. JS diz:

    Praça, eu disse que era um bom post, a final sempre aceitou o meu pedido só que já foi a reboque da comunicação social. Venha comer o peixinho e tire uma fotos na Avenida 25 de Abril em Salvada, pois claro

  22. João Espinho diz:

    @js – não ando (nunca andei) a reboque de ninguém. Quanto ao peixe, talvez aí vá quando a guerra da avenida acabar.

Deixe Uma Resposta