Ago 17 2011

Regresso ao passado

Publicado por as 11:25 em Geral

Depois da deriva neoliberal de João Machado, a Coop regressa aos tempos do proletariado militante. Viva a Reforma Agrária.

Share

49 Resposta a “Regresso ao passado”

  1. anonimo diz:

    Eu pensava que esse sr. tinha desaparecido da cidade, mais um tacho.

  2. " Hobby and lobby " diz:

    O Partido Comunista Português com lista única ataca a liderança da COOP – Proletário Alentejano.

    Se pensavam que eles estavam inactivos, eles aí estão e agora vamos ficar atentos ( como sócio ) à gestão futura e ver o trabalho …

  3. João Espinho diz:

    @anonimo – qual deles?

  4. anonimo diz:

    O sr. que eu estava a falar é o Caixinha. Porque infelizmente o conheço

  5. sócio da coop diz:

    São uns tristes. Só vêm perigosas conspirações comunistas em todo o lado. Se só há uma lista porque é que não formaram outra? Será que são sócios da coop? Deixem trabalhar quem quer trabalhar para desenvolver esta importante empresa da nossa cidade e manter muitos postos de trabalho. Mas esses críiticos iluminados preferem ficar no sofá a ver a bola ou nos blogues e no facebook a mandar bocas em vez de contribuir gratuitamente para a sua comunidade.

  6. MARIA FLORES diz:

    O Sr. Caixinha como elemento destacado das ex-UCP´S , para quem não sabe foram aquelas organizações do Partido Comunista que ” ocupavam ” as propriedades agricolas na Abrilada-25 Abril , já tem uma larga experiência na liquidação desse tipo de organizações.
    É óbvio que o fim desta Cooperativa/Organização do PC será a insolvência/liquidação. É totalmente inviável gerir uma qualquer empresa que tenha a situação económico-financeira que a Cooperativa tem.
    Fico admirado é que um gestor ( Machado) que ainda há pouco tempo foi convidado por um Prof. do IPB (inclusivamente um distinto bloguer da cidade) para mandar uns bitaites sobre empreendorismo naquele estabelecimento de Ensino Superior , abandone tão rápidamente o barco ao qual tinha acedido há muito pouco tempo.

    Talvez a pressão da Rua da Ancha tenha espantado o rapazinho.

  7. marina diz:

    anónimo- Conheces o Sr. Caixinha infelizmente porquê? pois sabes conheces um grande homem, honesto, integro,justo e humano, que não tem nada a ver com a cambada do executivo do beja capital.

  8. João Espinho diz:

    @marina – então o executivo do beja capital é uma cambada por alguma razão especial? Olhe que para defender uma pessoa não precisa de atacar outras; isso faz-me pensar que….. pois!

  9. " Esperança " diz:

    Os PESOS PESADOS do PCP na Rua da Ancha, não gostaram nada e nem dominaram o João Machado daí a tomada de posição dos do antigamente bem camufulados em anteriores atitudes administrativas denominadas democráticas mas muito bem pagos e com pouco mais da 4ª classe serem gestores públicos na C.M. Beja ( Caixinha ) e no EMAS ( Reis ) e DA ( o escriturário Leopoldo ), perfeitamente identificáveis boys comunistas .
    Infelizmente com os preços dos produtos mais caros do que a concorrência na casa dos 10 a 20%, o futuro será a falência, porque as condições de acesso aos carros é impossível e é paga, o contrário das grandes suprefíceis e a folha salarial mensal é incomportável com as receitas e os lucros face às despesas e às delrgações criadas .
    Eu gostaria de admitir o contrário como sócio, mas acho impossível e o João Machado fez tudo mas mesmo tudo para que tal não acontecesse mas, tinha tido um anterior Júlio Raimundo que para além do carro até ordenado tinha em cima da reforma de bancário, enfim …

  10. sócio da coop diz:

    Com os pontapés que dá na língua portuguesa este ou esta esperança deve ser cá um daqueles doutores que Á por aí a comentar e a mandar bocas idiotas e que se esconde debaixo de vários pseudónimos.

  11. J.Sequeira diz:

    Gostava que a “Esperança se identificasse, porque para além de vomitar ódio sobre pessoas tão honestas (ou mais) do que manifesta uma insensibilidade atroz solbre a Proletário Alentejano (é sócia ?), esquecendo que mantem mais de 80 postos de tão pica) rabalho.
    Defende as grandes superfícies,mente sobre os preços (ignorância), esquece a qualidade e o atendimento, etc.É uma cidadã de baixo nivel. A Proletário Alentejano (o nome não pica, proponha outro em AG), mas acabe com a Cooperativa, a não ser que fale em nome de algum capitalista da distribuição.
    Quanto ao anterior presidente ( as condições monetárias escandalosas ), 9 horas na cooperativa são iguais às do actual presidente, que ocupa um posto de trabalho,fora e a tempo inteiro.Esclarecido ?

  12. Olho de Lince diz:

    Existe por aqui algum ódio a certas pessoas que é de bradar aos deuses do vosso pseudo engenheiro, parece-me que o tapete lhes foge debaixo dos pés!
    Será que é o aproximar de 2013 e as mudanças que se avizinham nessa altura!Quero ver depois o que vai acontecer a alguns dos “boys xuchistas” que por aí andam!
    Não se esqueçam que a semente da língua é a que se colhe mais depressa!
    Mas quando é que vocês tomam tino?

  13. " Esperança " diz:

    @ J Sequeira

    De tudo o que escrevi anteriormente o sr. não conseguiu demonstrar nada do contrário e não é de honestidade que falo, por uma simples razão porque tudo é verdade e se desejar números ( não o referi por achar incorrecto porque tenho acesso a eles ), até podia fazê-lo mas optei pela omissão, porque foi e é escandaloso apesar da venda da herdade por milhões de euros, o pagamento a fornecedores é de meses e a banca não dá crédito e não empresta, e sei que o pai do João Machado o ex muita coisa e actual presidente dos Bombeiros Voluntários de Beja e líder da Assembleia Municipal de Beja pela CDU, o cidadão Rodeia Machado muito desagradado ficou com a situação e mais não digo …

  14. Sócio diz:

    @ J Sequeira
    Como é normal você é o cobarde do Julio Sequeira Raimundo, e que continua
    a mentir e a denegrir, como sempre fez o anterior Presidente. Tenha vergonha e cale-se.
    O seu lugar é na prisão … Vaidoso

  15. J.Sequeira diz:

    Cooperativa de Produção e Consumo Proletário Alentejano,CRL

    Programa Eleitoral da Lista A

    Mudar de rumo,
    continuar a Coop

    I. A demissão da Direcção, primeiro, e dos restantes órgãos sociais, depois, da Cooperativa de Consumo Proletário Alentejano, interrompendo o seu mandato, impôs a realização de eleições, decididas e marcadas num curto espaço de tempo.
    A grave situação económica e financeira da Cooperativa – num contexto geral de crise para os trabalhadores e as PME – e a dificuldade de encontrar soluções adequadas para os problemas foram razões invocadas para a renúncia dos anteriores dirigentes.
    Os cooperadores que agora se candidatam aos diferentes órgãos sociais, na Lista A, têm consciência da enorme complexidade da situação em que se encontram o movimento cooperativo em geral e a Cooperativa Proletário Alentejano em particular. Nos últimos anos, à concorrência desleal dos grandes grupos económicos, juntaram-se as limitações ao acesso ao crédito por parte da banca e uma política governamental de adiamento de soluções que o movimento cooperativo exigia, para além da profunda crise que afunda o País e inferniza a vida dos trabalhadores e suas famílias.
    Entendem os cooperadores que constituem a Lista A que, apesar das dificuldades, é sua obrigação fazer todos os possíveis para mobilizar as vontades, os esforços e os contributos dos trabalhadores e dos cooperadores no sentido de mudar de rumo e continuar a Coop. Tudo isto no espírito do movimento cooperativo, no interesse dos milhares de membros da Proletário Alentejano e ao serviço das populações da cidade e do distrito de Beja.
    A Proletário Alentejano faz parte do património histórico, económico e social de Beja. Por isso, os seus corpos sociais, os seus trabalhadores, os seus cooperadores e os seus amigos tudo devem fazer para, adaptando-se às novas realidades, garantir a continuidade da Coop.
    II. Para continuar a Coop – isto é, para tentar assegurar a continuação da existência da Cooperativa de Consumo Proletário Alentejano –, a Lista A propõe um programa em 10 pontos:

    1. Apuramento, em colaboração com os anteriores corpos sociais, da actual situação financeira da Cooperativa. Informação aos trabalhadores e cooperadores.
    2. Medidas para a reposição do fornecimento de produtos às lojas da Cooperativa.
    3. Negociação com fornecedores e banca para reestruturação das dívidas da Cooperativa.
    4. Campanha de sensibilização junto dos trabalhadores e dos cooperadores para promover as compras nas lojas da Cooperativa.
    5. Avaliação, com os trabalhadores, da situação global da Cooperativa e de cada loja, procurando soluções justas e realistas.
    6. Plano de viabilização da Cooperativa de Consumo Proletário Alentejano, no quadro do movimento cooperativo, elaborado com a participação dos trabalhadores e seus representantes.
    7. Criação de um órgão de consulta e opinião, junto da Direcção, que integre actuais e anteriores dirigentes da Cooperativa, representantes dos trabalhadores e colaboradores.
    8. Campanha de angariação de novos cooperadores singulares e colectivos.
    9. Estabelecimento de parcerias nos sectores de hotelaria e restauração.
    10. Reforço da aposta nas vendas on-line e em soluções inovadoras (restauração, padaria, pastelaria, quiosque, etc.) na dinamização da actividade da Cooperativa.

    A LISTA A
    Beja, 12

  16. Sócio 2429 diz:

    @ J.Sequeira

    Todos sabemos que é o Julio Sequeira Raimundo. Tem medo de se assumir?
    Pois é! Depois de tanta porcaria que fez, e tanto dinheiro que esbanjou, devia de ter vergonha de vir dizer alguma coisa acerca da Cooperativa.
    Quanto aos anteriores corpos gerentes, devo tirar-lhes o chapéu! Não deve ser fácil ter pegado em algo que o Júlio Raimundo destruiu.
    Não queira branquear a história.
    Como disse e bem o Serafim na penultima Assembleia Geral da COOP, muito ainda existe para contar acerca da sua “passagem” por lá… e mais não digo… fica prá próxima. Boa Sorte à nova equipa, porque bem merecem…

  17. João Nuno Sequeira diz:

    Caro Administrador

    Escrevo por dois motivos, pelo que agradecia que este meu comentário fosse publicado.

    O primeiro prende-se pelo facto de, pela semelhança de nomes, os comentários do Sr que escreve sob o nome “J. Sequeira”, tenho recebido diversos contactos acerca do conteúdo dos mesmos, que, por não estar momentaneamente com a cesso à internet, eram do meu total desconhecimento.
    De facto, fui autor de um blogue chamado Feira de Castro, e ainda mantenho aberto um outro chamado Castro.Verde.Blog, no qual não escrevo há já algum tempo, razão pela qual as pessoas que me contactaram, juntando um facto ao outro, pensarm ser eu o autor de tais comentários.
    O segundo motivo, é para demonstrar a minha total discordância com a situação que se verifica actualmente na Proletário Alentejano, pois considero ter havido um interferência desaquada na forma e no tempo por parte da organização partidária que tem sido referida. Na forma, porque se trata de uma associação de pessoas que, maioritariamente, não comungam da orientação política dessa organização, não sendo, portanto, uma célula ou organismo da mesma. No tempo, porque a ter havido uma intervenção, tal deveria ter acontecido há muitos anos atrás, com o objectivo de afastar um seu militante, imbuído de espirito megalómano e egoista, características que não rimam com o conceito cooperativista, que prima pela solidariedade e humildade. Foram anos de benefícios e benesses a familiares e amigos, com uma completa desvirtuação do que deve ser a gestão de uma cooperativa, muito embora tenha publicado desenas de crónicas no Diário do Alentejo, acerca das ditas e do movimento cooperativo, cheias de pedagogia cooperativa e doutrina própria do Frei Tomás: Faz o que ele diz, não o que ele faz.
    Claro que o meu (quase homónimo) J.Sequeira se vai pronunciar acerca deste meu comentário, e eu apenas tenho que informar que não me chamo João Machado, e que agirei em conformidade se, por qualquer forma, relativamente à minha pessoa, destilar a verborreia que soltou no comentário acima.

    Com os Melhores Cumprimentos

    João Nuno Sequeira

  18. Margarida diz:

    Tanta mentira que se escreve aqui,meu Deus como é possível,a verdade há-de vir à tona…

    “Vozes de burro não chegam ao céu”

  19. Sócio diz:

    Olha quem fala. Ainda esta na coop ? Pensei que tinha sido despedida … Mas compreende-se

  20. João Machado diz:

    Caro João Espinho

    Não pensei que este simples post que fizeste gerasse esta polémica 🙂

    Não vou tecer comentários quanto ao Júlio Raimundo, na medida em que os actos dele aqui falam por si.

    Acho que quanto Ex – Presidente da Coop e Ex Presidente da AG, devia ter outra postura, mas tudo bem.

    O importante é salvar a COOP e perceber-se que este tipo de coisas afastam as pessoas.

    Aos novos orgãos sociais, desejo muita sorte e que consigam salvaguardar o maior número de postos de trabalho possível.

    Um abraço

    João Machado

  21. J Sequeira diz:

    Curiosamente ou não ninguém me contactou para saber a proveniência de J.Sequeir(comentários de 19 e 22 de Agosto. Derivam do meu nome de baptismo: Júlio Sequeira Raimundo, há sessenta anos, mais coisa, menos coisa.Não vou voltar aqui, mas vou continuar a escrever, conviver; em PAZ e harmonia, pelo menos até aos 100 anos. A minha passagem pelo movimento cooperativo está escrita. Com esta idade já não preciso de provar nada a ninguém. A História ME absolverá
    “Fidel Castro”. Fiquem bem.

  22. João Espinho diz:

    @júlio sequeira raimundo – convenhamos que foi uma forma subtil de tentar o anonimato. Porém, parece que há quem lhe conheça as subtilezas. Já agora: não se sinta assim tão grandiloquente para que a História chegue a olhar para si. Fique bem e volte sempre.

  23. Praça da República » Regresso ao passado (2) diz:

    […] este post já passaram os dois anteriores presidentes da direcção da “Proletário Alentejano”. […]

  24. ele diz:

    Ao sócio,

    Que tristeza! não gosto de me meter neste tipo de blogs, mas não consegui resistir! É típico das pessoas desta cidade, que são todos bons, mas é a dizer mal! Como é possível enchuvalhar um homem que tanto deu a esta casa! E o presidente demissionário que tanto tem dito da anterior gestão ruinosa, da qual ele fazia parte! 🙂 Não deixa de ter a sua graça!!!

    Em relação ao Sr. Júlio Raimundo, ele que deixe esta gentinha falar…ENTERRAM-SE POR SI PRÓPRIOS! QUEREM CARGOS ACIMA DAS SUAS CAPACIDADES E DEPOIS SO FAZEM MER….POR ONDE PASSAM!

    Deviam ser despedidos algumas pessoas da COOP, sim senhor Sr. Sócio, mas quem não faz lá falta (e não são poucos), não quem trabalha no duro!

    Cumprimentos

  25. João Espinho diz:

    @ele – tem que me explicar a tipologia dos blogs.

  26. Sócio diz:

    @ ele
    Engana-se pois a gestão ruinosa começou em 2004, muito antes do João fazer parte da Coop.
    Por isso nao queiram branquear a história e a verdade, e essa é da total responsabilidade de Julio Raimundo.
    Deixem as novas pessoas trabalhar. O passado ao passado pertence.
    Nao digam é mentiras.

  27. Sócio diz:

    @ ele
    E que tal se tivesse que pagar pelo tabaco?

  28. ele diz:

    De facto, fazer uma gala que custa um “dinheirão”, numa altura em que, como diz, houve uma gestão ruinosa, é de uma inteligência fora do normal.

    Vender uma herdade que agora começava a dar frutos, depois de todo o dinheiro investido, e que todos esses frutos vão ser colhidos por quem comprou (e que fez um excelente negócio) é mais uma excelente gestão!

    E agora porquê demitir-se? O Sr. “Dr.” não aguenta a pressão? Se esteve na antiga direcção não sabia que iam viver momentos difíceis?

  29. Sócio diz:

    Outra vez enganada. Que chatice. Nao sou o Sr Dr João Machado, Sra. Margarida.
    E digo-lhe mais, acho que ele errou em muita coisa. E sou muito critico dele.
    Os vícios, como a herdade, são para quem os pode pagar.
    Sem financiamento tiveram de alienar bens. Normal. Se podia ser vendida por mais, acredito.
    O problema seria onde ir buscar o dinheiro para tapar os buracos.
    E nao confunda tostões com milhões …

  30. ele diz:

    Sra. Margarida??? Essa é boa!! Enganada? agora sou mulher e chamo-me Margarida 🙂

    Está a tentar advinhar quem sou? o que é que isso lhe interessa?

    Pelo menos eu não estou minimamente interessado em que é!!

    Boa tarde e continuação de bom dia!

  31. Alguém interessado diz:

    para todos:

    Pelos vistos, sabe-se muita coisa que o comum leitor deste blog não está a entender. Mas sugiro que não lavem mais roupa suja. O passado é o passado, e nada se pode fazer para voltar a atrás. Muitos sabem que muita coisa poderia ter sido feita de outra forma, que existiram pesos e medidas diferentes para situações semelhantes na gestão do Júlio Raimundo, mas nunca houve a coragem de ninguém para dizer um basta e pôr as coisas a nú, por isso agora é tarde. Acretido que o Júlio Raimundo tenha um bom fundo, lamento é, que tenha estado sempre mal rodeado e isso influênciava-o negativamente.
    Uma nota para a equipa do João Machado, que pelo que me parece fez um bom trabalho e que só não entrega a situação da Cooperativa numa situação mais complicada por mérito da sua equipa.
    À nova Direcção, desejo as melhor das sortes, e estou convicto que com rigor e firmeza possa tirar a Cooperativa do sufoco actual. Mas não vejo qualquer problema da influência da Rua da Ancha nesta Direcção, o importante é as pessoas e a sua competência.

    Vamos é todos ajudar a Cooperativa, e a melhor forma de o fazermos é fazermos lá as nossas compras.

  32. Margarida diz:

    Caro sócio

    Em primeiro lugar o que escrevo assino como Margarida,entedido?por isso veja lá se se orienta,ok?

    Caí no erro de escrever neste Blog,não que tenha algo contra os Blogs em geral,nem contra este Blog em especial. O mal está em quem escreve coisas que não são verdade,provando assim que não sabe o que se passou ou passa na Coop,tentando denegrir a imagem de algumas pessoas…enfim!!!
    Não voltarei a escrever aqui uma única letrinha que seja,gosto de comunicar cara a cara,olhos nos olhos. Se tiver alguma coisa a dizer a meu respeito,de certo saberá onde me encontrar. Não quero participar na lavagem de roupa suja que por aqui se faz,até porque há que manter o nível,não se pode ou melhor,não se deve carregar nas teclas e escrever tudo o que vem à cabeça,é uma imensa falta de respeito para com o próximo.

    O maior contributo que todos podem dar à Coop é sem sombra de dúvidas efectuar compras na Coop.

  33. João Espinho diz:

    @margarida – posso garantir-lhe que a parte da “roupa suja” não foi publicada. Se o fizesse, dar-lhe-ia então a razão, pois o Praça transformar-se-ia num verdadeiro tanque. E sabão azul é coisa que vai rareando.

  34. ele diz:

    @ sócio

    Eu disse que o Sr. era o Sr. Dr. João Machado? Das duas uma, ou não sabe ler, ou então está a ir por um caminho pelo qual eu não aconselho!

    Tome juízo e tenha vergonha de escrever o que escreve! Se quiser saber quem sou, eu digo-lhe, mas cara a cara!

    Cumprimentos

  35. João Espinho diz:

    @ele – essa agressividade não é salutar.

  36. Alguém interessado diz:

    @ele

    sabe que não tem razão. Lá por ter as afinidades que tem, vai ter de começar a ver as coisas com a razão e não com o coração.

  37. AV diz:

    Parece-me a mim que se quer arranjar à força um bode espiatório. Será que a situação da Coop não se deve à mega crise que está a assombrar Portugal e muitas das empresas portuguesas? Como sócio,penso que se pode dar um importante contríbuto à Coop,não com palavras mas sim com acções.

  38. ele diz:

    @Alguém interessado

    Mas quais afinidades?! Também quer saber quem eu sou? Este blog é uma conspiração contra o Sr. Júlio Raimundo?

    Então o Sr Dr. Machado demiti-se porque não sei porquê, esteve na anterior gestão, concerteza que sabia das condições em que estava a COOP, e agora vem – se dizer que a empresa está como está por culpa de um só homem?!

    As vendas baixaram na volta dos 40 %!!! Não significará nada???

    Ou se tem estofo ou não se tem! O Sr. Dr. Machado não conseguiu aguentar o barco numa fase dificil que todas as empresas enfrentam!

    Vamos ajudar esta instituição! Tudo virá ao cimo, acredito que a nova direcção faça o que tem a fazer, e vamos ver que vai sair “machucado”.

    Cumprimentos

  39. João Espinho diz:

    @ele – “Este blog é uma conspiração contra” – acha?
    “Então o Sr Dr. Machado … agora vem – se” – porra, lá tenho que ir mudar os cortinados ao blog.
    “Tudo virá ao cimo” – não se esqueça que a Torre de Menagem está interdita a visitantes.

  40. Jose Luis diz:

    Possas que o João Machado tem na Margarida, vulgo @ele, um bom amigo.
    Talvez seja melhor estar calada pois foi ele que nao permitiu que ela fosse despedida, por uma questão complicada…
    Segurou pai para que esse nao fosse corrido e a ela para que nao fosse para a rua por supostos desvios.
    Para que se saiba a herdade era também dirigida por uma amiga da família Raimundo. Por isso, entende-se …
    Vícios …

  41. Optimista Vencedor diz:

    Olho de Lince

    Tás desejoso de mamar novamente como mamáste estes anos todos.
    O tapete tiraram – to a ti, não te preocupes que eles os tais ,( aqueles de que fazes parte) já não voltam
    ainda não percebeste que foram corridos e que nunca mais voltam, ficou tudo farto pá, ainda não percebeste isso.
    Boys Xuchistas é o que tu foste a vida inteira ou pensas que eu não sei quem és?
    Tás mortinho prá vingança. Trabalha que é para isso que te pagam e deixa te de chulices, não sabes uma letra do tamanho de um burro, e chegáste onde chegáste como, com a cor que envergáste não foi?
    Não te preocupes que em 2013 se não houver alternativa dentro do PS, haverá no PSD, tudo menos comunistas

    COMUNISTAS EM BEJA, NUNCA MAIS.

  42. Alguém interessado diz:

    Pelo que entendo, o ele é a Margarida Raimundo, se assim é, peço desculpa, porque obviamente que tem afinidades, é filha do homem…

    Se assim é, também tem informações privilegiadas, como os 40% de quebra de vendas que refere (o ele). Eu não sei se é verdade ou não, mas que esta informação tenha saído num orgão de comunicação social regional não me recordo (e normalmente eu estou atento a estas noticias).

    Se assim é, quero que saíba que nunca tive, nem tenho nada contra o seu pai, como de resto já referi, mas sei somar 1+1, e verificar que tem muita da culpa do actual estado da coisa… Mas, e não me querendo novamente repetir, sei que o grande problema da sua gestão era porque não estava rodeado das pessoas certas.

    Se assim é, sabe que o Dr. João Machado optou por “abandonar o barco”, por más opções suas quando formou o corpo directivo, mas também sabe melhor que ninguém que também foi por falta de solidariedade entre os orgãos social, mais concretamente, pela mesa da assembleia, sabe quem era o presidente… E neste caso, critico directamente Julio Raimundo.

    por fim

    Se assim é, e se o @jose luis é verdadeiro naquilo que afirma, envie é uma caixa de bombons ao Dr. João Machado porque se ainda tem emprego, pelos vistos, é a ele que tem que agradecer.

    Se não o é, ooopppss…..

  43. ele diz:

    Bom, está dificil! Digam-me uma hora e um local que nós falamos os três (José Luis e Alguem interessado) porque já me vou fartando das advinhas….Por acaso não sou a Margarida, sou alguem muito próximo!

    Afinal não é só o Sr Júlio Raimundo, são todos aqueles que estão próximos dele! Tudo para baixo! O que vale é que são poucas as pessoas que visitam esta desgraça! E todos aqueles que falo no dia a dia, sabem como é!

    Fico à espera que combinem a hora e o local para nos encontrarmos!

    Ao Sr. Espinho, cuidado!!!! Olhe que passo por si muitas vezes!! Pode ser que tenha que engolir os cortinados todos uma só vez!

  44. João Espinho diz:

    @ele – ai que medo que eu tenho de ameaças. (garanto-lhe que não passa por mim muitas vezes; nem poucas)

  45. ele diz:

    Será!!! 🙂 Fica o aviso!!!!

  46. João Espinho diz:

    aviso de quê?

  47. Margarida diz:

    Pela última vez : EU NÃO SOU o ele

    As informações privilegiadas(como lhe chamam) que tenho,não as passo para fora,são internas. O relatório das contas do ano de 2010 foi distribuído,na última Assembleia Geral da Coop,aos sócios que o solicitaram. Lá estão as vendas de 2010 e as vendas de 2009,talvez alguém tenha chegado a essa conclusão. Não tenho nada a ver com isso,OK?
    Em relação às graves acusações que aqui são feitas contra mim,por pessoas que infelizmente não sei quem são,porque se soubesse,as coisas tomariam outro rumo,garanto que não tenho que oferecer caixas de bombons ou seja o que for a ninguém.Podem continuar a escrever as barbaridades que vos apetecer,estou-me completamente nas tintas,tenho as costas largas…
    A pessoa a quem se referem como amiga da familia Raimundo,que dirigia a herdade(quando era da Coop),lá continua(agora que já não é),só e tão só pelo seu profissionalismo.

    O objectivo pretendido,mesmo não olhando a meios,não será atingido…nem que se arranhem 😀

    Nota : Os meus comentários são escritos FORA DA HORA DE TRABALHO,só assim para que não restem dúvidas.

    Saudinha da boa

  48. Li diz:

    Apenas vejo e leio bocas.
    Está provado que a Direcção dos Srs. Júlio Raimundo e Francisco Garcia eram incompetentes e não percebiam nada de gestão
    Deve ser dado conhecimento a todos os associados qual foi o montante que receberam em ordenados pelo seu “trabalho” na Coop.
    Quando gastaram em benesses pessoais
    Por exemplo:carro, telemóvel, almoçaradas nos melhores restaurantes da cidade, em Lisboa etc
    Idas a Barcelona e outras cidades da Europa.
    Como o Sr. Raimundo citou Fidel . Eu cito Lenine “Só a verdade é revolucionária”

  49. Li diz:

    Estes não confessam quanto receberam pelo trabalho e o Sr. Dr. Machado tambem não

Deixe Uma Resposta