Ago 29 2011

A devassa

Publicado por as 10:00 em Geral

Vivemos num país que está à mercê de espiões criminosos que, por saberem o que sabem, passam invariavelmente incólumes pelas malhas da justiça. O Primeiro-Ministro deverá aceitar hoje o pedido de exoneração do chefe das secretas. E se este não tiver a iniciativa, será o PM a pô-lo no olho da rua. Nada de novo nem de estranho. Como também não será estranho que nada venha a acontecer a quem ordenou e executou a devassa da vida privada do jornalista Nuno Simas.
As escutas telefónicas fazem parte do menú diário dos agentes secretos portugueses. Mas também devem servir para que uma quantidade considerável de “agentes amadores” tenha acesso a informações reservadas e possa saber o que se passa na vida privada de políticos e cidadãos comuns. Assim, obtêm favores e podem jogar com as informações a que tiveram (ilegalmente) acesso.
Tudo isto é ilegal. Mas em Portugal, depois de inquéritos e audições, tudo fica na mesma.
A propósito: já alguma vez sentiu que a sua conversa telefónica estava a ser difundida para o Mundo? Sentiu ruídos esquisitos nas suas comunicações, a sua conversa no telemóvel foi abruptamente interrompida, após fazer uma ligação viu-se no meio de uma conversa em que desconhece os interlocutores? Se respondeu sim, tem duas hipóteses: ou muda de operadora ou deixa de falar ao telemóvel. O risco é seu.

Share

6 Resposta a “A devassa”

  1. Vítor Fernandes diz:

    Mudar de operador resolve?????

  2. João Espinho diz:

    @vítor – por uns tempos, sim!

  3. Paulo Nascimento diz:

    Os serviços secretos existem para garantir o estado contra forças que pretendem destruir ou subverter a republica.

    Quando os serviços secretos se preocupam mais em espiar cidadãos do próprio país do que ameaças externas, estão a dizer que acham que a maior ameaça ao “sistema” vem de dentro. dos próprios cidadãos.

    Quando os serviços secretos espiam agentes políticos, adversários do governo ou dos partidos do regime, então temos um problema gravíssimo.

    Quando os serviços secretos se preocupam em espiar jornalistas, então temos um problema de tal forma grave, que se não for resolvido adequadamente pelas instâncias judiciais, é o estado de direito que fica em causa.

    o facto destes senhores estarem acima da lei e protegidos pelo próprio governo na ilegalidade, a confirmar-se , é preocupante.

    Se assim for, quem impede o governo de espiar juízes, e usar informação pessoal para os condicionar na sua acção ???????

    Se os serviços secretos não podem ser fiscalizados de forma independente. Então são mais uma ameaça ao estado do que uma segurança.

    A não ser que já tenham subvertido o estado de direito e existam para manter no poder aqueles que o tomaram, usando influencias não democráticas.

    dito isto…. gostaria de ver um inquérito verdadeiramente imparcial , efectuado pela justiça e apuradas responsabilidades, os culpados serem exemplarmente punidos.

    Como é que alguém que comprovadamente fornece informações secretas do estados pode andar á solta ???????

    Enfim, isto também serve para mostrar o estado a que isto chegou…

  4. Paulo Nascimento diz:

    Isto pode ser resolvido de varias formas.

    Blackberry

    Encriptação de mensangens.

    Divulgação dos nomes e moradas dos agentes dos Serviços secretos á Wikileaks.

  5. José Bispo diz:

    Antigamente as escutas eram feitas aleatoriamente e na desconfiança que havia sobre certas pessoas contra o regime e a PIDE escutava os cidadãos.
    Hoje tudo mudou.
    Ninguém escuta ninguém em particular porque tudo é escutado pelo poderoso sistema Echelom ao serviço da agência de inteligência norte-americana NSA que possui cerca de 20 mil funcionários em Fort Meade, seu quartel-ge­neral, constituídos principalmente por analistas de sistemas e outros engenhei­ros, físicos, matemáticos, linguistas, etc. especialistas de alto padrão e diariamente e com base em plavras-chaves esquadrinham tudo o que lhes interessa. O que não lhes interessa é cedido aos ingleses que procedem de forma igual, cedendo aos resto da Europa e do mundo quem lhes queira comprar o que pode interessar a cada pais, entre os quais Portugal mais as suas escutas todas elencadas e prontas a serem utilizadas pelos respectivos serviços e aí aparecem as nossas secretas que de secretas já não têm nada mais os sistemas especializados das operadoras que utilizam esses serviços até como base de facturação das operadoras móveis e imóveis.
    Essa NSA foi criada em 1952 por meio de um decreto se­creto do presidente Harry Truman para cuidar de espionagem e contra-espionagem, dentro e fora dos Estados Unidos e os seus serviços cobrem praticamente todo o universo das tecnologias da informação.
    Dizer que vivemos num país que está à mercê de espiões criminosos é não entender esta realidade que de secreto já não tem nada e que muitos jornalistas usam e abusam em proveito próprio pelo fácil acesso que têm às suas fontes, não só nacionais como internacionais.
    A tecnologia sabe a velocidade a que se vai na AE e abre todas as portas por onde se quer passar.
    Secretas a sério só nos Estados Unidos e mesma essas às vezes parece que andam a dormir.
    Chegámos a um estado em que em casa também somos espiados através de estores, janelas e pequenas frechas que os satélites conseguem penetrar e perscrutar. Nem mesmo na retrete podemos estar descansados a exemplo do Hospital de Aveiro que nos andavam a espiar cu.

  6. Jorge Martins diz:

    Sobre mega computadores de escutas telefónicas (descriptador da NSA) devem ler o livro de Dan Brown »fortaleza digital».

    Em relação ao nosso Serviço de Informações e Segurança (SIS) e Serviços de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), os mesmos actuam em relação a ameaças internas e externas respectivamente e ainda hoje mantém ficheiros completos de variadíssimos cidadãos nacionais, pois continuam a fazer escutas telefónicas e vigilâncias/seguimentos aleatórios.

    Têm como base de actuação a famosa MOSSAD Israelita, onde fazem os cursos e especializações, nomeadamente as vigilâncias e contra informação.

    P:S Para escrever esta mensagem tive de mascarar o IP, olhem que eu sei como se actuas nas secretas.

Deixe Uma Resposta